3 de abr de 2010

De Páscoa

-Pegou!
-Tem certeza?
-Tenho sim... A armadilha desarmou... Pegou sim!
-Você colocou mesmo a ratoeira?
-Não né, dããããã! Ratoeira é pra rato... Menino é tão burro!
-Não sou não... É que não queria falar “coelheira”, isto não deve existir...
-Não, né... Não tem “coelheira”, mas tem armadilha pra coelho...
-Então tá... Vamos lá ver se pegou mesmo.
-Claro que pegou... Ce não ouviu desarmar?
-Tá bom... Tá bom... Vamos olhar então... O que cê colocou de isca?
-Cenoura, né? Dãããããã! Burro. Vamos lá perguntar pra ele porque ele esconde todo ano os ovos de Páscoa em vez de entregar pra gente logo...
-Vamos...

A armadilha nada mais era que uma enorme caixa de um aparelho de TV como se fosse uma antiga arapuca para pegar passarinhos. Daquelas que nossos pais e avós sempre nos contavam como sendo a melhor e mais eficiente armadilha já feita.

-Cê abre, se ele tentar fugir eu pego.
-Você? Pega nada... Ce tem medo de gato, vai pegar o coelho que jeito?
-Não tenho medo de gato não... Eu só não gosto deles.
-Não gosta... Tem é medo isto sim... É o único menino que conheço que tem medo de gatinhos...
-E você? Que tem medo de barata...
-Não tenho não... Tenho nojo, é diferente... Mas não muda de assunto, Quer mesmo que eu abra a armadilha e você pega o coelho?
-Ele morde?
-Quem? O coelho?
-É né..
-Não... Não morde... Ou será que morde?
-Não sei... Gato morde!
-Ah! Então é por isto que cê tem medo de gato?
-Eu não tenho medo de gato, é mentira...
-Então tá! Mas vou avisando... Não sei se coelho morde...
-Paiê! Coelho morde?
-Não...
-Viu não morde... Pode abrir que eu pego.
-Tá... Vou abrir... Um, dois, três... Já! – e tira a caixa.
-Ai meu Deus! – e pula para cima do sofá.
-Miau! Arrroowww, Miaaaau!
Os pais correm até à sala para ver o que acontecia e chegam a tempo de ver o filho com os olhos arregalados e a respiração ofegante em cima do sofá.
No chão a menina olhava sem acreditar para a armadilha que havia preparado.

-Você não nem nada a me dizer, senhorita? – pergunta o pai, enquanto a mãe acalma o menino.
-Tenho...
-Então diz!
-Gatos é que trazem os ovos da Páscoa?
Feliz Páscoa a todos...

E não perca hoje, à partir das 8 da noite mais um pré race da RoB ao vivo.
Neste link aqui: RoB ao Vivo.
Participe pelo chat, envie sua pergunta, seu comentário, seu elogio ou seu xingamento. Estamos lá para isto!

11 comentários:

Marcelonso disse...

Groo e seus contos sensacionais!
Uma imaginação pra lá de fértil.

Quanto a corrida esperamos que seja uma loteria daquelas,com chuva,garoa,tormenta...


abraço

Tohmé disse...

Chocolate dá alucinações??? he, he

Isso que é trocar gato por lebre...

Remédios a bela disse...

Groo, Que fofo.
Que delicia de conto.
Desejo a vc e a todos uma feliz páscoa e muitos chocolates.
Abraços....
Ops: Que treino hein? Asnonso lá no pelotão de trás....q maravilha...q feliz páscoa tenho eu...

Alysson Prado "Balo" disse...

Nada como um ótimo conto do Groo para animar o dia, e nada como a ingenuidade infantil para orná-lo.

Uma doce e fantástica Páscoa para você e para todos os que freqüentam este espaço.

Abs, e que o coelhinho da Páscoa nos brinde com uma vitória brasileira no GP da Malásia (rs)...sonhar não custa nada!

F-1 A.L.C. disse...

que conto genial, voce pintou ele muito bem! jA na Quarta linha os meus olhos estavam presos

asistir o ROB depende básicamente do horario de sono de Lorenzo, se chorar não tem jeito de escutar nem os aviões da força aérea que fazem manobras aqui na base

Daniel Médici disse...

Na Páscoa gosto de lembrar dos parênteses mais famosos da literatura portuguesa, que Álvaro de Campos abre em meio a seus pensamentos desordenados do poema Tabacaria.

"Come chocolates, pequena;
Come chocolates!
Olha que não há mais metafísica no mundo senão chocolates.
(...)
Pudesse eu comer chocolates com a mesma verdade com que comes!"

A menina em frente à Tabacaria que Álvaro de Campos vê talvez tenha algo a ensinar aos irmãozinhos do seu conto: quando tirarem o papel de prata, que é de folha de estanho, não pensem! Caso contrário, deitarão tudo para o chão.

Marcos Antônio Filho disse...

clap clap clap, mais um conto dogroo pra s eaplaudir de pé
grande conto camarada!

oliver disse...

LegaU.

FELIZ PÁSCOA.





ps: coelho morde.

TW disse...

mto bom o blog!!
gostei msm!

estaria interessado numa troca de links?
www.motorizzados.blogspot.com

abraços e parabens pelo blog!

Leandro Montianele disse...

hahahahhhahhaha...
Aquela música do coelhinho da páscoa pode ser mudada diante dessa descoberta. "Gatinho da páscoa que trazes pra mim, um ovo, dois ovos, três ovos assim..."

Teca disse...

AHAHAHAHAHAHA

Fechando o domingo de Páscoa com chave de ouro...

Maravilha de conto, Ron. Dei risada... miauuuuuuuuuuu!

Feliz vida para todos!

Carinhos da teca.