23 de fev de 2017

F1 2017 - Lançamento: A coisa da Force Índia

Falou em carro feio? Falou Force Índia.
Desde que foi fundada, em 2008, os indianos levam a sério a máxima que diz que: o primeiro requisito para ser indiano é ser feio.
Nunca fizeram um carro bonito que fosse.
As pinturas – aqui sempre chamadas de samba do indiano doido – sempre foram confusas: branco, laranja, preto, tudo junto, misturado...  Era mais poluição visual que pintura.
Nas últimas temporadas a predominância do prateado junto com a miscelânea de cores prevaleceu.
Neste ano sobressaiu.
O carro tem um tom de prata horroroso, como alumínio velho não bem areado. Talvez um Bombril desse jeito de brilhar, mas nem isto ajudaria.

E não ajudaria porque o carro é plasticamente horroroso.
O bico trás o que de mais horrendo a F1 produziu nos últimos anos: o degrau.
Não bastasse, termina em um treco fálico destacado sobre o fim da peça.
A barbatana parece (talvez pela cor) exageradamente grande.
Nem a pequena asa traseira se salvou, fazendo com que o carro pareça largo demais no meio e fino nas extremidades.

Se há algo que o time indiano já tem é o título de coisa mais feia do ano.

A equipe do bilionário Vjay Malya, que aliás, não pode pisar em seu país por conta de um pedido de prisão, vai ter o motor Mercedes para continuar a sua trajetória ascendente na categoria (foi quarta colocada na temporada passada, o que pode atrapalhar um pouco é a dupla de pilotos.
Sérgio Perez nem é ruim na verdade, só imprevisível.
Pode ir de besta a bestial na mesma corrida com a mesma velocidade do carro que dirige.
Já Esteban Ocon.... É só Esteban Ocon mesmo.
Ao menos uma coisa Sérgio possa realmente ajudar: quem sabe com algumas boas pancadas o problema estético do carro não se resolve?

Particularmente torço para que continue subindo de produção: a categoria precisa.
E como carro bonito é o que ganha corridas, quem sabe este trambolho rococó estrumbicado não nos surpreenda?
É só o Malya ficar fora da cadeia...

2 comentários:

Anônimo disse...

Samba do indiano doido... Redundância. Todo indiano é doido. Mesmo tendo inventado o zero( prova que é doidaço !) não ganhou polla nenhuma com essa invenção fantástica ! Matemáticos geniais e são como nós. Pobrinhos... Pior, né. Que que a gente inventou ? A Mandioca ! Se bem lançaram um foguete dia desses. O Raman Rakesh 1 ! Mas o carro é feio mesmo e é medíocre como a Ruimlliams. Tô falando do 'item' beleza. Tudo novo, a Mercedoca pode falhar aí, né ? Mesmo que, quando da notícia de mudanças neste ano, acho que há dois anos, quem tem grana, testa mais. Tô com medo desse treco aí. Porque a beleza da Renô pode ser só beleza. A Ruimlliams e a Força, Índia, força ! vem com Mercedoca. A mediocridade e feiura nas cores, respectivamente, podem render carros velozes, ha... Pererez Mex é mais ou menos como o senhor bem disse. Se tiver carro bão, voa. Se sentir que o carro é bão. Esteban Ocon... Pô, senhor Groo ! Desdenhou do garoto ! Eu posso meter o pau no Verstappadinho, carambola ! O Olha o Meninu, ui ! Olha o Meninu, ui, ui, ui pilota um energético com um motor que é um relógio ! O Ocon pilotava uma... MANOR ! Conseguiu um honroso 12° lugar no GP do Brasil. Aquele país, sabe ? Triste país... Pior que a Índia, hoje em dia, na geopolitica mundial. O Saci Pererê 1° nunca voou. E eles tem Bollywood ! Nós temos lei Rouanet... Mas somos 8 vezes campeões mundiais de F1 ! Chupa, Índia ! E a nossa comida é muito mais gostosa. Apesar que muita coisa vem de lá. Dilmaquiavélica disse que eles inventaram a Berinjela e a Manga ! Pô, não bastava o zero ?
Será o francês é o novo Nariz Torto ?
Fofoca. O tal do Malya é o Eike de lá ? Conta mais, pô.


M.C.L.

Marcelonso disse...

Groo,

Até agora é de longe o mais feio. Mas se continuar andando bem, não tem problema!


abs