8 de jan de 2015

Je suis Charlie

Muito me enjoa saber que ainda há gente que contemporize. Que tente justificar sob qualquer que seja o ponto de vista a barbárie cometida contra a Charlie Hebdo em Paris.
É desprezível.
Será que este povo também acha que a sentença de morte de Salman Rushdie deveria ter sido cumprida?
Até quando teremos que suportar este tipo de coisas?

Se o humor não fosse importante, os olhos dos homens grandes (não confundir com grandes homens) não estariam tão voltados à sua vigilância; os lápis vermelhos da censura seriam engavetados ou desapontados, ou melhor, ainda: os dedos já não apontariam cortes e proibições e muitas bocas deixariam de ser caladas.” 
Chico Anizio - 1931/2012

Porque palavras e desenhos não se equivalem a rifles e fuzis... 
E eu estarei sempre ao lado das primeiras.

7 comentários:

Manu disse...

De pleno acordo. Devemos ter em mente que o caso por mais chocante que seja foi um ataque isolado dos atiradores. Não se pode confundir o tal "terrorismo" com o Islamismo. Se encararmos tudo generalizando, é capaz que fiquemos tão (ou até mais) intolerantes que esses grupos radicais. Uma professora da USP falou que os cartunistas provocaram essa ação. Uma professora!!! Deplorável que se justifique de forma tão simplista, que acima de tudo gera um ódio maior e que só aumenta a intolerância do tal outro, que ela acusou que não deve ser satirizado.
A situação é bem ruim e triste, do lado das vítimas e também do lado dos criminosos. A liberdade de expressão não só é garantida pela lei local como também é um dos grandes valores da cultura francesa. Simplesmente não deveriam encarar as coisas dessa forma, não mais, não em pleno século 21...

Paulo Alexandre Teixeira disse...

Como disse ontem - e vou dizer sempre: a liberdade também é o nosso direito ao mau gosto. E as pessoas muitas vezes esquecem disso.

Magnum disse...

O que acho mais incrível é como tem gente que já defendeu a Marcha das Vadias vindo agora com esse argumento de "Bem feito, eles que provocaram"!...

PH Miniaturas disse...

O próprio Islã repudiou os ataques. Tá na cara que é coisa de algum grupo isolado. Esperemos que essas crianças birrentas aprendam a lição.

Já pensou se a moda pega no Brasil? Nesses nossos tempos de "politicamente correto", "achei ofensivo, apaga", se um qualquer que se ofenda com charges e sátiras resolve atirar e explodir... não vai sobrar muita coisa pra defender

luis marcelo iriarte disse...

Que frase linda! Liberdade também é isso

luis marcelo iriarte disse...

Nunca coincidí com a afronta direta e kitsch que charlie hebdo publicava contra uma figura central de a religión que seguem milhoes ao redor do mundo

Mais a carnificina aos gritos de "Alah Akbahr" consegue ser pior, mesmo que não tivese provocado um rascunho num cachorro

Lamentável é ainda mais o oceano de indiferença que noto ao meu redor pelo acontecido

Marcelonso disse...

Groo,

Nada, absolutamente nada, justifica essa barbárie.

JE SUIS CHARLIE