17 de ago de 2016

Antes era pior... 16 - Patrocínio danoso

Esta sessão do blog tem o objetivo de desmistificar aquela frase “antigamente era melhor” no mundo da F1.
Claro, podia ter muita coisa boa (de verdade) mas nem tudo eram flores.
Aqui já vimos piloto testando capacete, os primórdios das câmeras onboard, invencionices aerodinâmicas diversas etc.
Também vimos publicidade em carros não muito convencionais como Arturo Merzario correndo com patrocínio de uma funerária estampada no carro.
Mas nenhuma publicidade ou patrocínio foi tão danoso para o carro e piloto que a feita pela Arrows em seu modelo A4 (parece medida de papel) equipado com motor Ford e pilotada pelo italiano Mauro Baldi no campeonato de 1982.
Tratava-se de uma empresa que produzia azulejos e que para deixar tudo dentro do contexto “azulejou” o carro da Arrows.
Deve ter ficado um pouco pesado, dependendo do rejunte que usaram, claro...
Para outros textos desta série clique no marcados ou fim da postagem.

3 comentários:

Rafael Schelb disse...

Esse carro tá naquela tênue linha entre o simpático e o horroroso. Difícil decidir... rsrsrs

Danilo Candido disse...

Groo,

Acho nada ainda supera a tal história do contrato (cancelado) dos cigarros Death, que seria visto nos carros da Pacific logo após o GP de San MArino de 94...

Um abraço,
Danilo Candido.

Marcelonso disse...

Groo,

Imagina o trabalho que deu para plotar isso. Realmente teve coisa pior antes...


abs