23 de fev de 2010

USF1 -

Eu acreditava nos americanos... Torcia por eles.
Escrevi aqui, acho, ou em outro lugar que a USF1 tinha tudo para ser a mais forte das novatas.Destacava o senso de disciplina, as realizações no campo automobilístico e até a organização de seus campeonatos.
Levando tudo isto em conta, achava que a aventura de ter uma equipe estadunidense seria até certo ponto fácil.
Não disse que seria competitiva, não disse que seria vencedora, mas achava – realmente- que seria a primeira equipe novata a apresentar carro.

Tá certo... Confesso.
Achei interessante, mesmo que pouco viável que tivesse apenas pilotos dos Eua...
Até torci por isto.
Seria legal ver aqueles caras que até sabem correr, mas não sabem fazer curvas e mandam muito mal em circuitos mistos.
Confesso também que não acreditei quando disseram que pensavam no 1B para piloto.
E que fiquei decepcionado quando anunciaram que iam ter um piloto inexpressivo da argentina, e pior, iria tirar dele – na verdade do governo e por conseqüência do empobrecido povo argentino – uma grana preta.
Achei aquilo uma coisa muito feia... Tomar dinheiro dos mais bobos...
Logo eles, os americanos que mesmo descontando a crise financeira mundial que varreu o globo no ano passado ainda são tão abastados... Ou abestados...
Se bem que muita gente vai dizer que este é o modus operandi americano por excelência.
E agora este impasse todo, esta duvida toda...

Tá aí... Disse.
Torcia por eles. Torcia pelo sucesso da equipe.
Torcia para que ao menos eles estivessem no grid. Mas agora...
Agora li que até a FIA andou sugerindo coisas para os manda chuva de lá.
Desde a fusão com outra equipe qualquer – que agora não pode ser mais a Campos – até tirar um ano, como dirão os entendidos e os copistas “sabático”.
Agora, posto tudo isto eu já começo a torcer para que USF1 tenha outras opções para este ano como:
Se tornar uma metalúrgica e produzir peças para reposição para Mustangs.
Ou filial do Mcdonalds e tentar vender big mac na porta dos autódromos.
Até retifica de canhão de guerra, para consertar os que ficarem enguiçados no Iraque...
Só que infelizmente minhas torcidas andam tendo resultados meio pífios nesta questão.
E vocês?
Tem alguma expectativa ou torcida no caso destes americanos?

14 comentários:

F-1 A.L.C. disse...

jeje, eles podem fazer um filme com a aventura, com suficientes FX no meio e um falso accidente com o KERS (podem eletrocutar um mecánico ou incendiar a fábrica, que sería mais dramático) ia dar um monte de premios óscar, ja que não podem ganhar um bernie...

Daniel Gomes disse...

Não se preocupe amigo. Vazou a primeira foto do carro da USF1 hoje de manhã. O carro vai correr e com muita grana pra apoiar: http://splash-and-go.blogspot.com/2010/02/exclusivo-vaza-primeira-foto-do-carro.html

Marcelonso disse...

Groo,


Não adianta esses abestados tentarem a F1,simplesmente porque lá ninguém,ou quase ninguem dá bola para essa categoria.

Os patrocinadores não querem colocar grana num treco que terá pouca visibilidade na América.

O negócio é comprar um trailler e fazer a 1º lanchonete do McDonalds a acompanhar o circo da F1,mas nem isso irá garantir sucesso a esses yankes!

abraço

Fernando Kesnault disse...

Groo, a única equipe ianque que gostei e torcia era a Shadow (será por causa da cor negra?? da UOP??, pode ser...). Não, era sim por causa da cor do carro mas porque corria na CAN-AM com um lindo carro nesta cor e antes era branco, sempre com o Jackie Oliver ao volante. Como era potentes aqueles carros da CAN-AM viu...tive a felicidade de assistir algumas provas e mesmo pequeno adorava o ronco dos motores e o lay-out dos carros.

Al Unser Jr. disse...

Americanos? Mas quem inventou essa merda não foram dois abobados ingleses? Torço para que se arrebentem, até que gostaria de ver um chassis feito pela PANOZ na F1, mas desse jeito não vai.
Eu não andava mal em mistos não!!! kkkk

Marcos Antônio Filho disse...

uma paida d emau gosto a USF1, vieram com muita banca e nada fizeram e vão moscar, e só teremos 11 equipes esse ano.

Anônimo disse...

Master Groo,

Mais uma vez o (i)mundo hollywoodiano tenta vir à F1. Ñ se preocupe, a direita-profissional ianque vai chutar o balde novamente, são mestres nisso. Fizeram até c o Kenned, tá lembrado? Danem-se êles.
Saudações belgo-monarquistas
carlo paolucci

Daniel Médici disse...

Gostaria de ver uma equipe dos EUA na Fórmula 1 para que a categoria consolidasse um público expressivo e uma etapa do campeonato por lá. Por outro lado, nunca fui muito fã do Peter Winsor como jornalista... Espero que eles se ferrem.

Anselmo Coyote disse...

"Se tornar uma metalúrgica e produzir peças para reposição para Mustangs."

Sem essa, Groo.
A divisão esportiva da Ford (Ford Racing) lançou o Mustang Coyote em série especial, com exemplares limitados.

Já pensou a USF1 fazendo peças de reposição dessa máquina que leva o meu nome? Nem pensar. E minha reputação, pô?

Abs.

kimi_cris disse...

As coisas para o lado da USf1 estão complicados, eu estava bastante ansioso por ver aquele monolugar e por isso estava torcendo pela equipa norte-americana...Mas acho que não vou chegar a ver o Type 1.

Grande Abraço!

Kimi_Cris

Mauro Cesar Costa disse...

Olá meu velho, quanto tempo hein??
Acredito que já tem pra lá de um ano, mas estou retornando muito em breve. Grande abraço!
Mauro Cesar Costa

Fábio Andrade disse...

Palpite: não alinham no Barein dia 14

Francisco J.Pellegrino disse...

Tio, coisa feia estes caras...não alinham na primeira prova de jeito nenhum....

Tohmé disse...

Já estou vendo versão USF1 do Mustag brabo.
O problema é o consumidor comprar e não receber...