Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2013

F1 2013 - Grã Bretanha - A borracha da discórdia ataca novamente

Imagem
Não... Não foi a corrida do ano.
Também não foi cem por cento ruim, mas foi emocionante a seu modo.
E mais uma vez, as grandes estrelas da festa foram?
Os pneus, claro.
Primeiro pela nota baixa.
Era um tal de estourar pneu traseiro que não tinha tamanho.
Estouravam mais fácil que balão de festa... Hamilton, Massa, Vergne, Perez...  Alguns de pneus macios e outros de pneu duro, o que mostrou claramente que o problema é do pneu e não da opção escolhida.
Pela primeira vez foi lida nas redes sociais a palavra “vergonha” em relação aos pneus de esperma seco da Pirelli.
Sintoma de que a instabilidade criada artificialmente pela empresa já deu no saco.

Não que o problema tenha sido sanado, mas quando os estouros rarearam começou a rotina das ultrapassagens dos pneus novos sobre os gastos.
Ou dos que tinham coragem de arriscar sobre os que queriam evitar que o próprio pneu dechapasse.
Foi nesta batida que Webber quase levou a prova nas ultimas cinco voltas.
Também foi assim que Alonso fez das…

Mark Webber? So long, farewell, good bye

-Oi...
-Oi... E ai tem algo pronto?
-Não, não tem... Infelizmente não tem.
-Mas poxa!
-Poxa nada... Espera o homem morrer primeiro.
-Poxa, quantas vezes vou ter que lhe dizer que grandes homens com idade avançada tem necrológios prontos sempre?
-Você já disse, já repetiu... Mas não concordo.
-Mas é como funciona! Veja bem... Oscar Niemeyer já tinha o dele pronto há anos!
-Mas o homem tinha cento e porrada de idade também...
-Tá... Concordo. Mas ainda assim, não vou fazer um necrológio para o Mandela com ele ainda vivo. Sei que ele está mal, que tem idade avançada, mas não vou fazer é macabro.
-Cara, pensa bem... Deixa te contar outra história.
-Ok, conta.
-Quando Cazuza agonizava publicamente em decorrência da AIDS, todos os veículos da época prepararam lindos artigos sobre a vida do exagerado, ninguém pensou se aquilo era macabro ou deixava de ser. Quando finalmente ele se foi, todas as publicações tinha ótimos e lindos textos sobre ele.
-Hum... Sei.
-Sabe?
-Sei... E sei também que e…

Semana de GP da Grã Bretanha

Imagem
Neste fim de semana tem a corrida em Silverstone, Inglaterra. Uma das mais tradicionais corridas da F1.
Tanto que foi lá que se correu a primeira etapa do primeiro campeonato mundial da categoria.

Hoje nem é das mais empolgantes, infelizmente.
Apesar de ainda ser um circuito de alta, as mudanças – pontuais – através do tempo foram deixando o circuito um tanto mais “comum” se é que se pode dizer isto.
Trocar o local de largada foi o que mais doeu.
Era lindo ver os carros partir rugindo e disputando espaço – todos embolados – e ter de enfrentar a Copse.
Porém o país parece viver só do passado.
Tão anacrônico quanto ter uma rainha em pleno século XXI que não manda nada, mas demanda gastos absurdos para manutenção de seu reinado e ainda assim é respeitada por boa parte da população.
E segue.

O país é tido com o inventor do futebol.
Sem os jogadores de outros países, seus times são uma piada de mau gosto. Isto sem falar na seleção que ganhou uma única vez a copa do mundo e daquele jeito...

Aprovaram a "cura gay" e a cura para imbecis, vem quando?

Imagem
O país pegando fogo, por vezes literalmente, e vem um enrustido se preocupar o que o individuo faz com a própria bunda entre quatro paredes...

E o pior: quer que a tal “cura” seja feita pelo SUS!
Logo o SUS que de tão bem aparelhado, tão bem servido de recursos, com médicos satisfeitos e bem pagos não cura nem resfriado.
Corre o risco de acontecer o seguinte.

-Valdecir Soares. – chama o médico de dentro de seu consultório no pronto socorro.
-Dá licença?
-Pode entrar. O que acontece?
-Estou sentindo o corpo mole, tenho tido febre e dores nas costas e nas pernas.
-Faz tempo?
-Uns quatro dias.
-Já teve isto antes?
-Não.
-O senhor é casado?
-Não.
-Hum...
-É virose, doutor?
-Não, é viadagem.
-Como?
-Não sei, às vezes come, às vezes dá... Mas assim. Vou receitar amoxicilina, ibuprofeno se tiver febre...
-Mas...
-Não, não adianta perguntar que não damos atestado, no máximo declaração de horas...

O cara sai do consultório e liga para o trabalho.
-Oi... Vou chegar atrasado, estou no pronto soc…

Porque - apesar de tudo - beleza ainda é fundamental

Há quem não goste da banda exatamente por achar que lhe falta um rosto de verdade.
Claro, o rosto há, mas é preciso estar familiarizado com coisas como anime, mangás, HQs para entender realmente a proposta do Gorilazz.

Damon Albarn, líder do Blur, juntamente com Jamie Hewlett - um dos responsáveis pela HQ Tank Girl (nunca li...) - são os responsáveis pela criação da banda virtual.
Bem calcada na eletrônica e com ecos do britipop do qual Albarn é egresso.
Junto aos dois, um combo de músicos convidados que se revezam nos instrumentos e que já contaram com gente do Clash.
Apesar de ter vendido mais de quinze milhões de discos, se ouvia muito a reclamação de que faltava alma, sentimentos.

Outro dia, zapeando pelo youtube, encontrei um vídeo dos músicos por trás do grupo tocando nos estúdios da BBC Radio 1.
A canção originalmente também é uma balada, porém é sustentada por camadas de teclados e sintetizadores que – se não tiram a sua beleza – a deixam muito etérea e um tanto distante.
Esta…

Para descontrair (mas não muito)

Imagem
E de nada adiantou...  Coulthard estava sozinho e contra uma multidão que vinha para cima dele rugindo.  Reparem na posição de ataque do exército do mal pintado de vermelho...
David protestou para que democratizassem as vitórias em Mônaco, mas não obteve exito.
Venceu lá quando foi pilotar pela McLaren que, não é nada, não é nada... Não é nada mesmo. Só outra casa do mal...

#ogiganteacordou

Imagem
A ação violenta da semana anterior serviu como catalisador e acabou atraindo muito mais gente para as ruas.
Estimaram sessenta e cinco mil nas ruas de São Paulo.
Todos em ordem, em paz... Vigiados de perto pela PM, mas não houve sequer uma arruaça.
A certa altura, os manifestantes se sentaram em meio a Avenida Berrini e aplaudiram os policiais que aplaudiram de volta.

No Rio alguns especialistas chegaram a falar em cem mil.
Todos pacificamente caminhando.
Alguns - não se sabem quem, de onde ou o porquê - queimaram um carro da Assembleia Legislativa.
Provavelmente vandalismo puro, simples e destoante do espírito da noite.

Em Brasília, estudantes e trabalhadores tomaram o prédio do Congresso nacional, subindo e descendo a rampa do prédio que mais simboliza o poder no país.
Houve tensão, mas não repressão.
Provavelmente a imagem mais sintomática e bonita de todo o movimento.

A nota baixa fica por conta de Minas Gerais.
Enquanto entrevistado pela TV, comandante da PM mineira dizia que seu…

Street fighting man - ou - A hora e a vez de ir pras ruas

Imagem
Um cara é abordado em frente ao portão do prédio onde mora.
O bandido, provavelmente um menor, tira o celular do cara (que não reage) e ainda assim é assassinado.
Outro cidadão é assaltado dentro de seu estabelecimento comercial, não reage e é morto com um tiro no peito.
Mais um? Bandidos tiram o dinheiro – duzentos reais – de um homem.
Este ajoelhado, novamente sem reagir recebe os disparos no rosto. Também morre.
Para esta raça não há policia militar suficiente, mas para reprimir manifestação pacifica o governador do Estado de São Paulo Geraldo Alckmin destaca um PM para cada cinco manifestantes.

De outro lado, estádios são construídos superando em bilhões os orçamentos originais.
Sem contar com o superfaturamento.
Alguns em lugares que não há tradição de futebol e nem futebol profissional. Verdadeiros elefantes brancos.
As obras de infraestrutura prometidas não passaram de maquiagem – mal feita – e saíram pelo preço das obras prometidas.
Curiosamente, esta grana apareceu sem esforç…

Conto para o dia de ontem

Imagem
Estela e Walter estavam casados há mais de dez anos, mas ainda se diziam namorados, eternamente.
Os parentes e amigos disseram - direta e indiretamente – que ela enterraria sua vida, sua carreira para cuidar dele. Iria dentro em pouco se formar em comunicação social.
E mesmo que ela argumentasse que ele não tinha nenhum problema - além do óbvio - que ele era independente.
Não adiantava, ainda assim torciam o nariz.
Casou-se sob olhares desconfiados, quase de pena, porém foi feliz desde então.
Sempre soube que não seria fácil, mas o que nesta vida é?
Com o tempo a desconfiança foi cessando e todos viram que aparentemente a vida seguia em boa ordem para Estela.
As mudanças foram poucas e a maioria delas vistas apenas dentro de sua casa, algumas adaptações normais e necessárias como deixar as coisas sempre nos mesmos lugares, para evitar que ele tivesse de memorizar tudo outra vez.
Assim, suas coisas de uso pessoal sempre estavam nos locais pré-determinados: sabonetes, escova de dentes, …

Noticias relevantes sem importância nenhuma

Imagem
Primeira.

Durante Jornada da Juventude, também conhecida como visita do Papa Hermano I ao Brasil, cidade do Rio de Janeiro terá quatro dias de feriado.
Trabalhar para que?
O mais legal?
Ateus, evangélicos e afins agradecerão ao pontífice os quatro dias de vagabundagem.

Segunda.

Cantora (hahahahahahaha) da banda calipiso, a cabra gritante Joelma anuncia o fim do grupo,
Ela vai se divorciar?
A pergunta procede, afinal, a banda toda era formada por ela e o marido e um toca fitas...
Além de anunciar o fim das atividades do grupo, ainda mandou na lata que vai se tornar cantora gospel.
Não tem nada ruim que a religião não consiga tornar ainda pior.
Ao ouvir tais declarações, um monte de gente boa fez facepalm e disse: “-Ai meu Deus...”
Deus, ao ouvir também fez facepalm e mandou: “-Ai meu Eu...”.

Terceira.
Grupo Abril anuncia a “descontinuação” (palavra embucetada para dizer que vão fechar) de algumas revistas e que seu canal de TV – a MTV - só ficará no ar até Dezembro e apenas com reprises.

Lado B do GP - Canadá, a corrida do porém

Imagem
Depois de bater na classificação, de forma louvável tentando melhorar seu tempo, conseguiu ultrapassar oito carros durante a corrida e chegar no maravilhoso oitavo lugar, porém...
Coloque sete ultrapassagens na conta do DRS e... Não.
Deixa pra lá.
Massa foi só o lado B mesmo.

Valteri Bottas largou em terceiro!
Não vou esconder que vibrei, porém...

Mas quando vi que antes da décima volta ele já estava de volta à realidade da Williams neste ano não me decepcionei.
Dizem que é melhor amar e perder que nunca ter amado, logo...
Melhor largar em terceiro de vez em quando que nunca ter largado.
Go Williams, go!

A Lotus é um time legal.
Contratou Kimi Raikkonen e está dando condições para que o finlandês bebedor faça história: vinte e quatro corridas na zona de pontos.
É bem diferente do recorde de permanência ou de gp´s disputados, que no fundo não passa de prêmios à mediocridade, porém...

A equipe está abaixo do anda merecendo o cara.
Na verdade, fazendo um esforço sobre humano para lhe dar…

F1 2013 - Canadá: uma verdade inconveniente

Imagem
Curiosamente não se pode reclamar dos pneus de esperma seco da Pirelli nesta edição da corrida canadense. Ponto bom.
Mas...
Houve um momento em que achei estar vendo F-Indy de oval, tal a facilidade de se ultrapassar nas áreas de DRS.
Não que seja a favor da asa que abre e fecha deixando a ultrapassagem algo tão banal quando virar o volante na curva, mas ainda assim é mais aceitável que a porcaria do pneu que não permite que o piloto tire do carro tudo que ele pode dar.

A corrida do Canadá mostrou um pouco de verdade que foi impossível ver em outras provas.
Se infelizmente Vettel se arrancou na frente e ninguém mais o viu, paciência.
Viu-se também a boa forma de Alonso brigando pelo pódio, a ruindade de Felipe Massa que nos seus melhores momentos brigou pelos fantásticos sétimos e sextos lugares.
Pode-se ver também que a Lotus não é esta maravilha toda, apesar de Kimi – o único piloto da equipe – ter feito a corrida toda com apenas uma parada.
E também deu para ter a exata ideia do qu…

Entre Nous

O baterista original, John Rutsey, tinha se afastado por problemas de saúde e o agente da banda então sugeriu que fizessem audições para encontrar um novo titular para as baquetas do grupo.

Atendendo a uma solicitação, Neil Peart coloca seu kit no carro – um Ford Pinto, se não me engano – e segue para a tal audição.
Impressiona instantaneamente tanto Geddy Lee quanto Alex Lifeson que ainda assim, não dão o braço a torcer.
-Não queríamos demonstrar o quanto estávamos impressionados. – disse Lee um tempo depois.
Tratam o cara com certa frieza chamando-o simplesmente de “novato”.
-Para protegê-lo... – revelou Alex.

Conversam sobre bandas, músicas, filosofia, política...  A fluência verbal de Neil vai cativando os dois.
Perguntam sobre quase tudo, e sobre quase tudo ele tem algo a dizer. Uma opinião...
-Olha só! Quantas palavras diferentes que ele usa! – espanta-se Alex.
- Deve ter lido uma porção de livros! – comenta Geddy.
-Acho que é bom ficarmos com ele...  – fala o guitarrista.
-Tant…

Academia de corridas da Caterham - ou - Escolinha de pilotos do Tio Tony

Imagem
E começa a coletiva de lançamento do programa de jovens pilotos da Caterham.

Tony Fernandes: -Boa noite, sou Tony Fernandes e estou aqui para lançar nosso novo projeto para jovens promessas do automobilismo. Visamos com isto descobrir e apoiar pilotos talentosos para que um dia – quem sabe – possam ser pilotos de F1. Perguntas?

Repórter: -Senhor Tony, o senhor quer fazer algo nos mesmos moldes do que a McLaren fez com Lewis Hamilton?
TF: -Não... Nosso plano é melhor. Não queremos criar apenas um Hamilton. Queremos mais.

R: -O senhor acha que há mais pilotos como Lewis Hamilton para serem descobertos e lapidados?
TF: -Mas vocês insistem não? Por que tem que ser outro Lewis Hamilton?

R: -Tá certo... Então pretende algo como o que faz a Red Bull? Criar uma equipe satélite e colocar pilotos para fazer uma espécie de vestibular e se for bem promovê-lo a equipe principal?
TF: -Não... Isto é dispendioso demais. E sinceramente? Não vão descobrir outro Vettel.

R: -Então seria como na Ferrari?

Antes era pior... 13 - Comerciais

Imagem
Há quem hoje reclame das ações publicitárias dos pilotos.
Felipe Massa vendendo pneus sem conseguir pronunciar a marca direito por problemas claros de dicção.
Webber vendendo leite, outro vendendo xampu anticaspa... E por ai vai.

Antes era pior. Creia.
Os pilotos faziam seus merchans, claro.
Mas a maioria das campanhas usavam apenas imagens e lógico, as pinturas dos carros.
Já se viu propaganda até de funerária nos carros. (Grande Arturo Merzario!).
E casos em que carros viravam autenticas colchas de retalho...
Não me lembro bem se foi a Toleman que vendeu espaços para comerciantes locais em um GP, mas houve um caso assim.
E o mais famoso, talvez, sejam os carros da Forti Corsi, que mais pareciam folhetos promocionais do supermercado de um dos donos, o Abílio Diniz, que, aliás, era pai de um dos pilotos da equipe, o Pedro Paulo Diniz. Um dos piores motoristas brasileiros a dirigir um carro (quase) de fórmula.

Porém o caso aqui é mais complexo.
A Denim, por anos patrocinou equipes, pil…

Da série: Por que não me surpreendo? - Mercedes diz que pode sair da F1

Imagem
Interessante a Mercedes dar a entender que poderia deixar a categoria em função das acusações que pesam contra Bernie Ecclestone.
Se isto fosse sério mesmo, com a quantidade de acusações contra o velhinho da fuzarca, a equipe nem teria entrado na categoria...
Mais legal ainda é dizer isto logo após ser denunciada por ter feito testes privados.
Tipo: Se ferragem a gente, saímos e botamos a culpa no Ecclestone...

Agora... Qual seria a punição contra a equipe no caso dos testes?
Vão tirar a vitória do Nico? O que tem menos culpa?
Tirar pontos da equipe?
Vai fazer uma diferença...

Se fosse aqui no Brasil a Mercedes poderia deixar que tirassem a vitória do Nico e depois ir à público e usar a estratégia mais usada por estas bandas: sair gritando que é preconceito.
Poderiam até não devolver a vitória para o rapaz, mas iam atrair a atenção da mídia e juntar um monte de artistas dizendo: “-Vitória para o Nico, e a FIA não nos representa...”.

Sashimi de bagre

Imagem
Canário... Arruma alguma coisa pra gente comer ai! Pra acompanhar a cerveja... – grita Dito, o ex-prefeito.
-Cuidado... O último que pediu desta forma pro Canário quase casa com ele... – ri Andrade, o professor aposentado.
-Eu ouvi! Eu ouvi... Vão à merda! – protesta Canário que desde que os dois chegaram ao bar não saiu da cozinha nem para cumprimentá-los.
-O que tem o botequeiro hoje?  - prossegue Andrade - Nem veio aqui pegar na nossa e balançar...
-Ô Andrade! Eu ouvi esta também...
-Na nossa mão pô... Seu botequeiro mente suja... Que sua cozinha era suja a gente sabia, mas a mente?
-Suja? Tem certeza? – se espanta Dito - Quando eu era prefeito o bar nunca foi nem notificado pela vigilância sanitária... Eu sempre achei que era por ser limpo.
-Deve ser porque tudo na sua administração era suspeito... – grita Canário.
-Porra, Canário! Quem tá te zuando é o Andrade...

Risos abafados dão lugar ao silêncio por alguns instantes até que Dito, realmente preocupado cochicha com Andrade.