5 de jul de 2013

Time bomb: Se o pneu explodir, não tem corrida.

Pelo menos foi o que prometeu a GPDA que é uma espécie de CUT, CGT e Força Sindical dos pilotos.
Então lá vão três charges sobre os pneus.
E se as coisas se normalizarem, espero não falar mais de pneu.
Afinal, quando os dois primeiros imbecis que construíram carros se encontraram com certeza não disseram um ao outro: "-E ai? Vamos ver quem gasta menos pneu?"




E para terminar uma música boa, claro...
Se quiser deixar no contexto, troque o refrão por este aqui: Black tyres, light white, cadillac in the pit yeah. The tyre is a time bomb

3 comentários:

Vander Romanini disse...

Bela canção!!!!!
Tinha uns pânque de butique num show que estávamos tocando, pediu esse som com a promessa de briga caso não tocássemos.
Tocamos esse som com distorção no talo!!!
Os punks de verdade piraram e os de butique reclamaram que tava muito pesado!!!
Aí já viu...

Anônimo disse...

.... Rodotransmissor e calibrador automático de pressão de ar. O caminhonei... o piloto apertavam maaaiiis um botãozinho para o serviço durante a prova. Os carros sairiam de pneus quase vazios e iam calibrando... Qualquer informação M.C. Truquix ( eu, em sociedade com o Aique. Ação em bolsa na segunda feira. Comprem !)

E vamos pro pau ! Run, GH-1, run !


M.C.

Marcelonso disse...

Groo,

Penso que daqui pra frente esse assunto vai serenar, até porque, alem da segurança, é a imagem da Pirelli que está a reta...

abs