23 de nov de 2016

F1 2016: Quem merece o título?

Quem merece ser o campeão? Hamilton ou Rosberg?
Na modesta opinião do blog, nenhum.
Hamilton nunca sentou a bunda em um carro realmente ruim.
Houve anos em que sua McLaren não era a melhor do grid, mas estava longe de ser uma carroça.
Já Rosberg andou pela Williams, que convenhamos, não tem um ano bom desde 1997, quando fez o campeão mundial de pilotos com Jaques Deusmelivre e levou o campeonato de Construtores.
Excetue-se a terceira posição no ano de 2015, até porque, Nico já não estava mais lá.
Então, se o merecimento fosse pela carreira pregressa, Nico mereceria mais.

Mas o que conta é a temporada atual.
O empate no número de vitórias, até mesmo pelo que foi posto, é enganoso.
Nico andou mais, guiou mais e aparentemente, sentiu menos a pressão. Foi mais regular e por isto está na frente nos pontos.
A pior posição de chegada de Nico foi um sétimo lugar em Mônaco e só esteve fora do pódio por quatro vezes.
Já Lewis teve como pior posição também um sétimo, na China.
Porém, só esteve fora do pódio em mais uma corrida além desta.
Foram nos abandonos que a diferença se fez.
Enquanto Nico abandonou a prova apenas uma vez (Espanha), Lewis abandonou por duas vezes (Espanha e Malásia)
Outro quesito esquisito (mas que para o blog faz sentido) seriam as vitórias em palcos tradicionais também tem empate técnico e enganoso.
Nico venceu em Spa-Francorchamps, Monza e Suzuka.
Lewis venceu em Mônaco, Silverstone e Interlagos.
A vantagem seria de novo de Nico, já que venceu na Bélgica e na Itália, que são o suprassumo das pistas do calendário.

Se Hamilton ganhar, vai ser apenas mais um título conseguido em luta direta contra um piloto que não tem títulos. Massa em 2008 e o próprio Nico nos dois seguintes.
Já para Nico, o título teria um peso um pouco maior, já que teria derrotado – na pista – o atual bicampeão na sequência e detentor de três títulos no total.
No fundo, o título da temporada atual não faz de nenhum dos dois menos cones.
Com este carro da Mercedes, Vettel, Alonso ou mesmo Kimi Raikkonen já teriam garantido o título há várias etapas.
Mas enfim, é o que tem para este ano.
Qual seu preferido? Quem merece mais?

5 comentários:

Mário Salustiano disse...

Nico merece mais por ter sido mais regular e melhorado um pouco depois de perder o título na corrida dos EUA ano passado, na verdade acho que Hamilton deu uma acomodada desde aquela corrida, sabe aquela coisa de já ganhou muito e quer aproveitar um pouco a vida, caiu na gandaia e não foi a sombra do que fez nos dois anos anteriores, no mais a tua análise sobre os dois eu concordo e penso igual

Marcelonso disse...

Groo,

Meu preferido é Hamilton, mas dessa vez, pela vantagem construída Rosberg vence o Mundial.


abs

Anônimo disse...

Preferência por preferência mesmo, GH-4. Não só é o meu ídolo atual como prá te zoar, senhor Groo mas tudo indica o Penélope será campeão. Com louvor. Tirando aquele motor que deu xabú na Malásia, tudo bem. Coisas de corrida... kkkkkk ! Corridas de hoje ! kkkkkk !
. Começou. Para lembrar porque o senhor é mais brasileiro que eu e sofre mais da memória. Piquet, tricampeão, sentou-se num bomba chamada Lotus de cor amarela. Ayrton andava com a Toleman voando mas não chegava ao final quase sempre. Só para aparecer. Estrategicamente deu certo. A Lotus preta ? Era um carrinho bom, tipo a Red Bull de Verstappadinho hoje só que não tinham torpedões como a Mercedocas naqueles anos de 1984, 1985. Torpedos, sim. As diferenças eram menores. Qualquer carro que GH-3 pegar que não seja a Mercedoca nada fará. Só para quem ainda acredita em pilotos acertadores de carros em 2016... Aliás, um dos maiores pilotos de F1 deu a dica, quase 30 anos atrás, do completo domínio dos engenheiros hoje transformando o piloto num mero motorista veloz. Piquet. Ele mesmo, com a mesmíssima Lotus amarela.
. Não, vendo os números, não acho que Nico foi mais regular que Hamilton. Um início melhor, na metade da temporada, predomínio de Hamilton e aíííííí... Motor foi-se na Malásia e o Nico usando de estrategia.
Vai arriscar para que ?
10 pontinhos a mais daquela corrida e teríamos uma verdadeira final.
. Já disse. Seu queima filme é achar os dois 'cones' sem dar explicação alguma para essa conclusão rongrooneana. Eu acho o Verstappen 'tapadinho' porque é afobado, passa por cima, pronto. Já fez várias. Não chego a fazer o que Gagálvão fez com o Schumacher no início da carreira do piloto. Não sou doido numa F1 manipulada. Pode, ano que vem, 'Olha o Meninu, ui ! Olha o meninu, ui, ui, ui' ser campeão ! Mas piloto não é só acelerar ou perder a cabeça por estar sendo ultrapassado. Mas é o piloto da hora. Por que Hamilton, tricampeão, é 'cone' com 52 vitórias ?
Por que o Penélope é 'cone' ?
. Devolvou-lhe com duas perguntinhas.
Alonso teria Zacarias com segundo riloto na Mercedoca ? Vettel teria Bundens Barrobello com segundo riloto na Mercedoca ?
E, falando do atual 2° piloto da Ferrada, já abandonou dois GPs bem recentes para que Vettelino se firme, pelo menos, na 4° posição. EUA e Brasil !
Acha mesmo que, com um alemão na Mercedes, o Kimi Vodka já seria campeão ? Hamilton sofreria mais. Não com o Kimi. Com Vettel e com Alonso. Aliás, não correria contra Alonso nem Alonso contra ele. 2007 foi brabo.
Para a sua alegria ! Três são os cones geniais da F1 ! GH-3, Fofonso e Vettelino.

Tenho que rir. Tudo bem, senhor Groo. 'It's Alright !', como diria um certo Bitou.


M.C.

Rubs disse...

O Barrica ainda merecia ao menos um campeonato. #VaiBarrica

Net Esportes disse...

Eu sou torcedor assumido do Hamilton. Acho que o Rosberg mereceu pela circunstância, a diferença foi a Malásia. O Rosberg soube administrar e levou.

Não se pode culpar o Hamilton por tentar de tudo na última corrida como estão falando algumas notícias que vi agora.