4 de ago de 2014

F1 Ladies

Ao que tudo indica estamos muito próximos de ver uma mulher como piloto titular de um time na F1.
Marketing?
Talvez... Quem sabe?
Mas estamos.
Em cima: Susie Wolff e Katherine Legge
Em baixo: Simona de Silvestro e...
E nada mais justo, afinal, dirigindo times no pitwall já temos a tia da cantina Monisha Kalterborn e a filha do mito Frank Williams: Claire
A primeira um pouco mais, já que realmente vai ao pitwall e decide estratégias de corrida junto com engenheiros e pilotos.
Sem contar, claro, que tem que trabalhar com peças defeituosas e ainda assim fazer o melhor que pode.
Por peças defeituosas entenda-se, Perez, Gutierrez, Kobayashi entre outras.
A segunda ajudou a tirar o time de Groove do vermelho e a reestruturar a equipe.
Susie Wolff? Simona de Silvestro?
Ou será que pinta alguém de fora?
Katterine Legge que vai debutar junto com a nova Formula E ou mesmo Carmen Jordá, espanhola que já correu na Indy Lights.
Há quem aposte até em Danica Patrick, que penso já descartada.
E quem sabe Bia Figueiredo? Por que não?
De qualquer forma, pode ser uma lufada de ar fresco para uma categoria que a cada dia se sufoca mais e mais em regulamentos esdrúxulos, pistas discutíveis e dirigentes defasados e pilotos de qualidade duvidosa com dinheiro em quantidade industrial para comprar assentos.
Em tempo: mas que seja em times de ponta ou ao menos em ascensão, com possibilidades reais de ao menos brigar por vitórias.
Ou a chegada das F1 Ladies só servirá para a manutenção de velhas piadas machistas que – sinceramente – já perderam a graça.

5 comentários:

Vander Romanini disse...

"Ou a chegada das F1 Ladies só servirá para a manutenção de velhas piadas machistas que – sinceramente – já perderam a graça."
Essa com o Nico é o quê por acaso?
KKKKKKKKKKKKKKKK

Marcelonso disse...

Groo,

Acredito que acontecerá em breve, no entanto, será em equipes pouco expressivas.


abs

andreh disse...

Legal o post e legal o comentario do Vander! Ja que eh pra aguentar alguem reclamando, que seja uma lady na TPM e nao neguinho(ou lourinho) reclamando pq o companheiro nao deixou ele passar!
Abs

Anônimo disse...

corto os colhoes rentes se houver alguma mulher a ganhar na f1

nao sou machista, mas realista

em atletismo é evidente a diferenca do homem para a mulher

nao esquecer que f1 actualmente exige muito fisicamente do piloto, nao e a toa que se pesam depois da corrida

Maximo disse...

vc tem paixão encubada pelo Rosbinho q eu sei... kkkkk