26 de nov de 2014

Crônica do GP: Definindo Abundabe

Abundabe é um circuito que parece, mas não é.
Parece legal, mas não é.
Parece emocionante, mas não é.
Parece desafiador, mas não é.
É travesti: parece mulher, mas não é.

O circuito é tão sonolento que deveria se chamar Autódromo Internacional Jenson Button.

Abundabe é como olhar um aquário: é bonito no começo, mas depois fica chato para caramba.

Abundabe é asséptico.
Nada se cria por ali...
Nem disputa, nem emoção.

Abundabe só não é comparado ao vácuo porque algo se propaga lá: a chatice.
E com a falta do barulho dos motores, também o sono.

Abundabe começa com a luz do sol e termina com a noite.
Isto explica porque dá sono.

Aqui no Brasil, Abundabe começa com os restos do café da manhã e termina com o começo do almoço.
Ainda bem...
Para aguentar aquilo só a lembrança da pizza do sábado à noite e a expectativa do almoço do domingo.

Mas  para este ano a escolha da pista final para o campeonato não poderia ser mais acertada.
O campeonato foi extremamente chato.
Mas não pelo domínio, que sempre tem, mas pelos dominantes: tanto equipe quanto pilotos não têm nem sal e nem açúcar.
Insossos.

10 comentários:

Manu disse...

Chato. Bem chato.
E a transmissão ajudou a tornar o chato, ainda meio vulgar com um falatório extremante inútil.

Abs!

Anônimo disse...

Aposto que deve achar 92, 2002, 2004, 2011 e 2013 muito excitantes.

Não foi o melhor dos campeonatos mas houve o que discutir, houve polêmica, houve disputa até o fim.

Ah, o visual do seu blog é muito poluído.

Ron Groo disse...

Ce achou poluído? Foda-se.

Anselmo Coyote disse...

Não é só o falatório que é inútil. É tudo. Mas depende do ponto de vista. Para agradar os sennistas tem de ser assim e fodam-se as exceções, que são os sennistas que entendem de F1.
Abs.

regi nat rock disse...

pq será que quem critica se esconde no anonimato. Concordo com td o que vc escreveu, Groo, mas dessa corrida, eu gostei. Acho que por uma razão especial. Tirei o som da tv..... Sem som, num domngo modorrento, casou com sua descrição.

Marcelonso disse...

Groo,

O lugar até pode ser bonito, mas sem um traçado decente não adianta.

É uma pena que a F-1 em busca da grana, tenha adotado uma penca de traçados enfadonhos.

Na boa, hoje a esmagadora maioria dos circuitos são umas porcarias. Na minha lista escapam apenas uns oito, e olhe lá.


abs

diogo felipe disse...

Autodromo Jenson Button foi zuera demais, acho q o Sr. Groo tem uma certa queda platonica pelo Button. kkkkk

Rubs Cascata disse...

Essa arquitetura é esquisita. Agora entendo porque o parque da Ferrari tem o formato de calcinha.
Ron Groo, pare de resmungar como uma cancela batedeira e escreva logo uma porra de post para a Williams. Carái véi. Caboclo ranzinza.
Abs.

Alexandre Carvalho disse...

Comparar o Jenson Button a alguém sonolento é, no mínimo, desconhecer totalmente seu valor como piloto. Um cara sonolento jamais seria campeão do mundo. Nem mesmo a bordo de um foguete como a Brawn GP na primeira fase do campeonato.

Rafael Schelb disse...

Minha mãe, que nunca para pra ver corrida, adorou. Achou o hotel prestobarba lindo... hehehehe