12 de jun de 2016

F1 2016 - Canadá: Morno

Ah o Canadá...
O bacon canadense, o bolo gordo... E a maldita mania de me ferrar as pautas.
Só porque eu disse que a corrida lá é em clima de festa por conta da temperatura agradável de primavera e o lugar está mais frio que S. Paulo na madrugada da corrida.
E creia: isto faz uma diferença danada para a corrida já que a temperatura do asfalto não ajuda no aquecimento dos pneus.
E para piorar, gotas de chuva em pontos diversos no traçado.

A largada era a oportunidade definitiva para saber o quanto a Mercedes interferiu na briga entre seus dois cones após aquela largada desastrada, ridícula e hilária na Espanha.
Só que a largada fenomenal de Sebastian Vettel somado a largada muito meia boca de Hamilton e a largada horrorosa de Rosberg (que caiu para décimo, sendo ultrapassado até pelo Alonso) tiraram a nossa chance embora tenham tocado rodas na chicane.

Mas a Ferrari optou por uma estratégia esquisita.
Liderava quando chamou os dois carros para o box. Pareceu prematuro.
Vettel voltou em quarto lugar e escalou até a segunda posição passando do jeito que quis pelas duas Red Bull.
O alemãozinho estava on fire fazendo voltas rápidas seguidas e assumindo de novo a ponta quando Hamilton parou.
Tínhamos uma corrida em aberto neste momento escorado na possibilidade de chuva.
Que não veio.
A parada das Ferrari na décima segunda foi confirmada como prematura.
Mesmo tirando a diferença, Vettel não conseguia chegar o suficiente para atacar Hamilton com pneus bem mais gastos.
Para piorar, ainda errou na chicane final, a do muro dos campeões, e deixou que o cone #44 abrisse um pouco mais e conseguisse calma e vantagem suficiente para administrar os pneus.

Lá atrás, Nico cone#6 escalava o que podia para diminuir o prejuízo.
Parece que o cheet mode que ele tinha no começo da temporada se mostrou um grande vírus. Suou muito na briga com Max Verstapen e não passou.
Por pouco não saiu da corrida e deixou o Canadá sem ponto algum.
Massa com motor aquecendo demais abandonou enquanto seu companheiro de equipe andava em terceiro firme rumo ao pódio.
A saga da paçoca continua
Lá na frente a corrida seguia como a temperatura da pista: morna.
E o resultado acabou sendo como a temperatura em Paulo no fim de semana da corrida: gelado.
Ao menos deixou ainda mais aberta a briga pelo campeonato entre os dois cones da Mercedes.
Só que com o Rosberg em viés de baixa e Hamilton subindo mais que balão de festa junina bem feito.

Ponto alto da corrida foi a homenagem de Lewis Hamilton feita ao sair do carro a Muhammad Ali.
Hamilton é aquele cara que até poderia ser legal sempre, mas prefere ser só de vez em quando.

10 comentários:

Vinicius Vergueiro disse...

Mas creio que mesmo sem a estratégia estupida da Ferrari,seria muito complicado pra Vettel conseguir a vitória.

Mas mesmo assim,a Ferrari mostrou algum sinal de vida. E quanta falta faz um Ross Brawn na elaboração das estratégias de corrida... Desde que ele saiu,a Ferrari raramente tem dado bola dentro nas estratégias.

E Rosberg mostrando porque nunca será um campeão.

Riccardo vai sofrer bastante com Verstappen,creio que já deva estar morrendo de saudades de Kvyat...

Raikkonen,bem... Melhor nem falar nada.

Bottas foi fantástico,Verstapppen idem.

Massa e Nasr nem merecem meia linha de comentários.

Anselmo Coyote disse...

Corridinha ridícula, desde a largada.
Rosberg deu duas emoções, uma qdo bateu roda e ficou para trás e outra na última volta. No mais, mais ridículos só os pit stops da Ferrari no carro do Raikkonen.
Abs.

Vinicius Vergueiro disse...

Chola mais que não tá dando pra ouvir...

Vinicius Vergueiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vinicius Vergueiro disse...

Alegria de finlandês velho e aposentado dura pouco...

Vinicius Vergueiro disse...

Ah,esses mafiosos italianos inescrupulosos...

Sempre eles pra estragar as corridas desse pobre finlandesinho indefeso pra privilegiarem esse farsante alemão vigarista que não ganha nada sem a ajuda suja deles...


Abaixo a Itália!!!!! Boicote a Ferrari Já!!!!!!

joaoleopires disse...

Morno, ótima definição, se consideramos a largada e algumas ultrapassagens como quentes e o resto da corrida, frias, na média fica morno!!!
Maledita Ferrari!

Manu disse...

Voltamos à porcaria de sempre... :(

Abs!

Anônimo disse...

Prá mim foi ótima ! HAMILTON !

Deixa eu ler de novo porque já dei mancada na última que estive aqui...
O senhor foi muito parcimonioso com o Penélope ! O cara NÃO pode ser campeão depois de uma pixulecada daquelas ! Ele 'telegrafou' tudo pro Verstapadinho, desde o primeiro ataque ! E a cereja estragada do bolo foi aquilo que nem OVNI consegue: um freada fora dos limites permitidos com total descontrole da máquina ! Cruz credo... Mestre Piquet levou o Leão só 'psicológico', em Monza. Ano, nem me lembro. O Gagálvão nem entendeu ! Depois, tirou o chapéu para a magia piquetiana. Depois, aquela, por fora, no Senna. Ou antes, não sei se foi no mesmo ano. Tudo bem, comparar o Rosberg com Piquet é demais mas o cara é ridículo. Deve ser péssimo em História. Sim, qualquer profissional, seja em que ramo estiver, precisa saber o histórico da sua profissão. Analisar, pelo menos, os grandes. Militares são bons nisso. Estudam táticas de Josué... Se Rosberg tivesse visto os GPs das antigas, teria ultrapassado o jovem audacioso, diria, petulante. Ou fazer o que GH-3 fez com ele no início da corrida. E, não adianta. Ferrari fez ótima largada mas, sinceramente, a Mercedes tá com um carro superhipermegaequilibrado. Vettelino sofre com os pneus. Mal que ainda assola a Ruimlliams há pollada de anos. Aliás, todas, menos a Mercedoca. E, dizem, a McLaren que ainda não tem motor. O Tádeonda já provocou 10 haraquiris e cinco sushis na fábrica japonesa. Um sashimi, de um CEO. Um cone filadélfia para mim. Adoro.
Bom, fico com a desastrada largada e a chegada prá lá de horrorosa do Penélope. Pode ser campeão, pode. Mas não merece.
E foi festa, sim, no Canadá. Tava cheio de gente, naquela chuva e temperatura sub-paulistana. Tenho que encher os egos paulistanos. Locomotiva, sabe... Já nevou em Sampa ? Não ? Ouvi falar em 5°. Faltam 6 grauzinhos menos para o feito ! Mais uma garoínha... E voilà ! Neve ! Falta isso para a capital econômica da América Latrina desbancar Buenos Aires... Não , a Cidade do México não desbancou Sampa. Maldade e inveja dos mexicanos.
Aqui, um urso polar acaba de comer um turista olímpico desavisado em Copabacana. Por que não o Paes ? Caramba !
E, não ! Culiacán não desbancou o Rio ! Maldade e inveja dos mexicanos !

Dunga, Tite, quem for prá lá, prá mim, já era. Pode até se classificar prá Copa mas o problema é que a seleção está mais para McLaren hoje em dia. Falta jogador bão ! Nem-mar ? Quequeiçú, cumpanhero ? Só funciona com um Messi do lado.


M.C.

Marcelonso disse...

Groo,

Não foi a corrida que gostaríamos de ver no Canadá. Tomara que não seja a tônica daqui pra frente.

Não fosse a cagada da Ferrari, Vettel teria chance de vencer.


abs