17 de nov de 2014

Língua afiada, mas não sem razão

Vamos falar sério?
Ficar imputando a Bernie Ecclestone a culpa de todas as mazelas da F1 é uma atitude infantil, para não dizer hipócrita.
O fato de o homem ter feito grana (e grana para caraleo) com a categoria parece irritar profundamente as pessoas.
Como se alguma delas trabalhasse em suas áreas por esporte ou caridade e não pelo dinheiro que a ocupação rende.

Há culpa em Bernie?
Óbvio, mas não todas.
Há culpa pela escolha dos locais, das pistas, sim... Culpa pelo Tilke eu penso que principalmente.
Mas a busca desenfreada por segurança na categoria – que por vezes é apontada como culpada pela monotonia – não é dele.
Aliás, não é nem culpa.
Ninguém quer ligar a TV nos domingos pela manhã para ver quem é que vai morrer na pista. Liga-se para ver quem vai ganhar a corrida ou o campeonato.

Agora, após mais uma das entrevistas afiadas do manda chuva a opinião pública e até dos profissionais da opinião recaem sobre ele agressivamente, como se houvesse mentido em alguma das declarações.
Bernie diz que o público alvo da categoria não são os jovens de 15, 20 ou 30 anos de idade.
Que eles não têm dinheiro para comprar o que se é anunciado.
Mentiu? Não...
A maioria esmagadora do público desta faixa etária tem grana para consumir Red Bull, mas não Rolex, Mercedes ou Ferrari.

Quando ele diz que as equipes pequenas não precisavam estar em dificuldades, a ideia principal era dizer que estes nanicos (principalmente a turma de 2010) vieram ao circo para fazer dinheiro rápido e se consumir aos poucos.
Dinheiro rápido foi feito: nenhuma delas tem o mesmo nome ou dono de quando chegou à categoria e algumas até já se foram.
Os donos originais as criaram, venderam, recuperaram seu dinheiro e pronto. Primeira parte da profecia se cumpriu.
Agora a segunda parte: vão se consumindo lentamente, agonizando e fazendo com que os fãs do esporte morram de pena e até doem dinheiro como no caso da Caterham.
Grana jogada fora...  Adiando apenas uma morte horrível.

E quanto ao que disse sobre redes sociais... Poxa, sejamos sinceros: há algo de bom nelas?
Se não agrega nada – além de uma pequena diversão e muita torração de saco e paciência – para os jovens (exceção feita ao Zuckemberg) o que dirá a um senhor de mais de 70 anos?

A categoria não é mais a mesma? E daí? O mundo também não é mais o mesmo.
E isto não é culpa do Bernie.
Não tudo pelo menos.

3 comentários:

José Coutinho disse...

O tema tá enfadonho na imprensa, mas gostei da abordagem do texto. Bancou o advogado do diabo só dizendo verdades. Nem parece o blig !! rsrsrs Zueira.
Citei o capiroto porém o velho está, injustamente, é sendo crucificado pela mídia. Até acho que já deu pro Ecclestone. Mas que culpa tem ele de não pensar em futuro. Ele mesmo não espera está lá pra ver, então tá pouco se lixando pra o que será da F1 daqui a 20 anos.
Pra mim, pouco importa se ele e a CVC vão levar 1/3 da grana do circo ou não. O mais importante é reciclar a gestão, colocar gente mais promissora na chefia, alguém que possa pensar em como a categoria vai garantir fãs pras gerações futuras. Certamente ela precisa disso.
Eu também não culpo o tio Bernie pela desgraceira que está assolando a F1 atualmente, acredito inclusive que ele tenta ajudar, só não tem mais a capacidade de fazê-lo.
Resta a nós lamentarmos o fato do cão velho não querer largar o osso e justamente na velhice, ao menos a tua Ron, não desfrutaremos de nada bom que venha de lá.

Marcelonso disse...

Groo,

São muitos os culpados.

Porém, Bernie tem uma grande parcela. É muita ganancia e arrogância numa pessoa só.

Não querer se modernizar no trato aos fãs, esquecendo que os jovens de hoje serão os consumidores de amanhã é um verdadeiro tiro no pé.

Além disso, o grosso da grana não fica onde deveria. Se as equipes tivessem uma maior participação não dependeriam tanto de pilotos pagantes.


abs





Manu disse...

É verdade, há culpa nele com certeza, principalmente a escolha das etapas do calendário com os infelizes desenhos do Tilke...
A F1 não é o que é, e ele apesar de muitas vezes não ajudar, tbm não é único culpado.

Abs!