Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2019

Scalene e seu Respiro: nunca um nome foi tão apropriado

Imagem
AScalene está de volta com uma nova coleção de canções inéditas agrupadas sob o sintomático nome Respiro (Slap, 2019).
Produzido por Diego Marx sob a direção musical de Marcus Preto (Gal Costa, Nando Reis, Silva, Tom Zé) o disco é exatamente o que promete o título.

Leve, sem as guitarras saturadas e vocais gritados de seus dois primeiros discos e que depura ainda mais a vertente melódica de seu último disco, Magnetite (Slap, 2017)

Para se ter ideia do tamanho da mudança de rumos a que a banda se propôs, as duas primeiras faixas de Respiro são... sambas!
Ainda que tocados com baixo guitarras, baterias e violão, a pegada leve surpreende quem esperava uma volta ao stoner rock de Real/Surreal (2013) ou Éter (2015).
Segundo o guitarrista Tomás Bertoni, o disco é um: “resgate de diversas coisas que a banda ouvia antes de mergulhar nas raízes roqueiras”.
Um bom e bonito exemplo é a faixa que fecha o disco “O Que É Será” levada apenas no piano e de onde sai o título do disco.
O guitarrista ai…

The Allman Betts Band, sourthen rock de pais para filhos

Imagem
No verão de 2018, Duanne Betts, filho de Dickey Betts se juntou a Devon Allman, filho de Gregg Allman em um projeto em que tocavam covers da Allman Brothers Band e antes mesmo do fim da turnê começaram a escrever material próprio.
Com a confecção das canções em andamento, telefonaram para Berry Oakley Jr. (também filho de um dos músicos dos Allman Brothers, o baixista Berry Oakley) e formaram a base da The Allman Betts Band finalizando os trabalhos que acabaram por se tornar um álbum de sourthen rock de respeito.
Espere sim, claro, um disco fortemente influenciado pela banda dos pais, não poderia ser diferente. Vide o nome que escolheram.
Mas não vá achando que é pura e simplesmente uma cópia. Todos os envolvidos têm personalidade (e talento) o suficiente para dar a cara a tapa e lançar um disco como esse Down To The River. (BMG, 2019)
Confesso que peguei apenas por curiosidade, mas acaba que me surpreendeu demais.

A banda conta com, além do trio nas guitarras, baixo e vocais, um time…