Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2009

Julgamento para inglês ver

Imagem
-E por ter ferido o artigo 151c do Código Desportivo Internacional, sentenciamos a equipe McLaren F1 a exclusão total e irrevogável deste e dos próximos campeonatos de F1 vindouros. Decretando assim a extinção da equipe de Woking. Bem como a anulação de todos os campeonatos mundiais – tanto de pilotos quanto de construtores – ganho por ela em todos os tempos. Um silêncio pesado recai sobre o tribunal. Bocas incrédulas se abrem sem emitir som. Alguns olhos marejam e ameaçam lacrimejar de imediato.
O que seria dos títulos de Prost, Senna, Emerson, Hakkinen e tantos outros?
Sem dúvida aquela é a punição mais pesada jamais dada a quem quer que fosse em qualquer esporte existente.
-Mentira! Ahá! Pegamos vocês... Enganamos todo mundo. – (hahahahaha) - Estão pensando que a gente iria excluir a McLaren da história dos Mundiais... Pegamos vocês!
Mas não vão escapar de punição. Mentir pra gente é coisa feia viu...

O alivio na sala é imediato e gigantesco. Não tanto quanto a indignação com a brincadei…

Enquanto isto ainda escondido no Bahrein...

Imagem
-Alô? Com quem falo? É da sede do governo do Paraguai? Ótimo...
Gostaria de falar com o Fernando Lugo... Sei, eu sei que é o presidente e ele está ocupado, mas diz pra ele que é assunto de estado. Tá eu espero.

Alguns minutos se passam. Uma voz de barítono começa a falar, mas é logo interrompida.
-Eu pedi pra falar com o presidente Lugo, não com um assessor... Faz favor chama ele logo. Porque to falando baixo? É que não quero ser descoberto... Problema meu.. Chama o homem ai.

Mais alguns minutos se passam. -Alô? Lugo? Sim sou eu... Não vou falar meu nome em voz alta, mas você sabe quem é... Sabe sim... Até comprou um carro de nossa fábrica depois de eleito... Foi... Aquela F50 eu mesmo escolhi pra você... Então preciso de um favor seu... Preciso sair daqui e me esconder num lugar seguro... Quero asilo ai no teu país.
O presidente fala, mas logo é interrompido também.
-Como assim não pode me dar asilo político? Só porque não sou dirigente de partido, sindical ou o que o valha? Mas to corren…

Ava(ca)liações bareinitas - Run Domenicalli, run

Imagem
Vitoria justa. Foi o mais regular durante toda a corrida e arriscou o que deu na largada.

-Io vo chutare la bunda de Domenicalli...

Ainda aposto neste moleque para levar o titulo. Correu pelos pontos hoje, pena que quem venceu está muito na frente dele. Mas tem muita corrida ainda.
Trulli é um caso a parte, quando pensamos que ele vai ele fica. Quando a gente não espera, ele bate o carro. Kimi Heineken salvou (em parte) a corrida da Ferrari.

Mas nem assim deixou de constranger a torcida. Olha a alegria desta criança.

-Io vou chutare il saco de Domenicalli.

1B: - Pô moleque, eu sou mais velho que você!
Nelsinho: - E quase tão ruim quanto...
Vettel: - E ele ficou reclamando com o Piquetzinho? Não conseguiu ultrapassar?
Button: - Foi... Ele é a contribuição do Ross para que a F1 fique mais divertida...

1B: - Se eu ajeitar os óculos e o boné talvez não me reconheçam... Comissária 1: - Ele não conseguiu passar o Nelsinho?
Comissária 2: - Ri baixo...

-Io vou matare o Domenicalli.
Da série: Mas que p…

Bahrein, enfim uma corrida normal dentro da nova ordem

Imagem
Justiça? Não...
Não é esta a palavra para definir a vitória de Jenson Button no GP do Bahrein, mas, se perguntarem se foi justa, aí sim.
Foi justa.
Ele não foi o melhor em nenhum treino do fim de semana, ficando atrás até da Williams de Nico Rosberg nos treinos de Sexta. E atrás das duas Toyotas no Sábado. Porém quando valia mesmo, foi perfeito. Justiça talvez fosse uma vitória de Vettel. Um monstro no treino oficial, que só ficou atrás dos surpreendentes carros japoneses por conta da estratégia de pouco peso.
Ou será que alguém em sã consciência pensou mesmo que Trulli e Glock repentinamente desabrocharam como pilotos espetaculares?
Óbvio que não. Como diz aquele velho ditado popular: Pau que nasce torto...
E para ratificar o dito ainda tem o 1B que foi exatamente igual ao que ele sempre faz.
A largada foi limpa, e pela primeira vez este ano tivemos uma corrida “normal”.
Isto se levarmos em conta a nova ordem estabelecida.
Timo Glock - mais leve – saltou a frente do companheiro de equipe e o…

A máfia ainda manda...

Imagem
Sexta feira, noite no Bahrein.
Depois de rodar pela cidade dentro do porta malas de um carro, sempre com a cabeça coberta por um pano finalmente param.
Ele é retirado do automóvel, mas ainda com o capuz é levado para dentro de uma casa.
Sabe que é uma casa, pois sente a variação de temperatura.
Fora estava quente, afinal isto aqui ainda é um deserto, e repentinamente esfria. Chegando a uma temperatura mais européia” por assim dizer.
Caminham por um corredor extenso; sobem umas escadas e ele é colocado sentado em uma cadeira muito desconfortável. -Bambini. Sabe por que veio aqui? Por que nostros rapazes foram te buscar?
-Não senhor. Não sei, e nem sei com quem estou falando...
-Sabe sim... Sabe sim...
E um cheiro de charuto cubano invade as narinas do seqüestrado. Isto o enche de pavor, pois agora tem idéia de quem é seu interlocutor. Na verdade desconfiava, pelo sotaque forte napolitano e pela advertência que um de seus subordinados lhe trouxe. No bilhete estava escrito em dialeto: “Nostra pa…

A Razão Dá-se a Quem têm

Imagem
Ah! Então o Supremo Tribunal Federal teve seu dia de tanque publico.
E as lavadeiras foram o presidente da corte Ministro Gilmar Mendes e o Ministro Joaquim Barbosa.


Como mostra o vídeo, o Ministro Gilmar Mendes recusou o pedido de Barbosa para que fossem dados mais detalhes sobre matéria relevante a previdência Estadual do Paraná.
Joaquim Barbosa acusou Gilmar Mendes de "destruir a credibilidade da justiça", e mais, disse que o presidente da corte não vai às ruas.
Gilmar defendeu-se dizendo que sim, estava nas ruas ouvindo o povo e foi rebatido de pronto: "Nas ruas não o senhor está na mídia".
Corrijam-me se eu estiver errado, mas, Gilmar Mendes não é aquele que mandou soltar o Daniel Dantas?
Não é aquele que deu ao Supremo as feições de balcãozinho de conveniência quando politicamente também concedeu Habeas Corpus para Celso Pitta e Nagi Nahas?
E o mais curioso é que os outros ministros da casa assinaram um documento de apoio ao Gilmar Mendes!
Entre eles o excelentíssim…

No apê do Piquet

Imagem
Ao chegar da academia, onde faz exercícios para enrijecer os glúteos, Nelson Ângelo Piquet se depara, em plena sala de seu apartamento de Mônaco, com uma pequena reunião familiar.
Distribuídos pelos confortáveis sofás de chenile vermelho estavam: Nelson Piquet, seu pai. Geraldo Piquet, irmão mais velho; Rodrigo Piquet e o caçula Pedro.
Em um laptop colocado em cima da mesa de centro a figura de Flávio Briattore se fazia presente. Usava o skype para participar via internet da reunião. Piquet pai toma a palavra:
-Nelsinho a gente precisa ter esta conversa... Você sabe bem o que representa o sobrenome de nossa família para o automobilismo brasileiro, não sabe?
-Sei sim, pai. Brasileiro e mundial...
-Então entende o porque desta pequena reunião?
–Não, o senhor sabe que não é problema só meu...
-Ah é sim! – corta Briattore com voz de robozinho, típico do skype. – Os equipamentos que a gente disponibiliza pra você e pro Fernando são os mesmos.
-Bem... Só você acredita nisto, mas vá lá que seja... –…

Leia este disco, ouça este livro

Imagem
“-Eu sou Ambrósio, eu vivo no mundo comprando vendendo e trocando figura!” Oriundo de Pernambuco em 1992 logo foram associados a então nascente cena do mangue beat de Chico Science e Nação Zumbi ou Mundo Livre S/A.
Porém o grupo oferecia mais que o batuque de maracatu misturado a rock pesado, psicodélico e funkeado das citadas.

Era formado por: Siba: inicialmente guitarra, depois rabeca; Eder "O" Rocha: percussão; Helder Vasconcelos: guitarra e teclados, depois percussão e fole de oito baixos; Mazinho Lima: baixo e triângulo; Sérgio Cassiano: percussão e vocal e Mauricio Alves: percussão.
As levadas da banda, embora tenham também exibam intervenções elegantes de guitarras e algumas cores modernosas, são do mais puro cancioneiro regional: forró, maracatu, coco, baião, caboclinho e ciranda. Com letras inspiradas na tradição popular.
Lançam um primeiro disco homônimo em 1996 de forma independente.
Produzido por Lenine e Marcos Suzano, vende vinte mil copias e chama a atenção da giga…

Ava(ca)liações chinesas - E choveu hein?

Imagem
Vitória mais que merecida. O alemãozinho que sente as bolas pesadas (não me pergunte de quem) é 100%. Toda vez que largou na pole, venceu.

O ornitorrinco foi o fiel escudeiro perfeito. Seu segundo lugar também foi merecido.

Botton foi o terceiro. Suficiente para manter a ponta da tabela e a vantagem sobre 1B.

Preferiamos que fossem sombrinhas e não guarda chuvas. Mas tudo bem...

Aqui a prova que nem tudo é controlado pelo estado na China. Os sonhos são livres.


Alguém pode me dizer que p... é esta?


-Ah você veio?
-Sim... Quis ver com meus próprios olhos as c***das que vocês estão fazendo.
-Alô! Mãe, avisa ao pai que tá chovendo, eu tô na pole e vou ganhar. Sem dúvidas!

Kubica tentou engatar seu carro na Toyota de Trulli. Ainda bem que a corrida foi de madrugada.

Até ia colocar aqui umas fotos do Lewis ou do Kimi, mas um estava rodando e o outro sendo ultrapassado por um carrinho de sorvete, duas horas depois do fim da prova.
Já do 1B eu postei... É só olhar nas fotos do Button, ele está logo atr…

Águas chinesas não (re)movem meninos

Imagem
Quando as imagens surgiram na tela e a pista estava molhada – para ser bonzinho – temi pelo pior. Esperava uma prova equilibrada, ainda que com leve favoritismo aos carros de Ross Brawn, e pensei que a chuva atrapalharia.
A largada, ainda sob a égide do safety car reforçou esta má impressão. Achei até que não agüentaria assistir a corrida que se avizinhava monótona. Ameaçando até neutralizar as vantagens e desvantagens da diferença de combustível nos tanques.
Alonso e a Renault de Flávio Briattore resolveram mudar a estratégia e por mais gasolina, só que foram traídos pela largada em movimento. O que na prática resultou em que o asturiano largou dos boxes e na ultima posição.

Porém, quando o Mercedão prateado apagou suas luzes e se recolheu aos boxes, o que se apresentou diante de nossos olhos foi um show.
Show de Sebastian Vettel, que sob temporais e pistas quase impraticáveis é um verdadeiro imperador.
Tocada segura, firme, elegante e principalmente: rápida.
Não foi nenhuma vez sequer ame…