13 de set de 2017

F1 2017: Revelações antes da noite escura

Semana do grande prêmio de Singapura, aquele disputado de noite.
O lugar é sensacional ainda que na noite não se veja muita coisa...
A ideia, por pioneira na F1, é fantástica.
As corridas, nem sempre.
A grande lembrança é, e vai continuar sendo por algum tempo, o crash gate que teve lugar lá.
Nelsinho até hoje é um tanto mal visto pelo caso.
Na verdade, foi o único punido na papagaiada toda.
Flávio Briattore já foi perdoado, Pat Symonds também e até já trabalha de novo na F1.
Alonso, o sabonete, nunca foi sequer incomodado.
O único que teve um banimento branco que perdura até hoje é Piquetzinho
Mas como águas passadas não movem bolinhos...

Foi revelado que a McLaren finalmente vai se separar da parceira Honda para 2018.
McLaren se unirá a Renault e os japoneses irão trabalhar com a segunda turma da Red Bull, a Toro Rosso.

É bom para ambas as partes?
Sim, claro, mas para bom entendedor fica explicitamente claro que é muito, mas muito melhor para a fabricante japonesa.
Na Toro Rosso, a pressão por resultados é bem menor.
Claro que existirá cobrança, mas não na quantidade em que a Honda suporta agora.
Time cobrando, imprensa corneteando de forma intensa e a cada grande prêmio um zilhão de reclamações pelo rádio de Alonso que a Liberty faz questão de pôr no ar.
Se isto não é um grande anti marketing, nada mais é.
E outra perna deste acordo, que não está explicita, mas é bem fácil de se imaginar.
Se a parceria com a Toro der certo e render bons resultados, para equipar o time principal e empurrar os carros de Adrian Newey é um pulo.

Já para a McLaren é a solução possível para o problema da falta de potência.
Não que será resolvido milagrosamente, já que os motores Renault também não são a última coca cola do deserto.
Perdem feio para os motores Ferrari e feiésimo para os Mercedes, mas ainda assim são mais confiáveis e muito mais fortes que o atual estágio da Honda.
Ainda que o time tenha andado de forma digna em algumas corridas (Monza e Spa não conta...)

Outra revelação foi a de que o porrador mor do automobilismo moderno, Robert Kubica, rompeu com a Renault para poder encontrar um lugar para correr na F1 em 2018.
Isto depois da Renault ter acertado - no meio da temporada, o que não é muito comum – com o manetão Carlos Sainz Jr.
E curiosamente.... Ainda há incertezas sobre o futuro de Massa na Williams.
Será esta a dança das cadeiras se iniciando? Com a Williams trocando meia dúzia por três?

4 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia !
. Sensacional ? Menos. Só o hotel com a piscina com borda infinita é sensacional, de resto, legal. Não pode cuspir na rua por lá. Vai preso. E o porto ? Deixa Santos no chinelinho. Todo paulista deveria fazer uma viagem para lá só prá cair na real e o reizinho na barriga dar uma adormecida.
Fantástica ? Menos. Se fosse em Interlagos, uau !
. É, não me lembro de muita coisa. Uma Mônaco veloz. Por onde anda Nelsinho ? Acho que tá na NASCAR, onde as corridas noturnas começaram.
Piquêpai fico fulu da vida e atirou para todos os lados.
A corda arrebenta sempre do lado mais fraco.
'Mas como águas passadas não movem bolinhos...'?
Não ! Assam ! Assam moinhos ! Tenho que consertar tudo...
. OBA ! Semana tá boa ! Só faltam prender o Nove Dedos.
Sabia. A Renault não iria dispensar uma equipe fantástica como a McLaren. Mas. Só falta os jaspions transformarem a Toro Rosso em Torozilla. Com a providencial ajuda dos Incas Venuzianos. Eu acredito. Ha...
. Sei não. Que mal faz perguntar. Toro o quê ?
. A Honda tá com a rosquinha queimadassa, pior que Queermuseu.
. Temos um inocente no pedaço ! Acreditar que a Toro Rosso irá andar mais que a Red Bull ! Bom, olha o perigo aí, senhor Groo. A Ruimlliams... Aliás, podemos ter no final do ano que vem, a MacMac à frente da Ruimlliams e, pior o Torozilla ! Isso será para quando 2020 ? Esqueceram de falar com a McLaren e a Renault.
. Só para comparação... Equipes na F1, fica difícil comparar. A Renault da de lavada. 2005 e 2006, com Chatonso ! Só motores, só motores, pros japoneses terem uma chance com os franceses.
Aha ! 6 vezes pros orientais do sushi nascente !
Voilá ! 12 vezes pros ocidentais do Petrus poente !
. Bom, vamos parar com essa papagaiada de achar que com marquetingue de quinta que os japas fazem que a Honda é melhor que Renault. Taí, Itajaí ! Tenho que visitar o Marcelonso...
Como equipe, a Renault tem dois 2 títulos de construtores. Honda, ZERO !
Com os motores levando equipes e os pilotos as glórias campeonatenses !
Renault 12 vezes ! Honda 6 vezes !
E a Nissan é da Renault.
E tenho dito. Os Joesley Safadão gosta de coroas... Eu também.
Mas o Serjão Reis já cantava:'Panela velha é que faz comida boa...'

HA !



M.C.



.

Anônimo disse...

Voltei.
. Já descobri o projeto MacMac-Renô.
Consultando os meu alfarrábios, notei que tem algo aí mui interessante para Renault. A Ferrari é o motor com o maior número de campeonatos na F1( desde 1950...), agorinha, com 16 títulos. Como esses franceses são fantásticos, a Renault só estreou na F1 em 1977, ou seja, 27 anos após a Ferrari está apenas 4 campeonatos atrás da Scuderia !
. E, para o desespero de Ruimllianistas e ferradistas. Quanto aos campeonatos, a McLaren está atrás um título só da Williams e sete da Flarrari, quer dizer, Ferrari. Ferradistas, como framenguistas, ficarão mais apavorados pois são inseguros de nascença, óbvio, aí a coisa pega para McLaren mas ultrapassar a Williams, pode. 9 contra 8. Um só, iguala. Dois, passa. Tem que combinar com a Mercedes e a Ferrari, só isso. Com GH-3 e Vettelino O Nervosinho, pouca coisa, mas Fofonso está com as facas entre os dentes.


HA !


M.C.

Manu disse...

Acho o circuito de Singapura bonito e só. De fato, é raro ter corrida lá que empolgue. Ainda mais agora, com uma clareza maior no que pode ser o fim dessa temporada.

Sobre a McLaren romper com a Honda é a melhor coisa ser feita e concordo que a ida para Toro Rosso possa ser menos desastrosa que é para a McLaren atualmente.

Qt à contratação do Sainz, para mim, irrelevante, assim como o possível retorno de Kubica (o que ainda acho remoto de acontecer). Ainda mais se Massa não tiver contrato para 2018. Acho bem pior que ele permaneça e um piloto mais novo fique sem lugar. Acho que já deu para o cara, faz tempo.

Abs!

Marcelonso disse...

Groo,

Esse traçado é uma verdadeira merda, com o perdão da palavra. A corrida sempre é muito chata, pois chegam nas mesmas posições de largada, sem contar as intermináveis intervenções do SC.

O fim do casamento McLaren Honda era mais que esperado. Penso que os dois vão melhorar. A McLaren poderá voltar a figurar entre os ponteiros com frequencia e a Honda terá tranquilidade para evoluir na Toro Rosso.


Em tempo, com um pouco mais de tempo estou tentando manter o blog atualizado e visitar os amigos com maior frequencia.

abs