29 de set de 2014

Alvará para ser idiota

Então não se trata de generalização.
A pequena parte (ainda que grande numericamente) que xingou, vaiou e ofendeu o goleiro santista na arena do Grêmio, não representa nem por amostragem a população do Rio Grande do Sul.
Infelizmente, idiotas existem em todos os lugares do mundo, olhe a sua volta esteja você onde estiver...
E até porque, este texto não trata diretamente dos imbecis preconceituosos daquela ocasião.
Vai além um pouco: os que tinham o poder de julgar o caso.

Depois de levado a julgamento (em duas instancias) e o veredicto (na primeira) foi de exclusão do clube e afastamento dos maus torcedores dos estádios (não se disse como). E aquilo pareceu ser grande coisa.
Ou melhor: a coisa certa.

Muita choradeira, muita idiotice por parte de muitos idiotas (famosos e anônimos) e uma parcela da mídia (mais notadamente da televisiva) tentando, involuntariamente ou não, transformar a agressora símbolo (porque ela não foi a única, mas foi a que foi mais visível) em agredida.
Não dá para saber exatamente se conseguiram, mas aparentemente...
No segundo julgamento, ainda que factualmente pareça não ter mudado nada, na letra fria do texto mudou muito.
A troca da expressão “excluído” por “desclassificado” tendo como base a perda de três pontos, deixou a barra limpa para o clube gaúcho.
Claro: a ficha fica limpa e assim a consciência também.
Ainda que se diga que o clube não tem responsabilidade sobre o que faz seus torcedores – e eu até acredito que não tenha mesmo – só debelando a causa é que vamos acabar com os sintomas.
Ou não?
“Excluído” é mais pesado que “desclassificado”, deveria ficar e constar na ficha corrida do clube. Quem sabe assim os idiotas não pensariam duas vezes antes de fazer de novo...
Ah, que besteira, o Santos foi jogar lá e fizeram de novo...

Mas isto tudo ai é retórica.
Grave mesmo foi a decisão que concede o retorno aos estádios do povo besta que gritou lá.
Em outras palavras: O alvará para xingar e ofender com injurias raciais está dado.
Se eu fosse o Aranha, ficaria mais esperto agora.

P.S: O que será que pensam os jogadores negros do Grêmio?
Fosse eu, já teria deixado o time na primeira vez que aconteceu.

4 comentários:

Vander Romanini disse...

Texto Divino!!
Mas cabe uma reflexão:
Pra tentar amenizar a torcida Gremista, as emissoras de TV não exageraram??
Mas se ela posar nua em uma revista masculina, não vai fazer muito sucesso, afinal, o pessoal compra pra ver as entrevistas mesmo...

Marques disse...

Excelente post

Marcelonso disse...

Groo,

Passou da hora do futebol brasileiro fazer como é feito lá fora...

Lá, o torcedor envolvido em confusões, brigas e etc, é fichado pela policia e obrigado a comparecer na delegacia sempre que seu time está jogando. Chega uma hora antes e sai uma hora depois. Caso não compareça, será detido...

Uma medida simples que certamente funcionaria por aqui. O problema é a falta de vontade...

Quanto a injuria racial, apesar de contra, a meu ver a mídia está fazendo barulho demais, colocando assim idiotas em evidencia.


abs

Anselmo Coyote disse...

Muito bom o texto. Concordo com tudo.
Apenas não entendi, ou melhor, gostaria de saber se essas instâncias julgadoras mencionadas são as instâncias esportivas ou estatais (Justiça Comum). Mas, de antemão, antecipo o que acho deles, independentemente das instâncias a que pertençam: são uns cabeças-de-bagre, como diria o saudoso Kafunga (Olavo Leite Kafunga, ex-goleiro do Atlético Mineiro e comentarista esportivo).
Abs.