30 de mai de 2016

F1 2016 - Crônica do GP: A outra corrida

Foi uma corrida típica do GP de Mônaco.
Nunca dá para esperar que lá no principado irá abundar ultrapassagens ou brigas emocionantes, mas uma corrida tensa sempre é possível.

Das boas coisas da corrida deste ano dá para destacar a briga entre as Saubers.
A equipe solicitou a inversão de posição entre Nasr e Ericsson.
O brasileiro deu de ombros e o companheiro de equipe forçou.
Forçou e fez caca.
Os dois acabaram saindo da prova logo adiante.
Ericsson pediu desculpas assumindo o erro.
Sinceridade é a única coisa que lhe resta já que talento...

A Red Bull também deveria pedir desculpas por fazer com que Daniel Ricciardo perdesse a corrida.
O pit stop ridículo parecia feito pela Williams de tão surreal.
Aventou-se a possibilidade de o australiano ter ido aos boxes sem avisar o time, mas logo depois a hipótese perdeu força.
Ainda na casa dos energéticos, Max Verstapen foi de bestial à besta em quinze dias.
Da vitória na Espanha aos muros de Mônaco.
Dá um desconto. É Mônaco.

E por falar em Williams.... Deixa para lá.
Vergonha define.

Aplausos para Sérgio Perez e sua Force Índia no pódio.
Consistente a corrida toda.
Dane-se que Rosberg fez corrida de miss com direito a aceno para a plateia e tudo.
Dane-se que Kimi bateu e que Verstapinho largou lá atrás.

A McLaren também tem de ser aplaudida e danem-se as mesmas coisas do tópico acima.
O quinto lugar de Alonso foi fantástico para o time que vem mostrando alguma reação em relação ao tétrico ano passado.
O outro cara chegou em nono, mas... E daí?

Grosjean e Gutierrez a bordo de suas Haas ficaram em último lugar.
Mas não acabou o encanto ainda, vamos ver como se comportam no Canadá.
Ah sim... Manor com seus dois manetas também terminaram a corrida, mas é um time com pilotos meio button.
Ninguém liga.

3 comentários:

Manu disse...

Poderia até reclamar de ter acordado para ver essa bobagem. Mas ... A gente volta a levantar e ficar assistindo até o fim. Fazer o quê né?

Abs!

Anônimo disse...

Hamilton !


. Corridinha chata mas, tradição é tradição. Vi. Falei besteira da última vez quando estive por aqui. Dá para ver os iates, sim. O polititicamente correto dos últimos anos é que estraga tudo e os iatões, agora, me parecem menores... Crise. Em Mônaco.
Pô, mermão... Não é que o grimaldino Albert casou com uma gata ?

. Verstapen não ganhou na Espanha. A Ferrari foi que 'perdeu' em terras alonsenses. Ou quis perder.

. Colocaram um caixão sem alça para narrar a corrida. Não é que estranhei a não presença de Gagalvão ? Ele é verdadeiro rei de Mônaco ! Tinha pelada amistosa da seleção contra os funcionários do Canal do Panamá...



M.C.

Marcelonso disse...

Groo,

Gostei da corrida. Fazia tempo que não assistia uma corrida em Monaco com tanto interesse...Pena que a chuva parou!

Quanto a Hass, a meu ver, levou muita sorte nas etapas iniciais, ainda mais com a novidade dos pneus. Mas agora que todas as equipes pegaram a mão, com sorte beliscará um ponto aqui e outro ali.


abs