13 de mar de 2015

Vai começar! Austrália! Até que enfim...

A Austrália é um país sui generis.
Começa que é longe para cacete e é tão continental quanto o Brasil.
Uma de suas cidades mais conhecidas é a  linda: Sidney. Assim como o Brasil tem o Rio de Janeiro. Porém a capital é Camberra, que, igual nossa Brasília, ninguém fora do país sabe que existe.

Tem uma culinária completamente estranha.
Um dos principais pratos lá é a Meat Pies, que são umas tortinhas assadas com carne moída.
E você pode dizer agora: “-Ah Groo, vá se ferrar... Isto ai não passa de esfiha aberta!”.
Pode ser... Mas por acaso você já comeu esfiha sabor canguru? E crocodilo?
O legal é que as esfihas deles são regulamentadas por lei.
É... Por lei! Cada esfiha não pode ter menos que vinte e cinco por cento de carne. Se não o bicho pega...

Eles têm lá uma pasta à base de trigo para passar no pão chamada Vegemite.
Segundo consta, o treco é salgado pacas e um tanto amargo também.
Na falta, pode-se passar no pão maionese estragada que o sabor é o mesmo.
E provavelmente o piriri também.

O australiano também não abre mão de comer coisas esquisitas com pão.
Desde batatas fritas até feijão doce. Crianças levam para a escola sanduíches de pão com macarronada dentro...
E nunca, mas nunca ofereça a um australiano uma vitamina de abacate. É capaz de vomitarem em você, afinal, onde já se viu abacate com açúcar... Tem que ser salgado, com azeite e pimenta.
É estranho que o ar seja considerado puro por lá....

A fauna é um caso a parte.
Além do canguru, e do simpático ornitorrinco, há também o Diabo da Tasmânia (se é da Tasmânia, que diabos ele faz na Austrália?) e coala.
Coala é um marsupial erroneamente classificado como urso por alguns. Mas que aqui no Brasil passaria fácil por bicho preguiça.
Alimenta-se de eucalipto, o que lhe confere um cheiro natural bem agradável.
Também não é ruim pisar em cocô de coala... Pelo contrário... Se o pisante tiver chulé, pode até ajudar a disfarçar...
O coala é um dos principais motivos para que os ambientalistas sejam contra a F1 naquele país.
É que um dos principais motivos de morte do coala é o stress, e convenhamos, é um stress todo ano a expectativa de que o Rubinho se aposente e nada... Ele continua lá enchendo o saco de todo mundo... Até dos coalas.

Há também o Dingo, que é um tipo de cachorro selvagem que – este sim - por ser extremamente carnívoro fede.
Bernie Eclestone e Fernando Alonso têm um cada...
No campo da música um monte de coisas boas.
Poucos sabem mas o Ac/Dc é de lá. O Midinight Oil e o Men at Work também...

Estes últimos alias foram responsáveis por apresentar ao mundo o Didgeridoo. Um bambuzão medonho que é ancestral da Vuvuzela e é tão chato quanto. O treco é tocado pelos aborígenes.
Os aborígenes são nada mais, nada menos que os nativos australianos que tem uma cultura própria protegida por lei e cheia de características bem próprias, não encontráveis em nenhuma outra cultura...
Se bem que, aqui em São Paulo também tem aborígenes...
Mas os de lá tem a vantagem de não ir aos estádios e ficar gritando: “-Aqui tem um bando de loucos...”.

Viu como não é só de Jack Brabhan, Allan Jones, Vern Schuppan e até no Webber que se pode falar quando se pensa em Austrália?

3 comentários:

Julio Cezar Kronbauer disse...

No campo da música, ainda tem Hoodoo Gurus e Yothu Yindi. Esta última é formada por aborígenes, com exceção do baixista Stuart Kellaway. Conhece?

http://www.youtube.com/watch?v=4Sg35MkDxts

http://www.youtube.com/watch?v=XZ-hbpWlXNQ

Um dia, ainda visito a Austrália, principalmente para poder dirigir aquelas picapes com motor V8, chamadas lá de "Utes".

Aliás, como disse Jeremy Clarkson uma vez no Top Gear: na Austrália, eles resolvem qualquer coisa com um motor V8.

Que país espetacular!

Marcelonso disse...

Groo,

Interessante o post. Particularmente, muitas destas informações desconhecia.

Eis um lugar para colocar na lista a serem visitados...

abs

Manu disse...

Há boas coisas na Austrália, apesar de seu histórico de colonização, eles viraram gente. Ao contrário de nós, que regredimos a cada segundo.
No tanto, é AC/DC a melhor coisa de lá, disparado. Além de Hugh Jackman, Russell Crowe, Nicole Kidman (apesar que ela nasceu no Havai) e tantas outras figuras boníssimas.

Excelente resto de sexta, Groo! ;)