5 de ago de 2013

Groo entrevista: Christian Horner

Ron Groo: -Vamos direto aos assuntos. Vocês não estão com pressa de definir o substituto do Webber né?
Christian Horner: -Não, nenhuma. Ele vai dirigir para nós até o fim do ano.
RG: -E se por acaso ele resolver não guiar mais este ano? Dizer: “parei!”?
CH: -Não faz diferença. Aliás, até parece que temos um carro só mesmo...

RG: -Kimi é o predileto?
CH: -Da equipe não.
RG: -Não? Então ele não tem chances.
CH: -Tem! Ele não é o predileto da equipe, mas do departamento de marketing.
RG: -Ah sim... O tal do time dos sonhos... Entendo.
CH: -Não... É assim. Contratamos o cara e toda vez que ele bater, rodar na pista ou errar o caminho, o departamento de marketing solta um comercial de TV dizendo: Se tivesse bebido só Red Bull, isto não teria acontecido.

RG: -E Daniel Ricciardo?
CH: -Ele ainda está verde.
RG: -Então vai ficar na Toro para amadurecer?
CH: -Bom... Assim esperamos. Piloto na Toro parece aqueles abacates que a mãe da gente embrulhava em jornal e colocava embaixo da pia para amadurecer... Se bobear, apodrece antes de ficar maduro.

RG: -E aquela reunião... Era sobre Alonso mesmo?
CH: -Era...
RG: -E o que discutiram?
CH: -A situação dele na Ferrari.
RG: -Situação contratual? Vocês querem mesmo ele no time?
CH: -Não é esta situação, é a situação dele agora, cobrando a equipe e o Montezemolo respondendo. Aquilo tudo é muito sério.
RG: -Verdade... Montezemolo tem razão, pilotos vêm e vão. Importante é a escuderia.
CH: -Principalmente no caso do Alonso com esta Ferrari.
RG: -Como assim?
CH: -Pilotos vêm, passam pelo Alonso e vão embora... Da Red Bull, da Mercedes... E se continuar nesta balada, até da McLaren.

5 comentários:

Marcelonso disse...

Groo,

Que maldade com o espanhol, o carro não ajuda, o ego pesa, enfim tá complicada a vida de Alonso na Ferrari.

Uma pergunta, já que vc tem acesso a esse pessoal, que tal uma entrevista com o seu DIDI, o dono da bagaça?


abs

Anselmo Coyote disse...

Pela enésima vez, deixem o Kimi em paz. Estou avisando.
- Kimi, Lotus ou Red Bull?
- Tanto faz.
- Como assim?
- Não quero comprar equipe. Sou piloto profissional e corro por dinheiro.
- Estou perguntando em qual equipe você prefere correr.
- Na que pagar melhor.
- Mas... e títulos?
- Só preciso de um e já tenho.
- É... um você já tem. Mas, você não quer mais.
- Não.
- Mas foi em 2007.
- Não, foi antes, quando fiz 18 anos?
- Fale-me desse, eu não sabia.
- Escreva sobre o seu. Você também tem.
- Título? Eu? Não, não tenho.
- Então você não vota?
- Ahh... podem desligar as câmeras, pessoal.
Abs.

TW disse...

Horner é um fanfarrão kkkkkk

Vander Romanini disse...

Com essa entrevista, o credencia a um,a uma vaga de entrevistador da Playboy!!!!!
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Belo texto, como sempre!!!

Rubs Cascata disse...

Um furo de reportagem.
Só faltou perguntar se, além do marketing da latinha, a contratação de Kimi não é uma jogada para convencer o mundo de que Vettel não é um piloto fabricado.
Aquele lance: se Vettel fizer Kimi parecer Webber, todos se convencerão de que é um gênio, muito superior a Shumacher.