Postagens

Mostrando postagens de 2012

Crônica do último dia do ano

Imagem
Todo 31 de dezembro é a mesma coisa...
A gente se reúne com familiares e amigos para ficar contando as horas do ano que está acabando e refletir sobre o que fizemos e o que deixamos de fazer.
Passamos também a limpo aquelas promessas que tínhamos feito no ultimo dia do ano anterior.

Aqui posso falar por mim.
Eu não fumo. Nunca fumei. E prometi que não começaria este ano e não comecei! Então? Ponto para mim?
Não parei de beber, tudo bem... Mas bebo tão pouco que nem parece que bebo... Posso contar o ponto?
Prometi emagrecer e isto eu consegui!
Não importa se foi forçado (alô infecção intestinal!), mas consegui.

Até aqui são três pontos em três promessas.

Também prometi levar uma vida mais saudável. Caminhar, comer mais legumes, mais frutas, menos refrigerantes...
Bom, não deu.
Passei a morar perto do trabalho, coisa de atravessar a rua.
Caminhar ficou sem chance.
Ah, caminhar para o trabalho não vale? Então lascou! Então nunca caminhei na vida...
Eu até tentei comer mais legumes. Sério…

Feliz Natal ai...

Imagem
Não vou aqui desejar aquelas coisas de sempre para o natal.
Felicidade, paz, amor, fartura, serenidade, alegria e tudo o mais deveria ser tratado como direito básico de todo e qualquer ser humano.
Infelizmente não é.
Muito pelo contrário.
É um privilégio de poucos e grande parte não tem nenhum dos itens...
Espero que você que está lendo agora seja uma das exceções e tenha todos ou - ao menos - grande parte da lista.

Mas, se não vou desejar estas coisas tão normais à época, para que fazer este texto?
Bem...
Não vou desejar aquilo tudo, mas posso desejar coisas mais simples e que no fundo acabam por depender mais da gente do que se pensa.
Então vamos lá.
Quero desejar um natal sem:
•Simone cantando versão do John Lennon
•John Lennon cantando Happy Xmas (war is over)
•Compra de natal na Rua 25 de Março, Saara ou outro mercado popular.
•Papai Noel fedorento depois de passar o dia todo debaixo do sol.
•Especial do Roberto Carlos (cada ano mais chato)
•Presépio de qualquer espécie.
•Aqueles…

Crônica do fim do mundo

Imagem
O mundo esta realmente acabando...
Sinais? Sim... Tem muitos.
Primeiro: não tem cerveja na geladeira. Como posso ter esquecido?
-Ah! Mas ai é falha sua. – pode dizer. Mas se o mundo não estivesse acabando, eu teria lembrado que acabaram as Stella Artois.
Quer mais? Não achei para comprar em supermercado nenhum...
Tinha Heineken, mas de barrilzinho custando cinquenta paus.
Porra! Cinquenta paus por cinco litros de cerveja? É ou não o fim do mundo?

Outro sinal?
Salame.
Não tinha salame no barzinho que frequento.
O cara me ofereceu provolone à milanesa.
Declinei.
Só eu sei como fica meu intestino quando como aquilo e não queria ser acusado de ter começado o apocalipse.

E você tá se perguntando ai se só isto serve de sinal para afirmar que o mundo está acabando. Não está?
Pois é... Não serve...
E você também deve estar rindo achando que eu confio em profecia maia.
Ai você se engana, não confio em maia nenhum... Basta lembrar que tem uns Maias no congresso, no senado... Tudo mentiroso.
E n…

Balas acidas

Imagem
Um que sai.
Norbert Haug deu tchauzinho à Mercedes.
Não espanta. Montadora é assim.
O investimento nos outdoors mais rápidos do mundo não dá o retorno esperado e eles vão à caça às bruxas.
Se no ano que vem a maré não mudar, mesmo com Lewis Hamilton por lá, não duvido que de tchau a categoria.

Um que desiste.
Já o japonês Kamui Kobayashi declarou que não estará na F1 em 2013.
Desistiu
Por desistir, entenda-se: não conseguiu grana.
Por um lado é uma pena, não teremos um japonês na categoria. E um japonês de razoável talento.
Por outro lado... Não tem outro lado.
Pelo menos não mandei grana para o “Kamui Esperança”

Um que fica.
Romain Grosjean foi oficialmente mantido na equipe Lotus.
Assim fecha-se uma porta para Bruno Senna.
O espantalho é rápido. Estabanado, mas rápido. E convenhamos: com ele no grid as largadas nunca serão previsíveis.

Um que chega.
Max Chilton vai pilotar para a Marussia
Assim fecha-se outra porta para Bruno Senna.
Só não sabemos se damos as boas vindas ou os pêsames …

Crônica do dia chuvoso (após os dias quentes)

Imagem
O calor não iria persistir para sempre afinal de contas e então, no último fim de semana da primavera, os quarenta graus de temperatura ambiente deram lugar a uma insistente chuva.
Em alguns momentos: forte. Com alguns raios e trovões.
E em outros branda. Uma garoa mesmo, daquelas de molhar bobo...

E foi numa destas horas de garoa que saí para fazer algumas compras de última hora.
Nada mais apropriado que ficar molhado pela garoa por precisar comprar coisas que poderia ter deixado para outra hora sem problema algum.
Mas como disse, a garoa era para molhar bobo e lá estava eu.
Mas não sozinho... Bobos devem ter alguma espécie de imã. Afinal, se atraem.
Debaixo do mesmo termômetro da prefeitura, aquele que marcava uns quarenta graus estava o papai Noel. O mesmo da outra história com os mesmos gorro, calça e casaco vermelhos, mas agora completamente encharcado.
E me reconheceu.

-Você não é o cara que ia me fotografar e fazer piadinha? – disse.
-Errrr... Sou. Mas não fiz não. – respondi …

Os peões da obra. (Mais uma crônica de um dia quente)

Imagem
Desde que a companhia ferroviária resolveu trocar a estação da cidade de lugar (coisa de cem metros) – construindo uma novinha com modernas instalações a vida na cidade tinha se tornado um inferno.
Não bastasse o transtorno, o pó da demolição do casario que estava no lugar da nova estação, ainda tinha o barulho da obra e claro, os peões.
Sentados à hora do almoço por todos os cantos da nova estação, faziam às vezes de olhos, ouvidos e boca da obra.
Nada acontecia pelas imediações sem que eles soubessem e pior: comentassem.
A menina que é gerente da loja tomando um esculacho do namorado foi hit entre eles semanas atrás.
Hoje ela passa pela obra e não ouve os tradicionais assobios, mas um insistente e jocoso “cocóricó”.

Ao ouvir o sapateiro da rua reclamando que odiava o próprio apelido (o nome do homem é Baltazar, mas pelas costas todos o chamam de “cobra” que na verdade é uma simplificação para “engole cobra”) fizeram um simpático sambinha que é cantado toda vez que o indigitado apont…

Pequenas maldades.

Imagem
Pelas bandas dos EUA houve queima de  fogos.
Já na Stock a comemoração foi contida.
1B fechou com a categoria e vai correr a temporada toda.
-Já ficam nos zuando porque tem pista com trilho de trem, e ainda com o 1B seria muito complicado... – disseram na Indy.
-Comemoração pelo 1B? Não... Estamos festejando o quinto título do Cacá. – foi dito na Stock.
Só lembrando... Meddley não é uma empresa de genéricos? Tá explicado então... Vai ter um piloto genérico.

Por falar em Stock, venceu o melhor.
Não se desmerece ninguém que pilota por lá, mas a verdade é que Cacá Bueno é bom para caramba.
E para os azedos que o criticam apenas por ser filho do Galvão.
Chupa!
O cara é penta.

Webber disse outro dia ai que a Red Bull sabe que ele é capaz de superar Vettel.
Desculpe.
Hahahahahahahahaahahahahah, cof cof, hahahahahahhaa ihihihihiihi, ai ai...
Claro que sabe.
Ahahahahahahahahahahahahahahahahaha.

Uma agência ai cravou que Adrian Sutil é favorito para a vaga na Force Índia.
Curioso, não foi de l…

Crônica de um dia quente

Imagem
Reclamar do calor não refresca.
Se refrescasse, não se venderia sorvete, suco, água...
O calor tem suas vantagens e desvantagens como todo estado climático.
Não consigo me lembrar no momento de nenhuma vantagem, mas enfim...
Esta é uma crônica de um dia quente like a hell.

A prefeitura instalou nas duas praças centrais da cidade uns painéis eletrônicos.
Daqueles de led que mostram propagandas alternando com temperatura, sabe qual é?
Então... Mas o treco não foi bem regulado, ao menos a parte do termômetro e –desde sua instalação- aponta sistematicamente de quarenta graus para cima.
É certo que após sua instalação não houve dia ameno, mas quarenta e tra lá lá?
Em meu smartfone o máximo que apurei foram trinta e oito.
E no sol!

Olhava para o treco pensando no quanto aquilo é inútil e de repente me deparo com um vistoso e muito bem caracterizado Papai Noel.
Porra, se eu (de bermuda, camiseta branca e tênis) estava com calor, o que será que estava sentindo aquele homem?
Involuntariamente…

Mortadela

Imagem
Sempre que ia passear na região do Parque Dom Pedro, em São Paulo, ficava encantado com os armazéns importadores de secos e molhados. Desde muito pequeno.
Os aromas, a variedade de produtos como: azeitonas, azeites, vinhos, vinagres, queijos e principalmente: mortadelas.
Mas não de uma forma comum, encantavam mais pelo fato de estarem dependuradas no teto.
Passava por baixo das “bexigas” de mortadelas e peças de queijo provolone enormes sustentadas apenas por um cordãozinho.
Porém o sentimento que tinha não era de medo. Não temia que uma das peças despencasse lá de cima e acertasse sua cabeça, mas um troço confuso. Queria agarrar uma das peças e arrancá-la. Sair correndo do armazém com a mortadela nas costas.
Óbvio que não precisava disto, nunca precisou.
Se pedisse quando criança, provavelmente, seu pai teria comprado uma delas e lhe daria de presente. Um presente não convencional, mas um presente.
E agora, depois de crescido, já formado e muito bem empregado, uma peça de mortadela q…

Pilantropia: você ainda vai ajudar uma causa destas

Imagem
Tem certas coisas que fogem ao bom senso, infelizmente.
Também na F1.
Então de repente Kamui Kobayashi se tornou unanimidade total na F1.
É o mais carismático, é um grande talento e tem um grande potencial etc, etc etc...
Ok.
Mas a chefe dele por N questões que não vem ao caso não acha.
Sua vaga foi vendida sem nenhum pudor a um cara que diz para quem quiser ouvir que não sabe se está preparado para pilotar um F1.
Fazer o que? Business antes do esporte.
C´est la vie.

Mas os fãs, aqueles que descobriram no japonês o ultimo panteão da F1 romântica ou sei lá o que, resolveu intervir (ou tentar) na ordem das coisas e criou um fundo de ajuda a Kamui Kobayashi.
E já arrecadaram uma ótima quantia segundo se lê por ai. Inclusive com doações vindas daqui do Brasil.
Diz-se que é para ajudar o primo distante do Paulinho (antigo perna de pau que jogou no Santos) a garantir uma vaga na F1 para 2013.
Vale a pena?

Sei lá... Mas assim.
É muito engraçado ver um povo adora malhar projetos como “Criança…

Em gomos

Imagem
Algumas besteirinhas que sobraram a titulo de aspas.
Ai vão elas em gomos, como linguiça.

A Pirelli, uma das grandes responsáveis pela excelente temporada que a F1 teve em 2012 declarou que espera uma longa parceria com a categoria.
Fala em oito ou dez anos...
Isto é para aqueles que diziam que a fábrica de pneus não era capaz de fazer nada que durasse mais que uma corrida...


Luca di Montezemolo, sim... Aquele que manda, desmanda, morde e assopra na Ferrari cutucou o chefão Bernie Ecclestone em entrevista.
Até ai normal... Ele vive fazendo isto.
Mas desta vez ele foi contundente: “-Velhice é incompatível com certos papéis.” – declarou.
Pode parecer preconceituoso da parte do mauricinho rosso, mas não... Depois ele completou: “-Eu mesmo, quando for da idade do Bernie, deixarei de ser viado...”.
Explicado né?

A HRT acabou.
Os únicos que choraram o fim da nanica mais nanica da temporada foram aqueles que assistem Ghost, E o vento levou e o Segredo de Brockback Montain cem vezes e choram …

As aposentadorias de Schumacher

Imagem
Ao terminar a temporada de 2006 A Formula 1 colocou mais duas legendas em sua vasta galeria.
Uma foi Fernando Alonso, príncipe desafiante que a bordo de uma Renault conseguia o seu segundo título mundial e dali partiria para fazer história na categoria. Para o bem e para o mal...
A outra legenda foi a primeira aposentadoria de Michael Schumacher, o maior vencedor da categoria com sete títulos por duas equipes diferentes.
Ao se retirar do circo Schumacher deixou além dos títulos, o legado de ter sido o responsável direto por mudanças em regras e pontuação após dominar completamente os campeonatos entre 2000 e 2004.
Voltou em 2010 sem o mesmo brilho e força, algo até compreensível em face da velocidade das mudanças que a categoria passou neste meio tempo em que esteve afastado.

Mas o que era a categoria durante aquele ano de 2006? O que exatamente Schumacher estava deixando?
 E agora em 2012?  Quais as diferenças e semelhanças na F1 nos anos das aposentadorias do hepta campeão?

Os motor…

Psicologia invertida

Imagem
E de nada adiantaram os mind games de Fernando Alonso, Sebastian Vettel se manteve frio e calado o tempo todo.

Quando Alonso disse que não tinha Vettel como adversário, mas sim Adrian Newey, o alemãozinho não respondeu.
Juntou-se com o projetista e discutiu qual a melhor forma de utilizar seu equipamento em cada uma das pistas que faltavam.

Quando Alonso novamente abriu a boca para dizer que além dele, apenas Lewis Hamilton vence corridas com carros inferiores, também não houve resposta.
Venceu foi vencendo as corridas que pode e chegou otimamente classificado nas que não venceu: terceiro em Abu Dhabi, segundo em Austin e sexto em Interlagos.

Quando a Ferrari criou o factoide da punição a Felipe Massa em Austin, jogando o asturiano para o lado mais emborrachado da pista, Vettel não reclamou e nem solicitou a Red Bull que fizesse o mesmo com Webber.
Simplesmente largou e fez sua prova da melhor maneira possível.
Enquanto o espanhol falava, Vettel trabalhava.

A tal pressão psicológica q…

Lado B do GP - Os segundões

Imagem
Nada mais lado B que piloto B, não?
Neste fim de semana tivemos um monte deles.
Foi tanto segundo piloto tentando inverter a ordem que foi uma maravilha.

Começa pelo sábado.
Felipe Massa acaba a classificação na frente de Fernando Alonso e dá entrevista todo bravinho e negando veementemente que haverá uma mutreta qualquer da equipe que fará o espanhol ganhar ao menos mais uma posição no grid.
Ao menos não mentiu.

No domingo, 1B original ataca de repórter da emissora oficial.
Não adiantou nem mudar de profissão.
A maldição do segundão o acompanhou e o boquirroto acabou como segundo repórter da Globo, correndo atrás de Carlos Gil pelo grid...
Mais lado B ainda foi quando tentou entrevistar Michael Schumacher, que nem deu bola, mandando afivelar o cinto de segurança e colocando o capacete.

Então aparece Webber, o segundão da Red Bull querendo a todo custo chamar a atenção para si.
Na largada consegue ficar atrás de Vettel, mesmo se classificando a frente.
Então espreme o alemão contra o …

F1 2012 - Brasil - CHUUUUUPA ALONSO!

Imagem
A semana inteira o que mais ouvir falar foi (com voz irritante): “-Se chover o Alonso é campeão”.
Pois bem... Choveu.
E não foi pouco e nem foi constante. O que é pior já que obriga a uma troca constantes de pneus e estratégias.
Para ajudar, Vettel é tocado, roda, cai para último na primeira curva e ainda tem parte da carenagem do carro e do assoalho quebrados.
E o que aconteceu? Nada.

Alonso não conseguiu ser campeão da mesma forma.
O espanhol não é o deus supremo da pista molhada como parte da imprensa e seus fãs mais xiitas pintaram durante toda a semana.
E nem Vettel é o “Zé Mané” mor da pista molhada, basta lembrar de sua primeira vitória, debaixo de um senhor pé d´água, com uma carroça da Toro Rosso e no mais veloz dos circuitos da F1.

A maior prova disto é que mesmo com a pista molhada, Alonso não superou as McLarens - enquanto as duas estavam na pista – e Vettel, numa recuperação fantástica veio de último para a quarta posição e com o carro perdendo pedaços.
Não bastasse, aind…

1B no oftalmologista

Imagem
-Que letra é esta? – pergunta o oftalmologista apontando o cartaz.
-F... – responde o paciente.
-Muito bem, muito bem... E esta aqui? – aponta uma menor.
-E.
-Hum... E esta?
-Agora complicou! Tá bem pequeno... Seria um R?
-Quase isto... São dois.
-E então? Estou bem da visão?
-Ruim não está... Mas acho que vou ter que lhe recomendar óculos.
-Para descanso?
-Para corrigir uns defeitinhos.
-Eu tenho defeito na visão?
-Sabe como é... Idade, esforço... Tudo isto prejudica um pouco.
-Mas doutor... Eu não quero usar óculos.
-Bem, se é por vaidade, pode usar lentes de contato.
-Não... Nem é questão de vaidade, é pelo trabalho mesmo.
-O que o senhor faz?
-Como assim o que faço? O senhor não me conhece? Não gosta de corridas?
-Não, não sei quem é o senhor e não gosto de corridas. Como não é negão e é brasileiro, não deve ser queniano.
-Não, não... Me expressei mal. Não gosta de automobilismo?
-Ah! Corrida de carros?
-Isto!
-Não gosto também não... Mas fiquei curioso: quem é o senhor?
-Sou Rub…

Manchetes Win or Wall

Imagem
E Perez continua causando dúvidas Os últimos resultados e suas declarações não estão ajudando o mexicano. Ele sim vai ser o verdadeiro Win or Wall. Ou vence e cala a boca de todo mundo, ou dá razão a todos eles...

Mario Andretti sugere terceiro carro para equipes da F1 Mario sabe das coisas, tem visão americana da parte promocional do esporte. Isto é bom.
Só precisa aparar as arestas das idéias...
Originalidade no pódio texano Ok, não é tão ridículo quanto a dancinha indiana, mas que ficou parecendo coisa da festa do peão em Barretos ninguém duvida.
Alonso elogia a "honestidade" da Ferrari em Austin Depois desta, Martins Withmarsh, o chefe da McLaren disse que tinha dúvidas sobre o caráter de Alonso e disse também que quando correu por lá, teve este tipo de ação negada pela equipe. Hum... Sei... Sei... Mas xerocar o carro da Ferrari não foi pedido do asturiano foi?
O sujo falando do mal lavado.
Montezemolo elogia trabalho de Felipe Massa Não poderia ser diferente. Aceitou de boa e…

Lado B do GP - O pódio

Imagem
Com uma corrida dentro do que se pode chamar de boa, há pouca coisa há se destacar como lado B, mas, na boa?
Por mais que estivesse no contexto, os chapéus de cowboy poderiam ter ficado fora do pódio. Não?

Não.
Em categorias nacionais os americanos são os reis do pódio bizarro.
Há uma corrida no mesmo Texas que o vencedor comemora dando uns tiros para cima. Para eles faz sentido, ainda que para nós não.
Isto sem contar aquele em que o troféu é uma Gibson Les Paul e outras em que tomam leite, suco de laranja...
Esta do leite foi até copiada nas corridas da Indy aqui no Brasil, só que em vez do cara tomar o suco de vaca vindo de uma bonita garrafa de vidro, faz biquinho para mamar o liquido direto da caixa longa vida.

Agora, imagino se a moda dos chapéus pega e vão fazer corridas na Noruega, por exemplo.
Seria no mínimo surreal ver os pilotos com capacetes de viking com tranças e tudo.

Mas pelo lado bom não teve dancinha em frente aos pilotos como na Índia.
Se bem que sendo à moda texa…

F1 2012 - EUA : Texas blues

Imagem
E pode-se dizer que o evento foi um sucesso.
Um tremendo sucesso.
A pista, ainda que calcada no CRTL C e CRTL V e por isto mesmo um tantinho sem alma, funcionou bem. Lisa, não castigou os pneus.
Ultrapassagens em todos os pelotões, público em bom número e participativo.

Ponto negativo para a história mal contada da troca de câmbio no carro de Felipe Massa onde – novamente- apenas Alonso saiu favorecido ao mudar de lado na fila de largada.
Saiu do lado “sujo”, sem emborrachamento para a o lado com melhor tração.
A conversa era de que largando do lado “sujo” além de não poder nem sonhar em saltar a frente, ainda corria-se o risco de perder uma ou duas posições para os que viessem de trás.
Realmente!
Foi o que aconteceu com quem ficou por lá.
Já Alonso deu um salto de duas posições
Mas isto vindo da casa do mal é coisa normal.
Como também foi normal – e louvável – a Red Bull não se utilizar do mesmo expediente e forçar uma punição por troca de qualquer coisa no carro do canguru motorista…

GP dos EUA inesquecível

Imagem
Grande Prêmio dos EUA, ao menos para os brasileiros é sempre cercado de uma mística, de uma aura histórica.
Primeiras vitórias de Emerson e Piquet.
O primeiro título de Piquet.
Vitórias de Ayrton Senna e até de Rubens Barrichello, ainda que deste último pareça – até hoje – uma compensação pela patacoada ocorrida na Austria no mesmo ano em que a poucos metros da linha de chegada o brasileiro tenha cedido – ou sido obrigado a ceder – a posição ao alemão Schumacher.

Mas olhando atentamente também há passagens cômicas ou dramáticas.
Pista em estacionamento de shopping, corridas com calor infernal em que pilotos até desmaiavam e o mais curioso de todos os casos: a corrida de 2005.

Não que a crise dos pneus a aquela altura fosse uma comédia, longe disto.
O perigo de haver muitos acidentes por conta da falha nos Michelin realmente existia e não tinha nada de engraçado.
O protesto – inusitado, inédito e muito válido – na largada do GP dos EUA de 2005 trouxe outras nuances, estas sim cômicas (…

F1 X Futebol: morre o burro fica o homem

Imagem
A emissora oficial da F1 no Brasil optar por exibir na tarde deste domingo uma partida do – já decido – campeonato brasileiro de futebol já era até esperado. Favas contadas.
Nem com os atrativos de ser a penúltima corrida do ano, com possibilidade da decisão do título mundial de pilotos (em uma briga acirrada) e ser a primeira corrida na pista americana de Austin pesaram.
A emissora mostrará jogos de futebol de um campeonato decidido com três rodadas de antecedência e priorizará uma partida entre um time sem pretensões (Flamengo) e outro virtualmente rebaixado (Palmeiras) e exibirá em VT a corrida após o programa Fantástico.
Ao vivo apenas no canal pago SporTV, que também pertence à empresa.

Longe das questões comerciais que envolvem a grade da TV, o que se propõe aqui é discutir o valor jornalístico da escolha.
Qual é mais relevante?
Esqueça contratos de publicidade, com isto que se preocupem os anunciantes que pagam para exibir suas logomarcas tanto no futebol quanto na F1, mas jorn…

Andretti e o terceiro carro

Imagem
Mario Andretti, o campeão da temporada de 1978 foi escolhido – com muita justiça – o embaixador para a prova americana da Formula 1 em Austin.
Foi lá no circuito, deu algumas voltas e aprovou o traçado, tudo nos conformes.

Agora - como era de se esperar - faltando poucos dias para os carros entrarem para valer na pista, o patriarca do clã Andretti é procurado pela imprensa mundial (ao menos a ligada ao automobilismo) para entrevistas.
E não negou fogo:
“-Eu adoraria ver voltar à regra que permitia as equipes colocar um terceiro carro com um piloto local convidado a cada GP. Foi assim que eu entrei". – disse.

Mario fez sua estreia na categoria pilotando um terceiro carro da Lotus em 1968 nos GP´s da Itália e dos EUA, países onde nasceu e foi naturalizado respectivamente.

“-Esta é uma grande chance da F1 se afirmar mais nos eventos fora da Europa, afinal o público local adoraria ver um ídolo local levando a bandeira de seu país.” – e completou – “-Isto chama muito a atenção e quant…