5 de jul de 2015

F1 2015: Inglaterra - Quando o que sempre salva vem para atrapalhar

Foi lá que tudo começou.
O traçado é diferente... Até o local da largada é diferente e confesso: não gosto.
Continua sendo uma pista ótima e é sempre bom ver algo tradicional nesta F1 tão desfigurada pelo tempo, pela grana, pela ganância e pela politicagem.
De qualquer forma, dá para ter um gosto de nostalgia em ver largadas lá.
Tomara que continuem largando em Silverstone por muito tempo ainda.

E que largada a deste ano...
Felipe Massa, Valteri Bottas e suas Williams maravilhosas pularam na frente com autoridade.
A diferença entre dois pilotos - ainda que um seja mediano - e dois cones em carros fantásticos.
E Bottas ainda deu uma erradinha, se não era P1 e P2.
Mas o tão propalado e propagado azar de Felipe conseguiu marcar presença quando as Lotus de Maldonado e Grosjean fizeram caquinha e trouxeram o SC para a pista.

E na relargada, o cone #44 fez o que sabe fazer melhor: burrada.
O burro atacou de forma atabalhoada o Williams 19, fritou pneu, saiu da pista, perdeu posição para o Bottas e fez a alegria de quem gosta de pilotos bons e não cones de capacete.
Hamilton burro.

E só a equipe, com uma estratégia de parada perfeita para consertar a burrice.
E só uma burrice na estratégia para destruir um trabalho.
Hamilton vai para a parada antes de todos, Massa demora uma volta a mais e perde a liderança.
Ainda ficam na frente do cone #6, que não tem balls suficiente para passar Bottas no retorno à pista.
E quando a corrida entrou no modo automático a torcida passou a ser pela chuva e ela veio...
Chuva fraca que só melecou a pista de leve.
Só serviu para mostrar a diferença entre os carros da Mercedes e da Williams.
Se no seco os ingleses equilibravam, quando choveu o banho – desculpe ai... – foi dado de balde.
E a briga passou a ser entre o cone #44 do burro e o #6, mas não por muito tempo.
O cone #44 trocou pneus para os de chuva no momento certo e acabou ganhando fácil.
Foi seguido pelo cone #6 e por Vettel que se aproveitou da deficiência crônica em fazer boas estratégias e pitstops decentes.

Pedir chuva em pista boa dá nisto: estraga bons espetáculos
Que chova só em pista porcaria... Dá para por isto naquele questionário da GPDA?

10 comentários:

Alberto disse...

Buááááááááááááá
Buááááááááááááá
Só leio choro.

Richard disse...

o cone #44, ou melhor burro como disse, já tem 46 poles na carreira, é bicampeão mundial e é líder do campeonato.
Como dá pra chamar esse piloto de burro?

Vinicius disse...

Atulizacao no placar da Ferrari:

Farsa Alemã 7 x 2 Aposentado Finlandês...

O aposentado finlandês fez,fez e fez,mas no fim novamente foi vencido pela farsa alemã...

Nadou,nadou e nadou pra no fim morrer na praia novamente...

Ron Groo disse...

Uai... Chamando. é fácil, quer ver?
Burro!

Marcelonso disse...

Groo,

Até agora a melhor corrida da temporada. Pena a Williams ser tão conservadora em suas estratégias, não fosse, certamente Massa estaria no pódio.

abs

Manu disse...

De acordo.
Só queria o Bottas no lugar do Massa e aí estaria mais a meu grado :D
Abs!

Net Esportes disse...

Aí Groo, a galera ficou brava !! kkkkk

O Tri tá chegando, dá-lhe brurr.... quer dizer, amílton!

Richard disse...

No fim das constas burro fui eu te ter lido e ter questionado sua sabedoria e leitura de corrida que deve ser melhor de que qualquer outro ser humano.

Rubs disse...

O Bottas vai para o lugar do Kimi em 2016.
Aquele carro vai estragar um piloto talentoso. Quem senta lá vira Zumbi, 1-Z.
Abs.

Ron Groo disse...

Se tivesse lido com um pouco mais de atenção e assiduidade, teria visto que é um blog de f1 com humor.