Postagens

Mostrando postagens de 2011

Tablet New Year: saiba usar que dá menos problema

Imagem
-Olá, aqui quem fala é o cara que cria os tablets New Year... E antes que alguém possa levantar a hipótese, eu não sou o Steve Jobs.
Sei que não deveria estar me pronunciando ainda, afinal o novo lançamento só chega até vocês no dia 31, mas poxa...
As linhas telefônicas daqui de onde estou estão congestionadas, não consigo falar com nenhum dos meus colaboradores. Nem a internet aqui ta funcionando direito. Não dá para acessar a plataforma do modelo anterior ou ver nos fóruns especializados o que funcionou direito e o que não.
É nego fazendo pedido de aplicativo, que todo ano nesta época eles baixam e nunca usam. Exemplos? Veja só... Da linha: “No in the next year” tem alguns que sempre pedem pra atualizar a interface, mas pouquíssimos usam: No Smoke e No Drink principalmente. Tem gente que enquanto está carregando o aplicativo já acende um ou dá um gole em alguma coisa...
E a série: “Yes in the next year” também. Tem o “I will pay my dues” que sinceramente, nem sei pra que existe. Nego ba…

Xmas on Sanatéur - conto de natal 2011

Imagem
Este é o já tradicional (?) conto de natal do Blog do Groo, desenvolvido sobre idéia original - e com a ajuda do amigo e parceiro Anselmo Coyote. A todos um feliz Natal repleto de paz, amor, alegria, união e amizades.


-Hoje? - disse Ron enquanto mordia um donut
- Hoje não... Agora! Antes que a nevasca piore, eu odeio neve. E chame o Coyote. – ordena Mar Céu L´Onça.
-Ih... Sei não. Ontem ele estava com uma loura e à esta hora nem deve ter acordado se é que dormiu. Vou sozinho, afinal é só uma caixinha com uma árvore.
- Não Ron... A árvore não está em uma caixa
- Por que não? Onde está?
- No mostruário. Montada e é a última da loja.
- Ah não! Aquela árvore de natal é muito pesada e desajeitada. Como aconteceu isso? Ficou pechinchando, né?
- Um pouco... E quando cheguei ao preço que queria só tinha uma e se não buscar até o meio dia o China vende pra outro.
- Você nem deu um sinal para segurar a árvore?
- Não. As folhas de cheque – assim como as das árvores desaparecem no inverno - acabaram e banc…

Um conto politicamente incorreto

Imagem
O ônibus estava vazio ao sair do ponto inicial, apenas um passageiro além do cobrador e da motorista.
Logo na primeira parada, apenas trezentos metros do ponto inicial, um sujeito dá o sinal para embarcar.
Não é comum que entre alguém naquele local, apenas bem mais à frente, mas como é sua obrigação, a motorista para o coletivo.
Ao embarcar o rapaz para na frente da catraca como quem vai tirar do bolso a carteira, mas ao invés de sacar o dinheiro anuncia um assalto. -Pô! Sangue bão... O busão acabou de sair do ponto inicial, primeira viagem... Não tem grana nem pro troco. – diz o cobrador.
-Que é que ta pegando ai, Coroinha? – pergunta a motorista.
-O sangue bão aqui disse que vai assaltar a gente Danuza... – e ri. Ela também.
-Do que cês tão rindo mano? O baguio é sério! Passa a grana. – insiste.
-Que grana Mané? Já disse que é a primeira viagem. Não tem.
-Acredita no Coroinha, sangue bão... Se ele disse é porque não tem.
-Dirige ai minha tia...
-Eu não sou tia de vagabundo! - e dá uma guinada…

Três toques e fim de papo sobre F1

Imagem
Com a F1 de férias, pouco anima escrever sobre.
Esta disputa por lugares em equipes sem muita expressão e até mesmo a vaga que resta na Williams são café pequeno.
A limada que a Toro deu em seus dois pilotos de uma só vez até surpreendeu, mas e daí?
Podem tirar Buemi, Alguersuari e por lá dois Vettel, que se o carro não for ao menos razoável não vai mudar nada.
E o que eu acho sobre o Vergne e o outro Zé que entrou lá?
Nada...
Nunca vi correr, mas se seguir a grande maioria dos pilotos que estão aportando na F1, não vão dar em nada. Posso até queimar a língua, mas a chance de não dar em nada é muito forte.
A verdade é que o excesso de gente comprando assento e a falta de testes está nivelando a coisa toda por baixo.
Tá certo que demora, mas quando Vettel, Alonso, Hamilton e Button saírem fora sobrará o que?
“-Ah, mas sempre chegam novos pilotos e sempre alguém se sobressai...”
Claro! À custa de carros maravilhosos, mas, se depender desta nova moçada ai para vermos alguém vencer de novo em Monza…

Podem rir...

Imagem
Pois é...
Não é segredo que eu seja torcedor do Santos Futebol Clube, embora de ao futebol o tratamento de - apenas – terceiro esporte predileto. Atrás, pela ordem, da F1 e do basquete.
E assim sendo não há como não fazer nem que seja um comentário sobre a disputa deste domingo entre o Santos e o Barcelona.
Disputa?
Entende-se por disputa quando há ao menos algum tipo de equilíbrio entre as partes. Não houve.
Uma rápida olhada nos números de posse de bola mostra o tamanho da sova, da surra, do massacre que o Santos Futebol Clube tomou.
Foram 73% de posse de bola do time catalão contra 27% do time santista.
E mais, dos vinte e sete, 20 foram batendo lateral ou dando reinicio no jogo após tomar gol.
O time de Messi e companhia deu mais de 800 passes, acertando ao menos 98% deles.
Marcava no campo santista não deixando a bola chegar com liberdade ao meio campo, quiçá ao ataque.

Culpados? Claro que tem.
Messi, Xavi, Iniesta, Pujol, Fabregas... Todos eles são extremamente culpados pela derrota santis…

Quando o stress fala mais alto V - Chuveiro

Imagem
O dia tinha tudo para começar bem.
Após a chuva da noite anterior, um céu azul descortinava uma manhã igual às dos finais felizes em filmes água com açúcar. Porém, ao se dirigir ao banheiro para a higiene matinal percebe que a água da torneira está minguando.
Ainda com a boca cheia de espuma do creme dental, se dirige a pia da cozinha e tem a mesma impressão.

Volta ao banheiro e após fazer uso da bacia, despreocupadamente toca a descarga e se dirige ao chuveiro.
Termina de escovar os dentes em um banho rápido, apenas para despertar.
Sente a água do chuveiro diminuir também mas ainda assim não dá a devida importância.
Fecha o chuveiro e se troca para trabalhar.
Deixa um bilhete dizendo que provavelmente não há água no bairro, quiçá na cidade.
“-Economizem!” – é o que pede.

No fim da tarde, após um dia normal de trabalho retorna ao lar.
De passagem pelo registro, confere se o abastecimento já foi restabelecido.
Ao abrir a torneira, além do ar que normalmente se forma quando falta água, um jorro ir…

Robert Johnson

Imagem
-Quem é o outro cara que está tocando com ele?
-Outro? Não... Ele está tocando sozinho, pode olhar aqui nos créditos da capa...
-Rapaz! Parece que tem dois tocando violão... Coisa do Demo...

O dialogo acima envolvia Keith Richards e Brian Jones.
Brian acabara de mostrar a Richards algumas das 29 gravações deixadas por Robert Johnson como legado. A história de sua vida poderia facilmente contada com um blues, desde a procura pelo pai que o abandonara ainda criança, as perdas pessoais – como a esposa que morreu em um parto – até o lendário envolvimento com o lado negro, tendo vendido a alma ao Capiroto em troca de uma habilidade incrível ao violão.

Para dois bluesman, Son House e Willie Brown, que conviviam com Johnson, ele era apenas um aprendiz promissor como tantos outros.
Em suas andanças a procura do pai, encontrou um tutor musical no mínimo curioso: Ike Zinnerman, um bluseiro que adorava ensaiar em cemitérios.
Fato é que Robert desapareceu por algum tempo e quando voltou a encontr…

A verdade sobre a escolha de Grosjean

Imagem
E na sede da futura única Lotus, Eric Boullier reúne para uma conversa Kimi Raikkonen, piloto confirmado da equipe, Vitaly Petrov, Bruno Senna e Romain Grosjean que aspiram à outra vaga do time para 2012 para a conversa definitiva.
-Senhores... Convoquei esta reunião para comunicar a decisão do time sobre a segunda vaga para a disputa do mundial de 2012. Mas antes, gostaria muito de agradecer cada um de vocês pelos serviços prestados à equipe.
Vitaly Petrov: Por ter segurado a barra de ajudar a desenvolver o carro após o acidente de Kubica e do fiasco do Heidfeld.

Bruno Senna: Por ter entrado com a temporada pela metade e ainda assim conseguir ter feito bons treinos de classificação e algumas boas corridas. Ficar ou não com a vaga não dependeu de forma alguma de seu desempenho. Acredite.

Romain Grosjean: Por, por... Hum... Bem, deve ter um motivo para te agradecer, mas eu realmente não consigo pensar nele agora... A vocês nossos melhores agradecimentos.

Um silêncio pesado se abate sobre a …

E ai, Webber?

Imagem
Fernando Alonso, conhecido por ser um piloto marrento e auto-suficiente declarou dia destes que Sebastian Vettel só fez o que fez por estar pilotando o melhor carro da temporada.
Claro, vindo do “fódon de las Astúrias” da até para entender.
Aceitar não...

Logo depois foi a vez de Daniel Ricciardo, que é conhecido por ter um sobrenome com diversas pronuncias, dizer que é tão bom quanto Vettel, dando a entender que o único diferencial seria o carro.
Levando em consideração que pilotou uma HRT na temporada podemos até entender a declaração como uma tentativa de chamar a atenção para si. E apesar da força exagerada que empregou na empreitada, o tempo poderá dizer se sim ou não.
Aposta pessoal? Não.

Para fazer parte do grupo, Paul Di Resta - que é um desconhecido mesmo - também vai à imprensa e diz que Vettel só ganhou por que tem o melhor carro.
E mais: “-Se tivéssemos carros iguais, eu o venceria.” – afirmou.
Tem a seu favor o fato de ter batido Sebastian em uma disputa direta na F3 em 2006 com …

Os esquecidos

Imagem
Julio sempre cortou o cabelo na mesma barbearia, tanto que nem se lembra da última vez que fez o serviço em outro estabelecimento.
Não escolheu o lugar pela excelência do corte ou pelo preço, que nem era tão barato assim, mas por um motivo curiosíssimo: o silêncio.

Fabio era o barbeiro – “-Cabeleireiro é o ca****!”, dizia.
Decidiu abrir a barbearia após se aposentar da metalúrgica, seu primeiro e único emprego desde os quatorze anos.
-Vai abrir um salão de beleza, pai? – lhe perguntou um dos filhos.
-Barbearia! Salão de beleza é o c****! – respondeu.
-E você sabe algo sobre cortar cabelo? – quis saber a esposa.
-Eu cortava chapa de aço, cabelo vai ser mole! É só uma questão de ferramenta.
-Mas e as químicas? Tinturas, apliques e outras coisas que as mulheres usam? – indagou a filha.
-Só homem vai cortar cabelo lá... Ou sapatão. – e deu o assunto por encerrado
Sempre fora assim, um homem de poucas palavras.
-Melhor calar do que falar merda! – era o que dizia quando não queria conversar.
Julio apre…

Um conselheiro de luxo para Frank Williams

Imagem
E na sede da Williams em Grove...

-Rubens... Chamei você aqui para a gente ter uma conversa...
-Pois não senhor Frank, eu estou às ordens.
-Obrigado, Rubens... Sabe... É sobre a segunda vaga de titular no time para 2012.
-O senhor já decidiu? – e sorri preocupado.
-Ainda não... Estou com sérias duvidas.
-Ah... – e solta um longo suspiro de alívio por ver que a porta não se fechou.
-Você sabe o quanto a equipe é importante para mim. Muito mais que para o Toto, ou até mesmo para o Head, e sinceramente eu não queria que a escolha se desse apenas pelo fator financeiro... Já chega o Maldonado.
Rubens não concorda verbalmente, mas...

-Então – prossegue Frank – Eu tenho sérios motivos para gostar de todos os candidatos. Você pela experiência e motivação...
-Sim, eu estou sempre muito motivado! – corta o piloto brasileiro.
-Sei, sei... Sutil fez um ano muito bom também...
-Mas sou mais experiente que ele, eu acho que...
-Rubens... – é a vez de Frank cortar o piloto – Não tem ninguém mais experiente que vo…

Projeto Renault: ajude a escolher o segundo piloto

Imagem
From: Eric Boulier (theboss@lotus.com)
Subject: Decisão difícil.
To: Ron Groo (ron_groo@bestlap.com)

Hello Ron!
A Lotus está fazendo uma pesquisa para conseguir – dentro do possível – ser mais justa e pró ativa na escolha dos pilotos para a equipe. Sempre pensando no melhor para nossos fãs, obviamente.
Como você deve saber, escolhemos Kimi Raikkonen para encabeçar o projeto, mas temos duvidas sobre quem escolher para a segunda vaga.
Como você deve saber também, os concorrentes são:

Romain Grosjean, suíço: Velho conhecido nosso e em quem – eu particularmente – depositamos grandes esperanças num futuro. Já teve seus méritos no time.

Vitaly Petrov, russo: Atualmente é um dos pilotos da casa. Nada de extraordinário, porém conseguiu segurar o grande Alonso por mais de meio grande premio, fazendo o nosso antigo piloto perder um título. Também tem a seu favor duas outras coisas importantes: dinheiro de patrocínio russo e a possibilidade de atrair mídia para a equipe com um possível GP em seu país. V…

Da forma que sempre quis

Imagem
Imagina ai...
O cara sai da faculdade faltando poucas horas para que seu time entrasse em campo para enfrentar nada mais, nada menos que o Corinthians em pleno Pacaembu.
Detalhe: não se tratava de time do coração e sim o clube pelo qual ele jogava como profissional.

Toma um taxi e consegue chegar exatos vinte minutos antes da partida ser iniciada. Não conhecia o estádio direito e não sabia onde ficava o vestiário destinado aos visitantes.
Os seguranças de trabalho no dia olharam de alto a baixo aquela figura magra, descabelada e toda vestida de branco dizendo que era jogador do time visitante e que vinha direto da faculdade de medicina.
-Olha... A gente não sabe se deixa você entrar não... Assim todo de branco, vai saber se você não é pai de santo e está aqui pra fazer trabalho contra o timão?

Então, na casa do sem jeito, ele vai até a bilheteria e compra um ingresso, adentra o estádio e atravessa toda a arquibancada onde estava a fiel corinthiana para chegar ao vestiário de seu Botafogo de…

Eu entrei na maquina do tempo

Enquanto batuco este texto meus ouvidos buzinam, minha voz falha gritantemente e minhas pernas doem, mas estou absurdamente feliz.
Houve um tempo em que me deslocava quilômetros em horários bem ingratos para seguir meus heróis da adolescência.
Heróis cujos superpoderes eram “apenas” os de dominar instrumentos musicais e palavras com a maestria e energia de gigantes.
Às vezes nem pareciam humanos...

Titãs, Legião, Engenheiros e os Paralamas formavam um quarteto mais importante e – ao menos para mim – muito mais relevante que os ídolos mais comuns da moçada de minha idade com quem me relacionava.
Não que eu não gostasse de futebol ou outros esportes, mas as respostas aos meus anseios e duvidas assim como o conforto às tristezas - que adolescente fica triste às pampas, por tudo e por nada - e os grandes momentos de desafogo vinham da música, destes quatro ícones principalmente.
Mais do que isto, falando francamente, ajudaram a formar a consciência política – já que os próprios teimam em não fa…

One two three four... Hey, ho, let´s go!

Em 1977 quando alguns gigantes ainda passeavam pelo planeta, uma turma que não estava nem um pouco encantada com "contos de oceanos topográficos", dar boas vindas às maquinas, porcos que voavam e outras coisas pouco divertidas, resolveu que era hora de retomar o controle.

De posse de guitarras, baixos e baterias se enfurnaram em garagens ou estúdios baratos para produzir algo que fosse divertido e simples. Nada de ter de pensar muito para entender e gostar.
Sem contar o fato de estarem comprando discos – por muitas vezes duplos – com faixas cada vez mais longas e por consequência, em menor numero.
Assim quem aguenta?

Só havia um problema: não sabiam tocar muito bem.
Mas e daí? A idéia não era se divertir?
Primeiro tentaram tocar algumas covers, mas não se saíram muito bem.
O baixista não conseguia cantar e tocar ao mesmo tempo, o guitarrista só sabia alguns acordes básicos e o baterista apenas uma levada seca. Perdia-se quando era necessário fazer uma virada, um repique ou até mesm…

E no padock de Interlagos...

Imagem
E alguns minutos antes da largada para o Grande Premio do Brasil, o todo poderoso da FOM e dono da F1 Bernie Ecclestone encontra Rubens 1B. -Hei rapaz, vem cá.
-Pois não senhor Ecclestone.
-Então rapaz... Não pense você que eu sou insensível e que não estou ligando para esta sua situação indefinida na minha competição.
-Sério?
-Claro que sim... Afinal cedeu vários anos de sua vida à causa da F1 e do meu bolso.
-Que isto, eu fiz por amor ao automobilismo, às corridas, ao Brasil e...
-Tá, tá... Eu acredito em tudo isto. Já ouvi antes e acredito. Sinceramente.
-Então... Eu fico muito grato.
-Não precisa... – e vai saindo.
-Mas senhor Ecclestone, só uma coisa, onde eu vou correr?
-Não se preocupe, vai estar num carro rápido. Prometo.
-Mas, me dá uma dica, por favor...
-Não... Estes jovens são uns curiosos mesmo...
-Por favor... Uma dica só!
-Tá bom, uma só... Você vai estar em um carro muito rápido.
-Sério? – e abre um sorriso enorme.
-E eu sou homem de mentir?
-Até é, mas... Diz mais alguma coisa.
-Tá... …

De volta ao samba: Kimi Raikkonen

Imagem
Pensou que eu não vinha mais, pensou
Cansou de esperar por mim
Acenda o refletor
Apure o tamborim
Aqui é o meu lugar
Eu vim

E fomos driblados.
Nem dinheiro do Catar, nem projeto de marketing ligado a seu nome e nem cota de ações para se tornar dono da Williams. Kimi Raikkonen foi pra onde menos se esperava: a Renault que vai ser Lotus.
Que seja bem vindo e que sua volta seja boa para ele, para a categoria e por consequência: para nós.
Particularmente achava difícil este desfecho, afinal a Renault que vai ser Lotus neste final de ano chegou a ter dois pilotos pagantes chegando a demitir Heidfeld com a justificativa (furada) de baixo rendimento para embolsar a grana de Bruno Senna.
Não que Bruno não tenha talento para estar no cockpit, ou mesmo Petrov, que se não é bestial, besta também não é.

Agora sobra uma vaga e há pelo menos quatro postulantes:
Kubica, que nunca foi descartado.Petrov, que ainda conta com a grana russa.
Bruno Senna que pode contar com o apoio de Eike Batista.E Roman Grosjean, qu…

GP do Brasil 2011: Tão chato quanto o vencedor

Imagem
O Grande Prêmio do Brasil chegou ao fim de forma totalmente diferente do que ocorreu em todo o restante do campeonato. Uma vitória foi de Webber!
O que não tinha acontecido em nenhuma outra etapa durante o ano.
De certa forma traduz o que foi a corrida: tão desinteressante quanto o piloto que a venceu.
Nem a briga pelo vice – que ficou merecidamente com Button, como também seria justo se ficasse com Alonso – deu molho ao GP.
Pensando bem, como disseram de formas e épocas diferentes Nelson e Ayrton: “-Vice é apenas o primeiro entre os últimos”.

E por falar em Piquet, foram dele os dois melhores momentos de todo o fim de semana de GP.
Quando em resposta a uma pergunta sobre como se preparou para a corrida que lhe deu o primeiro titulo disse: -Fui até o Reutemann e falei: “-Ô seu argentino viado! Eu vou ganhar esta corrida!”
E quando deu voltas no traçado pilotando a Brabhan que usou naquela corrida empunhando uma bandeira do Vasco.
Qualquer um que afronta os corinthianos desta forma merece noss…

GP do Brasil: O torcedor que não gostava de F1 e ainda assim foi ao autódromo

Imagem
Durante o GP de Mônaco me instalei em uma padaria para registrar as reações dos tais torcedores que apenas vêem pedaços da corrida lá dentro. Os famosos “torcedores de padaria”, aqueles que só viam corridas quando Senna era vivo.

Desta vez, quis conversar com alguém que mesmo não sendo fã já tivesse ido alguma vez a uma corrida.
Luis Carlos é esta pessoa. Nunca acompanhou a F1 ou o automobilismo. E nem passou a acompanhar depois.
Em 2010 ganhou ingressos de uma revendedora de pneus e resolveu se aventurar pelo maravilhoso mundo dos roncos de motor.
Quis saber dele o que sentiu. As coisas pelas quais passou naqueles dias e ele muito solícito, atendeu. Começou contando que saiu de casa no sábado pela manhã para acompanhar o treino de classificação só que começaria as 14.
“-Autódromo é longe de tudo...”.
Saltou do ônibus à porta do autódromo chovia muito e então resolveu que era melhor comprar uma capa já que assistir o que quer que fosse segurando um guarda chuva não era o melhor dos cenários…

O tempo passa: 20 anos sem Freddie Mercury

Imagem
Em 1971 o Smile uma banda obscura do cenário britânico assinava um contrato para a gravação de alguns compactos..
Ao todo foram seis e apesar de algumas das canções – se bem polidas e trabalhadas - figurassem como possíveis hits, a empreitada foi um retumbante fracasso.
Tim Staffel, o cantor, achou que aquilo já estava de bom tamanho e pulou fora do grupo retornando a sua vida acadêmica na Earling School of Art, deixando seus colegas na mão.
Então um jovem estudante de arte chamado Frederick Bulsara viu ali a chance de conseguir algo que já vinha planejando há algum tempo: cantar profissionalmente.
Já tinha cantado em bandas de colégio, mas até ai... -Porque vocês estão perdendo seu tempo com estas coisas? – perguntou Frederick a um jovem muito parecido com Rod Stewart e que era baterista do Smile: Roger Taylor.
-Vocês precisam trabalhar em mais material original e não nestas cópias de coisas de sucesso. – continuou - Deviam fazer um material mais original, ser mais expansivos!
O jovem bate…

Sinal dos tempos...

Imagem
Um dia tivemos estes, e nunca fomos tão felizes...
Da esquerda para a direita: Senna, Prost, Mansell e Piquet (como se precisassem de legenda)
Era a F1 dos Gênios!

Ano que vem provavelmente teremos estes...
Da esquerda para a direita: De La Rosa, Schumacher, Webber e Barrichello
Está criada a F1 Geriátrica.


publicado originalmente no site PódiumGP

Aventura Selvagem - versão F1

Imagem
Narrador: -O Aventura Selvagem de hoje vai mostrar um mundo repleto de surpresas e bichos exóticos.
Richard Rasmussen leva você para conhecer o estranho mundo da F1.



Richard Rasmussen: -Você pensa que só porque a maioria dos autódromos fica dentro de cidades grandes ou próximos a elas não tem bichos exóticos? Engano seu... Hoje vamos conhecer alguns bem estranhos e para isto vamos adentrar o habitat natural desta espécie: os boxes de Interlagos. Vamos lá?

Narrador: -A primeira parada do nosso aventureiro são os boxes da Sauber (suspense).

RR (sussurrando): -Aqui é a toca de uns caras muito, mas muito estranhos e também muito simpáticos. Lembra do ornitorrinco? Aquele bicho australiano com cauda de castor, bico de pato, peludo, aquático, mamífero e que põe ovos? Pois é... A Sauber é o ornitorrinco da F1: é suíça, usa motores italianos, tem um piloto mexicano e outro japonês, só falta por ovos...
Um dos hábitos deste bicho é esbarrar nos outros...Vira e mexe estão lá o japonês e o mexicano e…

Kimi Raikkonen: solucionática ou problemática?

Imagem
Quando deixou a F1 com um contrato rasgado e muita grana no bolso, Kimi Raikkonen era tido como desinteressado.
A voz corrente era de que estava de saco cheio da falta de senso de humor da categoria e da vigilância sobre sua vida.
Em miúdos: queria beber em paz e pilotar em uma categoria divertida onde a sua visibilidade fosse menor.
O rally foi uma sábia escolha. De repente, voltou àquela vontade de guiar um F1 que pode ser entendida de diversas maneiras e entre elas a volta aos holofotes ou uma sensível queda na conta bancária.
Passou a ser visto como solução para alguns times.

Entre eles a Williams, para qual torço.
Tio Frank, Toto Wolf, Patrick Head e até Adan Parr parecem enxergar no finlandês a solução para o fim dos anos de seca.
Não sozinho, claro, mas com um pacote aonde viriam juntos alguns (muitos) petro-dólares do Catar. Aparentemente estando ligadas uma coisa a outra.
Claro que junto aos motores Renault seria um avanço enorme!
Principalmente se pensarmos que atualmente temos os mo…

Palavras duras em voz de veludo: What´s going on

Quando Marvin Gaye entrou no escritório de seu patrão – e sogro – Berry Gordy para pedir que sua “What´s going on” fosse lançada em compacto ouviu um sonoro “não” como resposta.
Berry, dono da gravadora Motown, argumentava que a canção não tinha apelo comercial:
“-Aqui se faz disco pra vender, não pra ser obra de arte...”.

Revoltado com a decisão, Marvin lançou o ultimato: “-Ou é assim ou não gravo mais uma canção sequer nesta casa.”.
Berry podia ser tudo, mas não era burro.
Marvin não só era um cantor e compositor de sucesso como também um produtor antenado com o gosto popular e responsável por vários discos de sucesso lançados pela Motown.
Cedeu .
E “What´s going on” vendeu tão bem que o contrariado sogro/patrão, animadão, pediu um álbum com canções similares.

Marvin já tinha algumas prontas, entre elas “God is love”, “Sad Tomorrows” e uma versão do que viria a ser “Fly high (in the friendly sky").
Criou mais clássicos instantâneos -“Mercy mercy Me”. "Save the children" e “Inn…

Austin? New Jersey? Eu penso assim... E você?

Imagem
Os EUA sempre se lixaram para a F1.
Automobilismo lá é Nascar. Uma categoria de táxis dirigida por ídolos gordinhos locais, refugos de outras categorias e o Jaques Deusmelivre.
Como se vê: nada de mais...
Também tem a F - Indy, que convenhamos é uma grande idéia: carros de fórmula em ovais atingindo velocidades exorbitantes e também em pistas mistas.
O grande problema são os pilotos, que quando são bons em ovais, são uns manés em misto. E vice versa.

Indianápolis saiu do calendário mais por achar a taxa de Ecclestone abusiva do que pelos problemas com pneus.
A grosso modo foi como se dissessem: “O Ralf que se f... no muro, mas pagar tudo isto pra ver uma corrida dentro de uma das pistas mais sem graça do mundo – o misto de Indianápolis - é demais!”.
E nunca mais a F1 correu por lá.

Então do nada, ou da sanha ecclestoniana de levar a F1 a todos os povos (desde que estes paguem em – muitas - moedas fortes) aparece a chance de uma etapa do campeonato voltar a ser disputada nos EUA, mais precisam…

GP do Brasil: o troféu

Imagem
O Brasil enquanto organizador de corridas de F1 vem levando ligeira vantagem sobre outros países. Ao menos no que tange aos troféus entregues aos vencedores.
Não raro, são apresentadas taças aos vencedores que passam longe da mesmice e dos troféus que lembram brindes de banco. Depois de oferecer taças feitas com polímeros especiais obtidos a partir de reciclagem e desenhadas por ninguém menos que Oscar Niemeyer agora outro ótimo artista plástico assina a peça: Paulo Solariz.

Solariz é o primeiro artista plástico brasileiro a trabalhar profissionalmente com o tema automobilismo.
A sensação de velocidade ao se deparar com uma de seus trabalhos é enorme ao ponto de fazer com que a pessoa quase possa sentir o vento no rosto.
Já retratou Jim Clark, Emerson, Senna, Piquet, Rubens Barrichello, Felipe Massa e até Michael Schumacher, entre outros que podem ser vistas no site: http://www.paulosolariz.com.br/

Os troféus deste ano levarão incrustados em cada uma das quatro taças – para os três primeir…

Ava(ca)liações abumdabenses que já foi avacalhada por si só

Imagem
Pois é... Lá se foi a etapa abumdabense de F1 e no mesmo dia "pacificaram" a Rocinha...
Fica aqui uma sugestão ao (des)governo do RJ: Mandem uma UPP para Abumdabe, todo ano a corrida lá é uma droga...
Vamos às fotos...

Aponte o bobo!


Engenheiro: -Vai agradecer a quem Lewis?
Hamilton: -Aquele cara alí... Foi ele quem furou o pneu do Vettel pra mim...
Engenheiro: -Justo! Crédito a quem merece.


Os maiores desgostos que a Williams F1 me deu.


O maior vencedor dos GPS de Abumdabe. Ninguém ganha mais que ele....


Vettel realizando o sonho de muita criança brasileira: ficar junto com Patati e Patatá.


No cantinho da foto o cara que furou o pneu de Vettel a mando de Hamilton. FBI nele!