25 de jan de 2010

São Paulo, 456 anos. Aqui tem de tudo.

Freguesia do Ó
Um casamento em dia de chuva...
Janeiro sempre chove muito em São Paulo e a frente da igreja está alagada.
Córregos que cortam a região teimam em retomar partes do terreno.
O lixo jogado nas ruas indiscriminadamente ajuda muito, e não é a cidade que joga o lixo lá... É?
Na porta da igreja o casal de noivos olha desolado o panorama.
Demorarão um pouco mais para poder aproveitar a lua de mel. Com a chuva e o alagamento a festa já era mesmo...
Um dos padrinhos sorri quando vê um caminhão e um trator se aproximar da entrada da igreja.
-Um presente! Chamei um caminhão e um trator para tirar vocês daqui...
-Sem pensar duas vezes sobem na pá do trator e vão sãos e secos, até a caçamba do caminhão, único veiculo capaz de se locomover com alguma segurança nas ruas alagadas. ber
Liberdade
Se alguém ainda não sabe, a Liberdade é o bairro onde se concentra a colônia japonesa em São Paulo. Quase todos os estabelecimentos são de descendentes nipônicos. Bares, mercados, restaurantes. Lojas etc.
Como fome, depois de penar a manhã toda atrás de um emprego, senta-se ao balcão de um destes botecos e é atendido por um jovem japonês.
-Tem café?
-Tem sim...
-Um café puro pra mim, por favor...
É servido.
-Já tem açúcar?
-Já....
-Tem coxinha?
-Não...
-Tem kibe, bolinho de carne, bolovo? Pastel?
-Não... Acabou.
-Que que é este negócio ai na estufa?
-Tempurá.
-Hum... Bonito. É frito?
-É sim...
-Me dá um...
É servido.
-Hum... É bom! Que isto no meio?
-Legumes... Tempurá é uma fritada de legumes, falando a grosso modo.
Ao mesmo tempo, no fundo do bar dois velhos riam muito, e falavam em japonês.
-Cê fala japonês?
-Não muito...
-Mas entende?
-Só um pouco.
-Do que eles estão rindo tanto...
-Deixa eu ouvir o que dizem ai falo do que estão rindo...
Os dois velhinhos continuam a falar e rir contagiando o desempregado.
-Estão falando de você...
-De mim?
-Estão dizendo que nunca viram ninguém comer tempurá com café... E estão perguntando se você faz o mesmo com sushi...
Bom Retiro
Acostumado a almoçar nos diversos restaurantes existentes no Bom Retiro, não havia um só que não conhecesse.
Desde o bar do Clovis e seus contra filé com fritas gigantescos até o Buraco da Sara, onde se come o melhor da comida kosher de São Paulo.
Mas nunca, em tempo algum sentiu vontade de comer no restaurante coreano do Liu Kim, o Happy dog. Dizem que coreanos comem cachorro e daí a servi-los no almoço é um pulo...
Mas naquele dia exatamente não conseguiu chegar a tempo para comer em nenhum lugar que não fosse o Happy.
Como o que não tem remédio, remediado está entrou no simpático estabelecimento coreano.
Com surpresa percebeu que a casa era do tipo self service, e que a comida servida não tinha nada de exótico.
Foi muito bem atendido e se fartou.
Na saída passou no caixa para acertar a conta, no balcão um saquinho de papel exalava um odor fortíssimo.
-Tinha de ter algo estranho... – pensou – Olha onde deixaram o saquinho com lixo.
Pagou a conta e de passagem pegou o saquinho para jogar fora.
-Hei! Pala, pala... Minha comida! – veio gritando uma senhora do fundo do bar...
Parou para ver o que acontecia e percebeu que a gritaria era com ele.
A velhinha coreana o alcançou antes que pudesse por o saquinho dentro de uma lata de lixo.
-Não joga fola não... Cheilo luim, mas comida boa...
Brás

E para aqueles que dizem que a cidade é feia, é cinza, é fria, é injusta...
Apure os ouvidos, firme bem os olhos, problemas todas as cidades tem e a beleza vai depender da forma como olhar.

9 comentários:

Manu disse...

É... SP é bem legal e bem bonita. Apesar de estar aí uma vez apenas, pude perceber que a cidade tem lá sua beleza. Eu gostei, mesmo q eu tivesse a visão de q não moraria nela, mais pelo tamanho uqe assusta qualquer um que viva no interior, tenho certeza q aí seria culturamente bem evoluída! xD
Estou indo aí na quinta feira a noite e vou aproveitar a sexta num passeio em algum lugar antes de sábado. Minha estada de sábado a tarde é no Estádio do Morumbi! ^^

Marcelonso disse...

Groo,


Uma cidade cosmopolita,com problemas é claro,mas com muitas belezas também.
São Paulo é fascinante.a

Parabéns para Sampa.

abraço

Alysson Prado "Balo" disse...

São Paulo parece uma colcha de PATCHWORK, com vários pedacinhos tanto do nosso país continental, quanto das mais diversas culturas do globo, tudo junto e misturado, sem discriminações, revoltas ou guetos, como em outras cidades cosmopolitanas do resto do planeta.

Viva Sampa e suas diversidades.

Parabéns Groo por estes posts panorâmicos.

Daniel Consorti disse...

1° parabéns Groo... Ótimo post!

2° parabéns São Paulo, apesar de todos os problemas, é uma cidade maravilhosa, com contrastes gritantes, mas uma beleza estonteante!

Grande abraço

oliver disse...

Pois é, Ron.

São Paulo.

Dizem que pode sair daí o novo presidente.

A credibilidade do Kassab com o povo de São Paulo subriu tanto que ultrapassou com larga vantagem o Serra.

Afinal de contas não é todo político que cumpre o que promete, e o Kassab conseguiu.

Ele prometeu que todo paulistno iria ter água.

E teve.

Marcos Antônio Filho disse...

Saõ Paulo terra boa, é a terra da garoa!

assim como qualquer metropole , tem diversos problemas, mas é uma cidade muito bela...

F-1 A.L.C. disse...

jejejjejee, esses dois japinhas são a cara de SP mesmo!

bom , não conheço sampa, mais se tiver Paceña lá o lugar não pode ser tão ruim...

De Gennaro Motors disse...

PARABENS SAO PAULO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

aquimesmo disse...

Hahaha... a do casamento é muito boa...!
Mas me diga uma coisa... Esse ano não teve o tradicional bolo de X metros?

*P.S.: Minha namorada, que é nissei por parte de mãe e sansei por parte de pai, faz um tempurá que é uma delícia!

-|T|-