24 de abr de 2010

Nomes

Escolher um nome para uma criança é coisa seríssima.
Um amigo nosso, por exemplo, não inventou e se deu muito bem... Tanto ele quanto a criança, que nasceu saudável e recebeu o singelo e bonito nome "Lorenzo".
Digam se o nosso amigo Marcelo “F1 à lo camba” Iriarte não foi muito bem na escolha?

Porém nem todo mundo tem bom senso e extrapola... Um nome estranho ou um nome fora de moda pode transformar a vida da criança em um verdadeiro inferno.
-Ih alá! O moleque se chama Gervásio! (Acho que não tem nome mais estranho e fora de moda que este...).
Ou até causar situações surreais e embaraçosas.
-Valdecir... Valdecir... Não tá ai na sala?
-Espera um minuto, foi no banheiro... – diz alguém
-Tá... Quando ela voltar pede para entrar no consultório...
Quando o médico - que preenchia algumas papeletas de cabeça baixa - ergue os olhos para a porta dá de cara com um sujeito de quase dois metros de altura e cem quilos...

Há alguns anos atrás a moda era estrangerizar os nomes, tanto que hoje temos milhares de Jenifers, Michaels, Brendons por ai.
E quase sempre com a pronuncia muito, mas muito prejudicada.
-Ô Jenerfí! Vem aqui menina... – é o que mais ouvimos pelas ruas da periferia de São Paulo, e posso apostar que pelas periferias de muitas cidades do país também.
E assim também o é com Michael, que vira Maicô e Brendon, que vira Brendão.

Costuma-se usar o nome de ídolos em voga à época.
Temos agora uma quantidade grande de Ronaldos, como tivemos uma boa batelada de Ayrtons tempos atrás.
Casos curiosos foram registrados, como aquele em que o pai queria registrar seu filho com o nome de Pelé.
-Pelé não pode...
-Não pode por quê?
-Por que Pelé não é nome... É apelido.
-E apelido não pode?
-Não...
-Mas alguém colocou o apelido nele, não foi?
Porém alguns nomes de ídolos que entram em desuso.
Rubens por exemplo não tem um novo registro desde 12/05/2002

Também tem os nomes totalmente esquisitos.
Conheço casos em que a criança vai realmente ter problemas se não arrumar um apelido urgente.
Já li relatos de crianças que receberam o nome de Umdoistresquatro da Silva, Umbelino e Gaudêncio... Pior não poderia ser.
Ou poderia?

Contam que um dia o cara chegou para fazer um cadastro qualquer e o atendente perguntou:
-Nome?
-Sasasamuel..
-Samuel?
-Sasasamuel...
-Ah, me desculpe... Não sabia que o senhor era gago... Desculpe...
-Eu não sou gago.
-Então não entendi!
-Eu não sou gago, mas o meu pai era... E filhadaputa era o cartorário que fez meu registro...

E estão no ar duas coisas...
A edição da RoB pós China, com a participação de Ingryd Lamas, que deixou o programa bem mais bonito e o Felipe Maciel, além de mim, claro!
E um novo banner, em comemoração aos três anos do Blig Groo, que eu, humildemente esqueci.
O aniversário foi no dia 19 de Março, como atesta este post do ano passado: Santa Madre.
O banner foi remodelado pelo jornalista e grande amigo Marcio Kohara, forista do FOVE e colunista do Best Cars, a ele os meus melhores agradecimentos, bem como a todos que fazem deste espaço o que ele é. OBRIGADO.

8 comentários:

Tohmé disse...

Fora aqueles nomes de pessoas que no mínimo, já nascem com 40 anos.

Edith é um exemplo. NÃO EXISTE CRIANÇA OU ADOLESCENTE CHAMANDO EDITH.

Já nasceu véia e é DONA EDITH....

Alysson Prado "Balo" disse...

Nossa que assunto tão velho e tão atual, uma amigo meu queria colocar o nome do filho de ANAKIN, por ser fã da saga estelar criada por George Lucas, mas a mãe resolveu prestar outra homenagem e o menino se chama ROBERTO MARLEY (sic), já o meu irmão seria chamado de ALADIN por obra do meu pai...mas mamãe foi esperta e colocou outro nome nele...mas o mais incrível é um primo meu...que se chama DAVIS WILLIAMS (a da F1 mesmo) CONAN (o bárbaro)...o resto é o sobrenome...ô povo para homenagear ídolos, mas esquecem de serem egoístas já que a pobre criança pagará o PATO mais tarde...

POST mais do que bem feito e que serve de campanha, mesmo se este não foi o intento, mas já serve de aviso...para não cometer um crime nominal desses!


abs.

ALYSSON PRADO "BALO"

Anselmo Coyote disse...

Passava das 20 horas e estavam todos ali, naquela pequena sala, numa audiência que começara às 14 horas. Muitos teriam que viajar mais de 200 quilômetros sob intensa poeira por estradas de terra daquela imensa porção do polígono da seca no norte de Minas Gerais. Era mês agosto, mas o calor era infernal (o Ron Groo devia fazer um estágio naquela pequena sucursal do inferno, afinal, nada melhor que estar preparado).

Mas nem tudo era miséria, fome, sensação de desconforto e desamparo. Faltava apenas a oitiva da última das 12 testemunhas ouvidas, todas falando sobre vaqueiros, bodes, onças, cavalos, palmas, roçadas de pastos e de mangas, tarântulas, horários, doenças, queijo e rapadura. A resignação reinante ia cedendo lugar à pequenas cintilações nos olhares antes perdidos, vencidos pela impaciência.

O Juiz chamou o meirinho, entregou-lhe um pequeno papel onde lia-se um nome escrito à mão, e ordenou-lhe que apregoasse a testemunha. Apregoasse... porque não dizer chamasse, pensou o meirinho? Mas era assim. Virou-se e saiu para apregoar a testemunha cujo nome estava impresso no pequeno papel à sua mão.

No átrio do fórum - átrio, é assim que se chama a ante-sala das salas de audiência. Voltando ao que interessa, no átrio ou ante-sala, havia muitas pessoas, cerca de 20, todas impacientes, com fome, calor e pressentindo o aperreio que seria a viagem.

O meirinho parou na soleira da porta, pigarreou e, sem cerimônias ou formalidades outras, gritou:

Manu disse...

Ih, já vi nomes bons nessa vida! A maioria por incrível que pareça veio de Goiás. Um deles eu vi esses dias na camiseta de turma de terceiro ano de um colégio de Itumbiara - GO. Na sequência tinha muitos nomes, duas colunas dividido meninos das meninas. Na listinha de meninas tinha: "Jine Kelly"... Provavelmente uma referência ao ator Gene Kelly. O problema, além da escrita incorreta, é que o nome foi dado à uma garota, sendo que Gene é apelido de Eugene, nome de homem no caso. Ou seja, as pessoas perdem o senso.
O meu, muitos dizem ser bonito e eu até acho muito, inclusive é raro porém não antiquado, muito menos inventado.
Mesmo assim me dá muita dor de cabeça por causa de um certo filme...
Fazer o quê né?
Abs, Groo! Bom fim de semana!

Marcos Antônio Filho disse...

Elvismarley tudo junto, foi o pior nome que já v na vida, eu me matari se tivesse um nome assim!

e parabéns pelos os 3 anos de blog!putz, quando tempo hein? tá falatado ainda uns 27 pra fazer 30 anos...rs felicidades,cara, de coração.

Marcelonso disse...

Groo,

E por essas e outras que o nome deve ser muito bem pensado.

Parabéns pelos 3 anos,uma bela marca,fruto de muito empenho e dedicação.
Que venham muitos anos mais.

Grande abraço

andreh disse...

Primeiro dia de aula na escola (faz tempo isso)e a professora de matemática começa a fazer a chamada qdo chega na Shirley! Repete outra vez! Nada! - A Shirley não veio? No meio da sala uma mão se levanta: - professora, é Silverley! Precisa falar q a sala inteira veio a baixo na gargalhada? Nome feio e a professora ainda lê errado! Coitado do Montanha! Parabéns pelo niver Groo!

Mauro Cesar Costa disse...

Parabens meu velho pelos 3 anos de Blig Groo, ele é minha referência e fico feliz em ter você como amigo. E quanto aos nomes hoje eu estudo com uma garota chamada Cabacilda (eu juro).