20 de set de 2015

F1 2015: Singapura - A monotonia com traços de beleza em duas horas

Geralmente não é de se esperar nada muito bom vindo da pista de Singapura.
Apesar de gostar da pista e achar as corridas lá atraentes, não hesitaria em troca-la por qualquer outra pista europeia tradicional (França, Holanda) ou mesmo trazer a Turquia de volta.
Mas este ano, especialmente, a pista já trouxe surpresas – muito agradáveis – na classificação.
Pela primeira vez no ano não há Mercedes na primeira fila.
Cones #44 e #6  perderam para as Ferrari e as Red Bull.
Pode até ser pontual, mas a surra foi grande e muito bem vinda.

E na largada, sem surpresa alguma.
Fora Verstapen ter ficado parado, não houve mudanças significativas.
E dá-lhe Vettel abrindo vantagem.

O banho-maria da prova foi até a primeira sessão de pits.
Só então a primeira emoção real: Nico Hulkemberg sabe-se lá porque, foi para cima de Felipe Massa que estava em seu traçado de saída de boxes.
O toque foi inevitável e pior para o piloto da Force Índia, que foi parar no muro.

Virtual Safety Car na pista.
Massa aproveitou para voltar aos boxes e trocar de estratégia mudando o tipo de pneu.
Curiosamente, entra o safety car real.
E dá-lhe monotonia.

Para dar um sorrisinho, ainda que tímido, só quando cone#44 ficou com problemas e começou a perder posições.
Mas até ai... Já tava ferrado mesmo.
Terminou parado no boxes abandonando a corrida.
Pior foi o caso de Felipe Massa, que já não estava tão bem assim, ainda viu o carro entrar em ponto morto e voltar frouxo.
O azar voltou. Também abandonou.

Mais emoção?
Um cara atravessa a pista e pula o muro durante um safety car.
Ao menos isto.
E logo mais tarde, após o safety, o outro piloto da McLaren se enroscou com uma Lotus e perdeu uma parte da asa.

E volta o banho-maria com pequenas alterações de temperatura com as brigas entre as Toro Rosso e Grosjean.
Foi até bonito ver as ultrapassagens sem o DRS ajudando.

E a corrida foi até o limite de duas horas... Se não tiver passado,
A vitória de Vettel fez com que ultrapassasse Senna em número de vitórias.
Foi bom, não ótimo, mas foi bom.
Diz agora que é só com carro do Newey, diz...

2 comentários:

Marcelonso disse...

Pois é Groo,

Onde estão aqueles que cornetavam tanto Vettel? Onde vivem, o que comem? Porque desapareceram? Sexta-feira no fantástico...

abs

Manu disse...

Devo dizer que para os moldes da pista, o resultado foi melhor que encomenda.