27 de abr de 2010

Notinha do busão

Como alguns sabem, eu já não uso mais ônibus para ir ao trabalho diariamente, já que trabalho em uma escola há menos de meia hora de casa, vou a pé mesmo, mas nem por isto vou abandonar as famigeradas notinhas que me acompanharam em todos estes três anos.
Algumas foram fatos, outras inventei, mas os personagens são todos reais.
Esta por exemplo foi um fato. Embora os envolvidos neguem....

Lembra do Zé Pequeno, o motorista da linha ‘Franco da Rocha-Francisco Morato’ que eu uso pra ir trabalhar?
É! Aquele mesmo que foi substituído um dia por uma tiazinha que saltava lombadas como rampas...

Pois é... Pela manhã, estava no ponto esperando o coletivo e quando surgiu no inicio da rua fiquei feliz em ver que quem o dirigia era novamente Zé, e ao mesmo tempo estranhei a forma com que ele vinha guiando.
Quase em zigue-zaque.
Quando entrei no ônibus e dei a minha tradicional saudação “Grande Zé Pequeno” ele sorriu com o canto dos lábios e nem esperou que eu e os outros passageiros sentássemos para arrancar violentamente.
“-Porra Zé... Que isto?”.
“Né nada não! Segura aí que to com pressa”.
Não estávamos atrasados, logo, não havia motivo pro Zé correr daquela forma.
Nas ruas mais estreitas a sensação de velocidade era enorme e nas mais largas ele ia ultrapassando outros ônibus, carros mais lentos e um monte de caminhão de gás.
Zé estava irreconhecível!

Aqui sou forçado a abrir um parêntese, breve.
Existem diferenças enormes entre ‘bar’ e ‘boteco’.
No primeiro nós vamos com a galera, geralmente tem uma decoração legal, uma banda tocando ao vivo, drinks coloridos...
Já no segundo a gente só vai quando está apertado no meio da rua e precisa usar o banheiro. A decoração é de azulejos encardidos e engordurados, tem forró ou sertanejo no radio que toca alto pra caramba e ovos coloridos...

E é do segundo tipo o “Bar dos Velhos” já no centro de Francisco Morato, encostado ao ponto onde desço.
Lá a decoração é (ou eram) de azulejos brancos com as bordas laranja.
O Piso é de cimento vermelho e o balcão tem um vidro que não vê limpeza já faz algum tempo. Remete aos botecos da década de 70 inicio dos anos 80 com pôsteres do Corinthians, onde com muito esforço pode-se reconhecer – embaixo da gordura – Rivellino, Sócrates, Biro-Biro, Wladimir e Zé Maria entre outros...
Na estufa temos umas porções de lingüiça calabresa frita. Mas com cara de que estão lá há semanas.
Fecho parênteses

Pois Zé Pequeno estava nos fazendo sentir saudades da tiazinha inimiga das lombadas. Ultrapassava filas de veículos... Andava em zigue-zague, buzinava e gesticulava em excesso.
Freou bruscamente umas três vezes, o que nos fez perguntar:
“-Amaral...” – que este é seu nome – “-,,,tá tudo bem?”.
Ele respondia que sim com um aceno de cabeça e tocava em frente.
Quando fez a ultima curva antes do ponto que desço, ele parou o ônibus.
Desceu correndo e entrou disparado no “Bar dos Velhos”.
Todos assustados correram para as janelas e acompanharam Zé Pequeno pedir uma daquelas lingüiças, mastigar e engolir muito rápido e depois pegar um copo de água com um comprimido e engolir também.
Voltou para o ônibus com cara de alivio.
Sentou-se ao volante e calmamente explicou:
“-É que estou com gastrite, tenho de tomar remédio e não pode ser de estomago vazio, né?”.
Ah! É, e nós nem desconfiamos como ele adquiriu esta gastrite, nem!

7 comentários:

Paulo Maeda™ disse...

Groo, sei que as notinhas do busão nada tem a ver com a F1, mas não consegui não comparar: o Zé Pequeno tava "pilotando com a faca nos dentes" (obvio q vc sabe de quem tow falando kkkk) Flw

Marcelonso disse...

Groo,


Que figura esse Zé Pequeno,e com gastrite não é mole!

abraço

Tomas disse...

Groo e amigos, estou divulgando uma singela promoção no meu blog e gostaria de compartilhar com vocês, valendo um prêmio.

http://theformula1.wordpress.com/2010/04/28/promocao-blog-formula-1/

um abraço a todos, Tomás

Gestão de disse...

Boa tarde,
Pedimos desculpa por esta abordagem por comentário, mas não encontrámos e-mail de contacto.

O www.gestao-frotas é um site que acompanha as novidades do mundo automobilistico e da tecnologia de localização GPS.

Reconhecendo o seu blogue, gostaríamos de solicitar uma parceria que vise a troca de links. Informamos que possuimos um Pagerank de 2/10 e uma média de 5 mil visitas mensais.

Aguardamos feedback
Obrigado
www.gestao-frotas.com

Fernando Kesnault disse...

Groo, vc. é bastante criativo. Olha vc. poderia dispor do seu e-mail para lhe enviar uma foto que tenho de uma caricatura no carro do pai do Nico Rosberg, de qdo. ele corria na temporada da f-atlantic de 1977 em St.Felicien, Quebec?? Creio que irás gostar até mesmo para persistir com seus comentários sobre o filhote.

Ron Groo disse...

Fernando... Pode me mandar no ron_groo@bestlap.com

Brigado.

Anônimo disse...

Aprendi muito