4 de jun de 2014

Notinha do busão (até que enfim) - O caso da etiqueta

Muito tempo sem uma nota do busão, mas parece que a coisa persegue.
Basta subir em um coletivo e as coisas acontecem.
Basta apurar os ouvidos um pouquinho...
Esta foi assim, segue a transcrição da conversa.

-Véi, vou mandar um email pra uma fábrica reclamando de um produto ai...
-Sério? Celular? Televisão?
-Nada... Cueca!
-Ih, que foi? Alergia? Se for isto nem adianta reclamar. Tem nas etiquetas
-Não é alergia não... É sobre as próprias etiquetas.
-Como assim?
-Porra! Os caras colocam umas etiquetas enormes, de um material duro em partes sensíveis da nossa anatomia. Tá certo não.
-Como assim? (já rindo) Que tipo de cueca cê anda usando?
-Tô falando sério pô! Aquelas cuecas box, boxer... sei lá o nome.
-Sei aquelas que parecem um shortinho apertado. Acho confortável.
-Até é... Mas a porcaria da etiqueta fica lá incomodando.
-Geralmente fica do lado, na costura lateral.
-Pois é, mas nestas que comprei fica bem no rego.
(Ai já não seguro o riso e o interlocutor ia expor mais ainda o que eu já estava pensando)
-Ai é fora! Material duro no rego deve ser desconfortável mesmo.
-Cê ri porque não é contigo. Mas eu vou reclamar mesmo. Tem que trocar o lugar desta etiqueta, ou o material... Mas tem que dar um jeito.
-E se eles não derem ouvido pra suas reclamações?
-Não compro mais desta marca e ainda mando enfiar a etiqueta no cu...
-Bom, acho que isto eles já fizeram... E com você. (e cai na risada)

Puxo a cordinha da solicitação de parada, desço um ponto antes só para poder rir enquanto ia andando.

3 comentários:

Vander Romanini disse...

Ainda bem que não uso esse tipo de cueca!!!KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

SENSACIONAL!!

Manu disse...

É, no ônibus a gente houve cada coisa. kkkkkkk... E tem uma solução rápida para essa etiqueta: é só cortar a infeliz! :D
Mas ônibus é ótimo para ouvir histórias. Dá um livro, viu Groo!

Abs!

Rubs Cascata disse...

A gente vê coisas esquisitas em ônibus. Algumas, do Belzebu, arrisco a dizer.
Mas esse problema da etiqueta tem sido muito comum. Segundo uma fonte bem informada, que encontrei num ônibus, é exatamente esse incômodo que tem provocado problemas de adaptação à pilotagem de Seb. Parece que a cueca Beckhan tem essa etiqueta áspera e isso tem feito Seb desconcentrar-se e levar pau de Ricciardo, cujas cuecas são de algodão australiano.
Dizem que Newey está estudando um modo de cortar a etiqueta sem afetar a aerodinâmica traseira.
Depois que a Mercedes proibiu Rosberg de usar as asperentas rendas da Victoria Secret, o alemão voltou a andar no ritmo de Hamilton.