18 de jan de 2012

E segue o seco...


Não serei hipócrita. Continuarei não gostando de sua obra...
Não lerão que foi injusto o fato de Bruno ter ficado com a vaga apenas porque tinha uma carteira mais recheada.
Não leram quando Petrov ficou com a vaga na Lotus pelo mesmo motivo. Questão de coerência.
Não é porque acabou – se é que acabou – a longa passagem do 1B pela F1 que encontrarão aqui nada light ou condescendente.
Em minha ótica, sempre perdeu o bonde. Sempre perdeu as horas certas para algumas decisões.

O maior exemplo é aquele fatídico e emblemático GP da Áustria em 2002 quando cedeu a posição para o primeiro piloto. Poderia ter feito sem alarde. Não precisava gostar da idéia, ficar feliz...
Mas resolveu fazê-lo em cima da linha de chegada na intenção de deixar marcado que não estava de acordo. Se não estava de acordo e não havia nada que o obrigasse (entenda-se contrato), não fizesse. Simples assim.
Mas se havia algo escrito e firmado... A hora de ser o rebelde não era no último metro da última volta. Aquilo ao invés de significar rebeldia acabou marcando como o momento do “capachismo”.

E Rubens infelizmente não soube a hora de parar.
Poderia ter saído após um ano (2009) redentor com vitórias e poles pilotando o fenômeno Brawn. Seria a hora ideal... Sairia por cima, vencendo...
Era melhor ter ido ver o filme do Pelé...
Há quem dirá que seria impossível não aceitar uma proposta da Williams, uma das maiores e mais vencedoras equipes da F1.
Eu como fã talvez concordasse, mas a Williams que o contratou já não era a pálida sombra do time vencedor pelo qual um dia correu Piquet, Prost, Mansell e alguns outros menos cotados. Senna tio não vale por na conta...
O viés de baixa era visível e o tamanho da ladeira que começaria a descer parecia incalculável.
Em 2011, seu segundo ano pela Williams, marcou apenas quatro míseros pontos tendo assim sua segunda pior temporada na carreira, ficando atrás apenas do ano em que correu com a EcoHonda pintada com o mapa mundi...
O poço da equipe era, infelizmente, tão fundo que teve de alugar – não há outra palavra pra definir – suas duas vagas para este ano.
Era ou não para ter declinado do convite de Sir Frank Williams e ter ido curtir uma aposentadoria escolhida por conta própria e não imposta como a que agora se apresenta?

Porém pior que esta aposentadoria “forçada” seria fazer sua possível vigésima temporada andando em sub-F1 como os da HRT, única vaga ainda restante e pela qual eu não duvidaria que ele ainda esteja brigando.

Mas também não lerão mentiras. Ninguém lerá aqui que ele é um perdedor...
O cara fez na vida o que quis e o que gosta.
Ganhou dinheiro, estabilidade e notoriedade - em suas próprias palavras – se divertindo.
O que faz dele, no âmbito pessoal, um vencedor.
E na esfera esportiva também tem suas vitórias: é o recordista em largadas, o homem com mais GP´s disputados e com uma das mais longevas carreiras na categoria top do automobilismo.
São pequenas, insignificantes diante do título mundial que nunca veio, mas são vitórias...
Ainda assim continuarei não gostando de sua obra...

14 comentários:

Anônimo disse...

... e M.C., escreve: Austria 2002. Erro fatal que poderia ter sido quaaaaase fatal. Mas virou um marco do Segundismo Enrustido. Sim. Por quê do S.E. ? Teve chance de se redimir o riloto ? TEVE ! Sequer colou no Xumi Xucrute. Teve chance de dizer ao boçal povo pindoramense( e outros que torciam por sua rilotagem ), esse inocente incorrigível que chora pelo Nengão e Cocôrinthians( time dele, Pãodechinello) ! Que soube explorar a imagem do crube de "coração". Só soubemos da torcida dele pelo 2° pior time de Pindô após correr mais de 10 anos na For Mula Hum. Piquepai, no 2° ano, aparecia com a camisa do Vascocô. E isso não fazia diferença naqueles tempos idos ), que deixa os corruPTos passarem a mão na sua bunda e ainda pede bis, que fica abismadíííííssimo por um não estupro num pograma de baixíssima qualidade da tv - algo que, cada vez mais, se mostra armação, assim como o cancer da presidenta kixiner( mas o que a argentina tem a ver com Pindorama ? Populismo ?). Povo que agora espera ansiosamente pelo carnaval e que as vítimas de tudo se explodam ! Caradepaubello preferiu seguir os marqueteiros de prantão e enganar os tolos pois o país é deles. Só que não contou com a internet ! 2002 - 2003... - foi praticamente o ano da primeira grande entrada de lunáticos doidões com um mínimo de massa cinzenta no côco ! E a máscara hipócrita dele e de muitos foram sendo detonadas a partir deste ano... e ainda são ! Tchau ! Vá com Deus. Ganhou muito, parabéns. Mas prestígio é pros gigantes ! Zaca Bundinha, vai ter enrolação este ano ? Veremos. Acredito que sim. Senhor Groo, o programa " Mulheres ricas ", gostou ? Parece que sim. A sem terra e rilota de bruto continua boazuda ! Vi uma foto dela e merece bisar a pleibói ! Marcelonso me disse que o senhor não perde um e é fã da Feísa Tamborindegui...

Rubs Cascata disse...

Todos anunciam que Senna comprou o assento e que a Williams precisa do aporte financeiro. Ledo engano. É Frank Williams quem está pagando.
Pagando por uma dívida de um carro que, no passado, se comportara como seriema a correr na estrada. Pagando pela maior comoção que já testemunhou em toda sua vida de corridas. Bruno leva aporte como qualquer outro, mas, por ser tecnicamente mais frágil, quem paga é Frank e, ao fazê-lo, presta um tributo à memória, ou, quem sabe, à sua própria consciência.

Aos 39 anos, o Beato Barrica, enfastiado como abelha que estoca mel excessivo, embriagado no néctar do seu entusiasmo, é uma taça que quer transbordar-se: que seria do esplendor da F1 sem olhos que o vejam e se regalem? Anuncia que descerá às profundezas e iniciará seu ministério público. Não leva nenhuma serpente, ou águia, mas a sua fiel e imortal tartaruga.
Para atingir a turba, anuncia em sua rede social:
- Senhores! Que significam vossos efêmeros segundos e décimos de segundo e milésimos de segundo diante da totalidade do tempo? O que é um macaco para o homem a não ser motivo de riso ou vergonha? O que são vossas vergonhas fugazes na perspectiva do eterno?
- Senhores! Eu vos proponho a subversão de todos os pequenos valores fundados na efeméride dos segundos: eu vos proponho o Homem-Tartaruga!
Ao que a multidão respondeu:
- Chegastes em segundo, Ó Beato. Antes de ti, veio outro herói que nos ensinou o Super-Homem. É bem verdade que passou tão rápido quanto uma estrela cadente, mas, com ele, aprendemos a fabricar meteoros. E fabricamos o novo Barão Vermelho, Dick Vigarista; vimos o El Cid das Astúrias; nos surpreendemos com Cavaleiro Negro e nos divertimos com o Ice-Man. Agora, nos deleitamos com a Lebre Maluca...
E, assim, mestre do tempo, Beato Barrica inicia o seu ocaso, indicando que o futuro é aberto e infinito como a totalidade do tempo.

Cristiano Matheus disse...

Olá Groo!!!

Acho que o Barrichello um Grande Piloto. Mas, sempre mas... ser o Sucessor de Senna Tio é uma tarefa ingrata!!!

"Respeitando ao Próximo, que nos faz Respeitáveis!"

O grande erro de Barrichello é ter a língua maior que a Competência! Se ele deixa-se o Galvão com seus Eufemismos e se Dedica-se a ser um campeão. Teria mais resultados e menos piadas no Curriculo!!!

Até mais...

Humberto Corradi disse...

Vida que segue.

Alguém ousaria dizer que Barrichello não teve oportunidades?

Sua saída foi um ponto final na mesmice.

Valeu

speed.king.thrasher disse...

Inegável que o Rubinho tenha sido um bom piloto. O problema foi,até como vc colocou, algumas atitudes erradas. Áustria 2002 foi uma faca de dois gumes. Não sei se ñ fazer aquilo seria melhor... na verdade, nunca vamos saber.

Abs!

Marcelonso disse...

Groo,

Gonçalves fez a sua história na F1 e ganhou também muito dinheiro.

Assim como você, vejo que ele perdeu a hora de parar em 2009.

Mas não esquenta, garanto que ele vai comentar as corridas ao lado do Gavião...

abs

Manu disse...

No facebook vc escreveu que não éramos obrigados a concordar.
Mas digo que concordo. Com tudo.
Sem mais. ^^

Abs!

PS: adoro FNM, portanto, excelente música.

Marcelo Betioli disse...

Rubinho foi sim um bom piloto, mas talvez tenha pecado por não ser tão arrojado em momentos decisivos.

Abraços.

Paulo Levi disse...

Schumacher estacionou no meio de uma curva no treino para o GP de Monaco com a intenção de impedir que outros pilotos ameaçassem sua pole position? Tudo bem!

Alonso não sabia de nada sobre a armação potencialmente homicida envolvendo o seu companheiro de equipe e o Flavio Briatore no GP de Singapura? Tudo bem!

Hamilton mentiu aos fiscais da FIA sobre a manobra de bastidores para que o Trulli ficasse atrás do safety car no GP da Austrália de 2009? Tudo bem!

Fisichella não conseguiu fazer absolutamente nada nos GPs em que pilotou pela Ferrari? Tudo bem!

Schumacher (ele de novo) espremeu o Barrichello contra o muro no GP da Hungria, e só disse um "desculpe" meia boca depois de fingir que nada de mais havia acontecido? Tudo bem!

Barrichello foi incapaz de corresponder à expectativa popular de que seria o novo Ayrton Senna? E além disso, não soube agir de modo frio e dissimulado quando a Ferrari o intimou a ceder a vitória a Schumacher no GP da Áustria de 2002, nem mandou a equipe às favas (junto com sua carreira na F1) para mostrar que não tem sangue de barata?

Bicha, bicha, bicha!

Realmente, os critérios de avaliação utilizados por grande parte da torcida brasileira da F1 dariam um belo tratado na área da psicologia social.

Anônimo disse...

... e M.C., escreve: destes, adorei o Pubs Cachaça. Bebeu o baianeiro. " Enfastiado como abelha blá blá e blá, embriagado no blá blá blum do blá blá blá, é uma taça a bla blá blááááá no expirililou : blá bliu bló bló de blu blu bleu ? " A-do-rei ! Um blablazeiro falando de outro blablazeiro. Mas desde quando o Nectarzinho Abelhudello queria ir embora, Pubs ? O cara tava segurando o último favo de mel da colméia com o ferrão ! Se fosse um cachorro, não estava largando o osso nem por um cacildis ! E volto a repetir porque aqui o pessoal é meio lesadinho: Lentinho Podiumdechinello errou em não dizer ao estimado público que era... 2° piloto ! Enganou como quis todos nós e esse foi o seu erro. Quando a farsa foi descoberta, uns 6 anos atrás, caímos na pele dele e com toda a razão ! Que que fez o riloto ? Continuou na mentira apoiado por Babão o Bão ! Preferiu dizer que a esCUderia estava dando o melhor carro pro alemoa... que os mecânicos demoravam mais nos pitis xtópis dele e blábláblá e mais blá blá blá ! Uma blablablazice sem fim e chatééééééérrima tos os sábados e domingos ! O irlandes foi mais MACHO ! O tal do Edi Irvaini ! E está tão rico quanto ele ( ou mais ) ! Vá com Deus, curta o dindin que ganhou e não encha mais o saco ! Vá jogar golfe, bocha( cai bem com ele), porrinha... ensinar o filho a pegar surf ! Seu Zaca Bundinha está agora na alça de mira ! O bola murcha( nada de blogo, por favor !) da vez ! Dona Blogo também. A raposa esportiva tá chegando ! Liberdade para mim e para quem tem um pouquinho de dindin ! O novo sempre vem.... amém !

Net Esportes disse...

Groo, você tocou em um ponto muito interessante. O que ele fez naquele GP da Áustria serviu para que ele não acabasse como o nelsinho piquet, ou seja, se manteve na F-1 para ter a chance da vida naquele ano da Brawn. ... so que não aproveitou. Assim sendo ele devia mesmo ter chutado o balde e não ter dado a ultrapassagem, teria virado um herói nacional (mas isso também depende um pouco de como a Globo faria sua imagem nesse caso).

Anônimo disse...

... inocente. Temporada de 2002. Pilotos da Ferrada. Michacher X Ruchello ! Colocação dos dois , respectivamente até o GP na terra do Niki... Autrália: 1° X Abandono. Malásia: 3° X Abandono. Pindorama: 1° X Abandono. San Marino: 1° X 2°. Espanha: 1° X Não largou... nem quero saber por cuá. AUSTRIA: a vergonha vergonhosamente vergonhosa. Sem dúvida, se Ruimzinho tivesse tido a coragem nos últimos 100 metros daquele fatídico GP( para ele ), estaria morto para F1. HA ! Inocente ! AH ! No final, 144 póintis para o alemoa e 77 póintis para o pindoramense.


M.C.

Guilherme da Luz disse...

Gostei sim do seu comentário. Rubinho nunca venceu e sempre foi crucificado mas a diferença é que ele fazia o que gostava e ganhou muito dinheiro com isso, notoriedade e fama. E nós aqui, atrás da televisão falando mal dele temos mesmo é que ficar quietos...


Um abraço,


Guilherme da Luz
www.seguroauto.org

Hugo Becker disse...

Um belo texto. Realista, sem a paixão do torcedor, admitindo fatos que existiram e ressaltando defeitos e erros que também existiram.

Não esperava menos de você na despedida do Rubens. E mais: concordo sobremaneira com a questão "sempre perdeu o bonde". É EXATAMENTE isso. Infelizmente.