13 de nov de 2009

1B, a censura branca e o contra ataque

1B ganhou os processos contra o Google, por conta e comunidades – que ele diz – que são ofensivas.
Ok! Aquelas que têm o singelo nome de “Odeio” isto ou aquilo realmente são desnecessárias, como também são os fakes, já que para dizer besteira e fazer papelão o nosso bravo 1B se vira muito bem sozinho...
Mas as que carregam na ironia fina e no bom humor como: “Rubens Barrichello pilota o orkut” ou “A pressa é inimiga do Rubinho” são legais. Sinceramente não entendo o cara.
Criou um perfil no –para mim odioso – Twiter e abriu (ops!) de um canal de contato direto com o público que serviu para minar – em parte – as idéias pré concebidas de quem assisti apenas o resumo das corridas e acha que entende da coisa toda.
Ponto para ele.

Agora vem com esta?
Isto cheira mais a cerceamento da liberdade de expressão e policiamento barato vindo de sua assessoria de marketing que deve ter se sentido muito mal em ver que a agência de propaganda que cuida da conta da cervejaria Itaipava usou apenas a imagem do Button em suas ações de propaganda, mesmo a corrida sendo aqui no Brasil.

Se nós, que acompanhamos o esporte com grande interesse e às vezes fazendo até sacrifícios de sono e outras coisas não pudermos dizer o que pensamos em comunidades ou fóruns então para que assistir?
Para que perder tempo tentando entender os meandros de uma coisa que a principio deveria ser extremamente fácil, com o melhor carro ganhando as corridas sem a necessidade de entender de detalhes de cronometragem, estratégias de paradas e pesos?

E se nós, que gostamos e entendemos minimamente – por que o negócio não é tão simples – de corridas resolvêssemos processar o 1B por propaganda enganosa?
Sim, claro, por que é o que ele vem fazendo desde 1994 quando, entrando na onda “galvânica” ou não, arrebanhou para si a “missão de ser o substituto de Senna no coração dos brasileiros”, esquecendo que ele era apenas o Rubinho e não mais que isto...

Abriríamos um processo por todas as vezes que ele disse que:

-Viria com a faca nos dentes.
-Na próxima seria diferente.
-Não desisto por que a maré um dia vira.
-Ainda dá para ser campeão.
-Vou contar tudo num livro.
-Sou só um brasileirinho (ou a variante “pequenito”) contra este mundão todo.
-Fui prejudicado.
-Este é o melhor momento da minha carreira.
-Ano que vem é meu.
-Foi problema no carro.
-Me sacanearam.
-Sou tão rápido quanto meu companheiro de equipe (não importa quem).
-Estou com muita energia positiva.
-E outras coisas que foram veiculadas sobre suas supostas qualidades – por ele ou não, já que também nunca desmentiu nada – ao longo dos anos etc, etc, etc...

Olha que as chances de ganharmos o processo são boas viu... Tem algum advogado na casa?

14 comentários:

Net Esportes disse...

como sempre Groo, seus argumentos são muito bons .... e o Rubinho só conseguiu com isso mais dinheiro ainda, como se ele tivesse pouco, porque não tem jeito mesmo, o orkut não tem controle de nada, logo vão surgir muito mais gente fazendo a mesma coisa ..... acho que deve ser horrível ter o seu nome usado dessa forma, mesmo que seja a favor do bom humor e tal e entendo a revolta do Rubinho, mas certamente processar foi exagero.

Daniel Médici disse...

Há tempos mantenho uma conta vegetativa no Orkut e não acho esta página de relacionamentos um bom espaço de discussão. Ele serve muito bem para difundir banalidades e reforçar preconceitos - mas na "vida real" tb não acontece isso? - e muito mal para se construir conhecimento. Algo em que blogs têm tido certo êxito.

Por isso não censuro o Rubinho. Talve tenha sido exagerada mesmo a exclusão de algumas comunidades. Mas se criassem uma ou mais comunidades direcionadas a cada um de nós, com críticas muito mais "refinadas" a nosso trabalho, nossa pessoa ou nosso modo de vida, nos sentiríamos profundamente ofendidos e tristes. Ou não? Pense naquilo que você faz de melhor, do trabalho do qual você mais se orgulha. Agora imagine duas ou dez comunidades no Orkut execrando-o, feitas por leigos no assunto. Existe um limite entre liberdade de expressão e liberdade de difamação, muito mais tênue do que nos aparenta...

Quanto às declarações do Rubinho, uma vez um repórter perguntou ao Piquet: "e aí, vai correr pra ganhar?". Ele respondeu: "Não, estou correndo pra chegar em 17o". Acho que o mesmo acontece com qualquer outro piloto. A gente julga as respostas do Rubinho como se fossem espontâneas, mas quase sempre desconsideramos que há sempre um estímulo por trás. Se o repórter pergunta "o que você espera da corrida?" as respostas do Rubinho são óbvias e esperadas. Tenho pra mim que os brasileiros não recebem bem as suas declarações não por seu conteúdo (em geral banalíssimo, como as de qq outro piloto atual), mas pelo sentido que eles projetam nas palavras. Rubinho tem lá seus defeitos, como todos nós, e um deles é não saber lidar com a expectativa que cria em torno de si, mas isso não nos isenta, não nos torna passivos no processo.

Felipe Maciel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Felipe Maciel disse...

Não bastasse o seu post, eu ainda fui obrigado a rir com o que disseram na comunidade da foto que você postou:

"Pior que...
...só vai conseguir alguma coisa em segunda instância".

hehehe

É aquela coisa que você disse... As comus que estão lá pra denegrir podem ser removidas, mas as mais criativas deveriam ficar. O que Rubinho quer é que todas as comunidades sobre ele no Orkut fiquem exaltando. Aí é demais, né?

Marcelonso disse...

Groo,

Toda essa história é como apelido,se voce ficar puto ele pega mesmo,do contrário não tem graça.
O grande problema do Barrichello é falar demais,muitas vezes é ele que coloca pressão na panela,e depois fica com essa de coitadinho.

Acho tudo isso uma perda de tempo,porque tira hoje,volta amanhã!


abraço

Tohmé disse...

Opa, tô advogando "de grátis".

Manu disse...

Pena que não cheguei nem perto de cursos de Graduação em Direito, pq se não eu pegava a causa.^^
Eu acho mesmo que se preocupar com comentários em orkut é derrota demais pro meu gosto, até pq eu tenho algumas comunidades de F-1 e sinceramente, os blogs (incluindo o seu) são mais proveitosos em termos de comentários.
No caso do orkut, acho pesado essa história do "odeio". A única comunidade que tenho sobre é "eu odeio segunda-feira"... Mas se alguém quer expressar o "ódio" a alguém, fazer o quê?
O que dizer do Timo Glock, que depois de 2008 só tem comunidades do Timo Glock do tipo: "Matem o Timo Glock", "eu odeio", "O Brasil te odeia", "é um viado", "maldito" e assim vai?
Se for assim ele tbm tem ganho de causa.
Rubim precisa ser colocado de castigo no milho, mais uma vez... xD

abs!

Francisco J.Pellegrino disse...

Injustiça o que fazem com o 1B.

Rob disse...

''Se gostou, comente.
Se não gostou, comente também.
Mas identifique-se sempre.
Quem se esconde é covarde, não tem convicção do que fala ou deve na casa''

Groo, esse texto é copiado da sua caixa de comentários, e acho que ele serve pra min expressar oque eu acho dessa historia.

O grande problema da internet é o anonimato.
Todo mundo tem o direito de achar e ter opinião sobre algo, e tem o direito de emiti-las..
Mas identifique-se
Essas comunidades do orkut ai, deveriam ter a dados da pessoa, e ela responderia pelo conteúdo ofensivo à alguém..
Como vc mesmo disse ‘’ comente mas não se esconda..não seja covarde’’


O grande problema da internet é o anonimato.
Todo mundo tem o direito de achar e ter opinião sobre algo, e tem o direito de emiti-las..
Mas se identifique..
Essas comunidades do orkut ai, deveriam ter a dados da pessoa, e ela responderia pelo conteudo ofensivo à alguem..

Anselmo Coyote disse...

Verdade, Groo.

Nada muda. Até nas ações contra o Google.

A Daniela Cicarelli foi a primeira a ganhar. O Rubinho foi o segundo.

Abs.

Anselmo Coyote disse...

“…Eu acho que tá na hora daquele humorista que fala coisas ficar quieto… chegou a hora de parar a brincadeira e de fazer o humor como sempre foi na época em que a gente ligava a televisão para dar risada e (para) não ver uma pessoa falando mal da outra…”.

Adivinhem quem sentenciou essa demonstração inequívoca de arrogância acima?

Ele mesmo, o cabotino.

Abs.

Anônimo disse...

Master Groo,

1B, Devagar-e-sempre, Chorão, chamem-no do q quizer, o brazuca aqui é um ídolo dos belgicanos, (menos q Magic-Senna) ao contrário de Piquet-Trambique. Numa comparação simples, nosso Jacques 'Jacko Ickx' Bernard também foi defenestrado porque correu nos GT40, quando deveria defender cores européias. Porém a bandeira belga foi hasteada todas as vezes q chegou à frente dos "alemão" ñ é isso q importa? Minha mãe, americana de Cap Cod, diz c muita propriedade: infelizmente, o povo q mais odeia o Brasil são os brasileiros.
Pena isso ser verdadeiro!
Saudações belgo-monarquistas
carlo paolucci

Guilherme disse...

Ridiculo o que vcs fazem.

Eduardo Miler disse...

A inveja é uma merda mesmo...