4 de set de 2016

F1 2016 - Itália: Poderia ter sido melhor, mas não foi

Ah! Monza...  Quantas alegrias, quantas lembranças.
Foi a primeira pista em que por vontade própria me sentei em frente à um aparelho de TV para acompanhar uma corrida. Isto no longínquo 1983... Século passado.
E naquele dia vi Piquet ganhar! Formou-se então meu amor pela F1 e minha predileção pelo piloto que considero o melhor por N motivos, mas principalmente, por ter sido o primeiro que eu vi ganhar.
Também vi Schumacher anunciar aposentadoria em 2006 em uma corrida (que ele também ganhou) emocionante e um pós corrida ainda mais.
Para este ano, a aposentadoria de Felipe Massa, que não é campeão como Piquet ou Schumacher, mas foi tão importante quanto.
Há quem não goste e entende-se. Por mim é digno de um grande respeito, até mesmo por saber a hora certa de parar e assim ser o único piloto brasileiro que terá/teve uma despedida digna da categoria. Sem demérito às outras aposentadorias.
O único senão é nunca ter ganho – de fato já que herdou a vitória de Spa-Francorchamps em 2008 após a desclassificação de Lewis Hamilton – nas mais tradicionais pistas da F1: Mônaco, Monza, Spa e Silverstone.
Mas venceu – e bem – em Interlagos só que isto é para outro texto.

Nesta edição a tônica era, claro, a briga entre os cones da Mercedes e a vantagem na largada era – e foi – do cone#6 que manteve a ponta que havia conquistado na classificação.
Hamilton largou mal e caiu para quinto ao ser ultrapassado por duas surpreendentes Ferrari, uma Red Bull e até uma Williams(!).
Se quisesse algo na corrida, teria que remar e convenhamos: com esta Mercedes remar é força de expressão de verdade.

É sempre triste em que uma pista de velocidade pura como Monza, a corrida se transforme em uma imensa partida de xadrez.
Em vez de ultrapassagens na pista, um monte de estratégias de trocas de pneus envolvendo maciez, números de paradas, tocada de piloto.
Após a primeira rodada de paradas, Mercedes e Ferrari lideravam com pneus de cores diferentes e, portanto, estratégias diferentes, porém iguais entre os próprios pilotos.
E a estratégia da Ferrari era de duas paradas mesmo, dando assim o segundo lugar de bandeja para Lewis Hamilton que apenas comboiou Rosberg até o fim da prova.
É bem pouco para uma pista do tamanho e da tradição de Monza.
Mas é Monza, para mim isto basta.
Ciao baby, até o ano que vem.

4 comentários:

Vinicius Vergueiro disse...

Corrida muito fraca mesmo. Só a largada teve alguma graça,por cortesia do erro de Hamilton.

E o Brasil cada vez mais fadado a não ter um único representante em 2017,pois Nasr não está fazendo por merecer sua permanência.

Manu disse...

Corrida mais ou menos. Uma pena que Monza tenha sido palco dessa situação.

Abs!

Anônimo disse...

Pô, peraí, Itajaí.

Aquele canastrão do Hamilton, o GH-3, com aquela largada 'largada', displicente demais..., deixando as Ferradas e mais dois passarem por ele, uma Rédebul e uma Ruimlliams, cês acreditaram ? Ual... Paixão cega.

. Zacarias foi importante em quêêê ? Tô esquecido. Tão importante quanto o Barrilbello. Só a cláusula que os dois se $ubmeteram me deixa com náuseas. Momento de parar ? Bem, ha !, uns 3 anos atrás teria sido digno.
Vai gostar assim do Zaca na casa do Ruimzinho Barrilnoscuéllo.
Fico com Rato, Limão Azedo e Saudoso Tiozão. O último, guerreiro, morreu na pista ! E que venha o futuro !
Futuro ? Nasrzareno...
Calaaaaaada !

. Para que gosta de cone falar mal do Penélope e do GH-3, realmente, mas o senhor não vê evolução desde 1983 na F1, correto ? Olha só. Usando de analogia, já que pilotaram torpedos superhiperpossantes, cones da McLaren tivemos. Cones da Williams( a hoje Ruimlliams !) tivemos. Cones da Ferrari(Ferrada !) tivemos e ainda deu tempo de ver cones da Red Bull ( RédiBul !) e um supercone com um seguncone da... da...
Aquela, meu Deus, tenho que pedir ajuda aos universiotários Foratemer...
Da Brawn GP( A Braum Canalha GePeto ) !

Gostei da risada do Fofonso. Está feliz, muito feliz...

Olha o menino, ui ! Olha o menino ui, ui, ui... correu ?
Ricardão, de novo, na frente.



M.C.



Marcelonso disse...

Groo,

Não foi a corrida que gostaríamos de ver nesse templo, muito pedante...

O vencedor se decidiu na largada, e o pódio na primeira rodada de pitstop. É muito pouco...e para piorar agora vem Cingapura. Acordar pra ver essa, sem chance! Só no VT se por acaso houver algo que mereça ser visto!

Pois é, a F-1 tá desanimadora!


abs