19 de jun de 2015

A MELHOR NOTÍCIA DO ANO

Tinha outras coisas para escrever.
Tinha coisas talvez até mais importantes.
Tem corrida de F1 na Áustria no domingo...
Mas foda-se!
Nenhuma notícia desta semana vai ser melhor que a confirmação de um novo disco do Iron Maiden.

Após cinco anos do lançamento de The Final Frontier, a banda ressurge com um álbum de inéditas: The Book of Souls tem noventa e dois minutos divididos em onze faixas.
Disc 1
1. “If Eternity Should Fail” (Dickinson)
2. “Speed of Light” (Smith/Dickinson)
3. “The Great Unknown” (Smith/Harris)
4. “The Red and the Black” (Harris)
5. “When the River Runs Deep” (Smith/Harris)
6. “The Book of Souls (Gers/Harris)
Disc 2
7. “Death or Glory” (Smith/Dickinson)
8. “Shadows of the Valley” (Gers/Harris)
9. “Tears of a Clown” (Smith/Harris)
10. “The Man of Sorrows” (Murray/Harris)
11. “Empire of the Clouds” (Dickinson)

É a primeira vez após o advento dos CDs que a banda lança um álbum duplo com canções inéditas. Fear of the Dark, de 1992 era duplo apenas em vinil, que na época não era lançado apenas para efeito de enfeite para hipsters ou colecionadores.
O novo álbum também será lançado em CD edição de luxo com um livro, vinil triplo (heavyweight), arquivos de áudio de 16 e 24 bits.

Mais do que um novo trabalho (o que por si só já é algo a se comemorar muito) o disco aparece logo após as notícias de que Bruce venceu o câncer, embora aparentemente tenha sido gravado antes da descoberta da doença.
Como sempre, Steve Harris e Bruce Dickinson soltaram seus pré-releases se dizendo muito felizes com o novo disco, que foi muito divertido tanto compor quanto gravar e que estão ansiosos para que os fãs ouçam.
Não mais que nós, com certeza.
E também deixaram claro que levarão o disco para a estrada em 2017.
Tomara que passem por aqui.

Até o momento em que fechava o texto não havia nenhuma faixa divulgada ou vazada na internet, vai a melhor faixa do último disco da banda.
UP THE IRONS! 

3 comentários:

Anônimo disse...

Prefiro ver um bom filme com o melhor vampiro de todos os tempos, o agora saudoso Christopher Lee.

Dentro de toda a babaquice que é o Iron Maiden, fico com um momento 'professor de história' de Bruce 'aviador( e dos bons)' Dickinson.

Alexander The Great !

'... Aos dezenove anos tornou-se o rei da Macedônia
E jurou libertar toda a Ásia Menor
Pelo mar Egeu em 334 antes de Cristo
Derrotou completamente os exércitos da Pérsia

Refrão:
Alexandre, o Grande
Seu nome colocava medo nos corações dos homens
Alexandre, o Grande
Tornou-se uma lenda entre os mortais...'

E por aí vai a aula de história. Chega direitinho até a Índia passando pelo Rei Dário III e até um rei frígio entra na parada maluca da Dama de ferro louca.
Prefiro Barry Manilow com Copacabana. Uma aula de como Havana era um lugar aprazível sem barbudos.

'Em Copa, Copacabana,
o ponto mais quente do norte de Havana...'

Ah, tá bom ou você vai começar a dançar aí ao som do Barry.


Iééééé ! Quanta babaquice do Iron Maiden mas, como um bom conservador que sou e a favor do turismo e entretenimento, vale ! Vale tudo que gere grana ! Até show do Nando ! Do Gustavo Lima ! Gustavo Lima, Nando e Iron Maiden, com participação da Ivete Sangalo ! Com aqueles coxões de fora, hein, Seth ? No meio das múmias, elas tentando pegar a morena 'coroa', hein ? E o Barry Manilow correndo também ! Cooopa, Cooopacabaaanaaaa... Correndo das múmias e atrás dos dançarinos da Ivete e do Nando !
Ia ser legal... Mas com ordem...


HA !


OBS: comprei uma cerveja do Iron Maiden prum mané amigo meu que é colecionador de garrafas da nobre bebida popular. Diz ele que é boazinha...

OBS2: Alexandre O Grande queimava a rosquinha...

OBS3: E o Jô ? Não fica do lado da Dilmaquiavélica não, Seth !




M.C.

fabehr disse...

aí sim Groo!

Rubs disse...

Um marco na história do rock. Quero muito ver as letras e não há como não comentar. Dickinson é formado em inglês, história e economia, embora Harris seja o autor de sete faixas. Com esses títulos, vou ter de arranjar um lugar. Não há como não comentar.
Abs.