15 de set de 2015

E começa a semana de Singapura

Claire Williams reforçou que a sua equipe trabalha pela redução de gastos na F1.
Puxou ao pai...
Em outras palavras, Claire gritou: “-Ajuda ai pô!”.

A dupla da McLaren disse que esperam um ritmo mais constante da McLaren em Cingapura.
-É que cansamos de em alguns momentos estar lentos e em outros parados. – disse Alonso.
-Espero que fiquemos mais tempo parados. Passamos menos vergonha assim. – reforçou o outro cara.

Mais McLaren.
Magnussen e Vandorme brigam por uma possível vaga de titular no time.
Eric Boullier, que é dublê de chefe de equipe e árbitro de MMA sente que há ligeira vantagem para o dinamarquês.
-A verdade é que não sabemos quem quer menos estar nesta bom... Digo... Neste carro.

Ainda McLaren.
Stoffel Vandoorme.
Stoffel...
Caralho... Stoffell!
E não bastasse, ainda por cima: Vandoorme.
Pqp!

E lá na Mercedes...
O chefe com pinta de mau caráter, safado e suspeito Toto Wolf (não parece coisa de cachorro? Assim: “-Toto, aqui!” e ele responde “Wolf Wolf, e aparece abanando o rabo”) declarou que eles não são imbatíveis.
-Nem poderíamos ser. Nossos motoristas são cone#6 e cone#44, é muita sorte não estarmos perdendo o campeonato para algum time com gente melhorzinha.

E ainda falou que Nico Rosberg agora corre sem nada a perder.
-Já perdeu tudo que tinha pra perder... Corridas, status na equipe, dignidade...

Um comentário:

Marcelonso disse...

Groo,

Eis uma corrida que tem tudo pra ser chata demais. Acho que essa só vou assistir na reapresentação Sportv, e se valer a pena.

Quanto a McLaren, como diria aquele locutor: Que faseeee!!!


abs